Mercedes W03 F1 2012
Com novidades em cada parte, a Mercedes apresentou o carro para a F1 2012 com duas semanas de atraso

Com duas semanas de atraso, a Mercedes finalmente apresentou o W03, o carro que será utilizado na temporada 2012 da F1. Havia muita expectativa com relação ao novo modelo, afinal a equipe alemã resolveu apostar em uma reestruturação técnica ao longo do último campeonato e contratou Aldo Costa (ex-Ferrari), Geoff Willis (com passagem pela Red Bull) e Bob Bell.

Justamente por conta dos novos funcionários, a equipe foi obrigada a atrasar a apresentação do W03. Costa, por exemplo, tinha vínculo com a Ferrari até o final de 2011 e só pôde trabalhar na Mercedes nos últimos meses. Para tentar compensar esse tempo perdido, a equipe alemã atrasou o lançamento e abusou de uma brecha no regulamento, ao abrir mão de um dia no treino coletivo de Jerez – poupando alguns jogos de pneus – para poder ter um dia de atividades privadas em Barcelona.

Assim, a equipe pôde ter um treino a mais com o W03, sem a presença de nenhum outro concorrente, antes mesmo de o carro ser apresentado.

Pois bem, nesta terça-feira, dia 21, o grande dia enfim chegou, e os alemães lançaram o novo carro com direito a aquela celebração clichê de puxar o pano. Bom, com o novo equipamento enfim exibido, chegou a hora de falar quais são os segredos da Mercedes para a temporada 2012 da F1.

Assim como a Ferrari, o novo carro do time alemão também é uma quebra em relação ao que a equipe estava fazendo nos últimos anos. O W02 não deu certo – com erros na construção – e Michael Schumacher reclamava constantemente da aerodinâmica, então o novo modelo precisava revolucionar. Em um primeiro momento, deu certo.

Para começar, a nova asa dianteira é um dos grandes destaques.  A peça foi totalmente refeita em relação ao modelo anterior. No W03, ela tem algumas partes acopladas na asa, para direcionar o fluxo de ar direto às rodas, com o objetivo de aumentar a downforce. Em seguida, há o bico de ornitorrinco, mas é um pouco mais arredondado que os das demais equipes.

Ainda falando da asa dianteira, o novo carro também tem o chamado duto frontal passivo. O novo artifício não tem nada a ver com aquela invenção que obrigava os pilotos a tamparem um buraco com a mão.  Na nova peça, o ar entra por um buraco no nariz, desce pelo suporte da asa e chega à asa dianteira, sendo liberado e direcionado para os pneus.

No entanto, o destaque é um entrelace dos canais. Isto é, por conta da diferença do peso do ar quente e do ar frio, principalmente em uma curva, o ar aquecido entra em uns dutos localizados na parte extrema do bico, desce e vai ser liberado no pneu do lado oposto, aumentando o equilíbrio do carro e, claro, a aderência.

Mercedes W03 F1 2012
Vendo o novo carro da Mercedes por cima, fica mais fácil ver o tamanho dos sidepods, a posição do escapamento e os artíficios da asa dianteira

Quanto ao degrau, a nova peça é bastante avantajada, assim como o da Ferrari. No entanto, a Mercedes segue a Force India e também tem uma borda em ‘V’.

Nos sidepods e na tampa do motor, a aerodinâmica foi completamente refeita e modeladas com cuidado. Uma das grandes vantagens do W02 era a possibilidade de colocar os componentes em um espaço reduzido. No carro de 2011 não deu certo, mas no novo modelo a tática foi novamente adotada.

Dessa vez, os sidepods são tão pequenos, que acabam muito, mas muito antes da tampa do motor. No final deles estão localizados os escapamentos, que podem apontar tanto para a asa traseira quanto para a roda traseira.  Os gases quentes expelidos, claro, têm como objetivo aumentar ainda mais a downforce. O espaço na parte traseira do novo carro também possibilita o fluxo de ar chegar ao difusor.

Quando o duto frontal – o da mão no buraco – estava na moda em 2010, a Mercedes criou uma peça um pouco diferente, com duas grandes entradas de ar localizadas no topo da tampa do motor, um pouco mais atrás da entrada tradicional e do santantonio. O W03 apresenta algo parecido, mas os buracos são mais contidos. Evidentemente, a Mercedes não explicou qual parte exatamente é resfriada por essas entradas.

No fim, o novo carro da Mercedes para a temporada 2012 apresenta detalhes curiosos em quase todas as partes. Isso, no entanto, não significa necessariamente que o W03 seja um carro vencedor. O grande trunfo da equipe pode ser o eventual fracasso da Ferrari e da McLaren. Ainda que o time não consiga brigar pelas vitórias, se estiver em condições de ser a segunda ou terceira força do campeonato, certamente será uma evolução considerada satisfatória dentro dos domínios em Brackley.

Para ver a apresentação do carro da Caterham para a F1 2012 basta clicar aqui. E para ver a apresentação do MP4/27, o novo carro da McLaren para a F1 2012, basta clicar aqui.  Os carros da Ferrari e da Force India na F1 2012 é só clicar aqui. Agora, se você estiver procurando sobre o novo carro da Red Bull é só clicar aqui. A Lotus está aqui. Por fim, Williams, Sauber e Toro Rosso estão aqui, enquanto as sempre atrasadas Marussia e HRT estão aqui.