Agenda da velocidade 2015 (11)

Publicado maio 20, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: World of Motorsport

Tags: , , , , , , , , , , ,
Tony Kanaan busca a segunda vitória na Indy 500

Tony Kanaan busca a segunda vitória na Indy 500

Enfim chegamos ao fim de semana mais importante do ano para o automobilismo mundial. GP de Mônaco da F1, 500 Milhas de Indianápolis e 600 Milhas de Charlotte, da Nascar, são corridas que dispensam apresentações.

Só que o esporte a motor não ficará restrito a esses três eventos. A F-E estará em Berlim, com Lucas Di Grassi e Nelsinho Piquet na luta pelo título. Bruno Senna busca a recuperação após ter se envolvido no acidente em Mônaco há duas semanas.

Falando no Principado, Monte Carlo também terá provas da GP2, World Series by Renault e Porsche Supercup. André Negrão é o representante brasileiro na primeira, enquanto Bruno Bonifacio e Pietro Fantin correm na segunda.

Do outro lado do Atlântico, as categorias do Road to Indy se dividem. A USF2000 e a Pro Mazda estarão no Lucas Oil Raceway – antigo Indianapolis Raceway Park – para a única etapa em oval da temporada. A Indy Lights acompanha a categoria principal no Speedway de Indianápolis para uma prova de 100 milhas.

O fim de semana ainda tem a estreia da F4 Sudamericana, no Uruguai. Depois de Bruno Baptista levar o título do ano passado, a categoria terá Leandro Guedes, Pedro Caland e Pedro Cardoso.

Falando em Baptista, o piloto corre na F-Renault Alps, no Red Bull Ring. Thiago Vivacqua ocupa a quinta colocação do mesmo campeonato.

A outra F-Renault no fim de semana é a Norte-Europeia (NEC), cuja etapa acontece em Silverstone. O circuito inglês também recebe a Blancpain Endurance Series e Auto GP, como Antonio Pizzonia na liderança do campeonato.

O fim de semana ainda terá a Nascar, TCR e a Super Formula, com João Paulo de Oliveira.

Você já sabe, mas não custa lembrar: conforme as sessões do fim de semana forem acontecendo, eu vou atualizar este post com os resultados. Daí é só você voltar ao World of Motorsport, clicar nos links na cor laranja ali embaixo e saber de tudo o que aconteceu. Além disso, vale aqui o horário de Brasília.

Belo lugar para disputar uma corrida

Belo lugar para disputar uma corrida

Agenda do fim de semana:

Quinta-feira, 21 de maio:
5h00 – F1 – GP de Mônaco – treino livre 1
7h00 – GP2 – Mônaco – treino livre
9h00 – F1 – treino livre 2 
10h00 – Indy Lights – Indianápolis – treino livre
11h15 – GP2 – grid de largada
14h15 – Indy Lights – grid de largada
20h15 – Nascar – Charlotte – grid de largada

Sexta-feira, 22 de maio:
3h00 – World Series by Renault – Mônaco – treino livre
4h45 – Porsche Supercup – Mônaco – grid de largada
6h15 – GP2 – corrida 1
12h00 – Indy – 500 Milhas de Indianápolis – Carb Day
12h05 – Auto GP – Silverstone – grid de largada
13h00 – F-Renault NEC – Silverstone – grid de largada
13h30 – Indy Lights – corrida
15h50 – F4 Sudamericana – El Pinar – treino livre 1
21h30 – Super Formula – Okayama – treino livre

Sábado, 23 de maio:
1h40 – Super Formula – grid de largada
3h15 – Fórmula E – Berlim – treino livre 1
4h00 – World Series by Renault – grid de largada
5h30 – Fórmula E – treino livre 2
6h00 – F1 – treino livre 3
6h10 – F-Renault Alps – Red Bull Ring – grid de largada 1
7h00 – Fórmula E – grid de largada
9h00 – F1 – grid de largada
9h00 – USF2000 – Lucas Oil Raceway – treino livre
9h15 – F-Renault Alps – corrida 1
9h20 – Auto GP – corrida 1
9h20 – F4 Sudamericana – treino livre 2
9h35 – Pro Mazda – Lucar Oil Raceway – treino livre
10h00 – TCR – Monza – grid de largada
10h30 – F-Renault NEC – corrida 1
10h50 – USF2000 – grid de largada
11h00 – Fórmula E – corrida
11h10 – GP2 – corrida 2
11h25 – Pro Mazda – grid de largada
12h15 – Nascar Xfinity – Charlotte – grid de largada
12h20 – F4 Sudamericana – grid de largada
13h15 – USF2000 – corrida
15h45 – Pro Mazda – corrida
15h46 – Nascar Xfinity – corrida
16h35 – F4 Sudamericana – corrida 1

Domingo, 24 de maio:
3h00 – Super Formula – corrida
4h45 – Porsche Supercup – corrida
4h45 – F-Renault Alps – classificação 2
5h00 – Blancpain Endurance Series – Silverstone – grid de largada
6h10 – World Series by Renault – corrida
6h25 – F-Renault NEC – corrida 2
7h35 – TCR – corrida 1
8h00 – F-Renault Alps – corrida 2
9h00 – F1 – GP de Mônaco – corrida
9h05 – TCR – corrida 2 
9h30 – Auto GP – corrida 2
9h45 – Blancpain Endurance Series – corrida
11h20 – F-Renault Alps – corrida 3
11h30 – F4 Sudamericana – corrida 2
13h05 – Indy – 500 Milhas de Indianápolis – corrida
19h16 – Nascar – corrida – FS2

Bom fim de semana para o campeão da F4

Publicado maio 23, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: Fórmula 4, Fórmula Renault

Tags: , , , , , , , ,
Bruno Baptista abandonou na Áustria, mas andou bem

Bruno Baptista abandonou na Áustria, mas andou bem

Atual campeão da F4 Sudamericana, Bruno Baptista enfim vem tendo um bom fim de semana no automobilismo europeu.

Depois de andar nas últimas posições na pré-temporada e também nas primeiras etapas da F-Renault Alps, o brasileiro ocupava a nona colocação na primeira bateria deste sábado, dia 23, no Red Bull Ring, quando foi forçado a abandonar.

Baptista havia obtido a 14ª posição no grid, mas fez uma boa largada, sua especialidade, e estava no top-10 quando se enroscou com Matteo Ferrer e com o companheiro Anton de Pasquale.

O piloto novamente mostrou um bom ritmo de prova em contraste às fracas classificações obtidas nas etapas anteriores.

O bom desempenho do brasileiro aconteceu justamente no fim de semana de estreia da F4 Sudamericana 2015.

Se a categoria de base no ano passado só teve dois pilotos disputando todas as etapas (Baptista e Felipe Ortiz), dessa vez dez carros alinharam no grid em El Pinar, no Uruguai.

O Brasil tem três pilotos no certame: Pedro Cardoso, Pedro Caland e Leandro Guedes. Todos de olho em repetir Baptista e levantar a taça antes de seguir para o automobilismo europeu.

A vitoria neste sábado, porém, ficou com o argentino Agustín Lima Capitao. Cardoso, que também participa da F3 Brasil, foi o segundo.
Para ver os resultados completos da F4 Sudamericana e das principais categorias do automobilismo mundial neste fim de semana, basta clicar aqui.

Indy 500 Pit-Stop Challenge

Publicado maio 22, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: Indy

Tags: , , , , , , ,
Helio Castroneves venceu a competição de parada nos boxes pela sétima vez

Helio Castroneves venceu a competição de parada nos boxes pela sétima vez

Helio Castroneves começou bem o fim de semana das 500 Milhas de Indianápolis. Nesta sexta-feira, dia 22, a equipe do brasileiro venceu o Pit-Stop Challenge, o desafio entre mecânicos para ver quem faz a simulação mais rápida de parada nos boxes.

Foi o sétimo triunfo do piloto brasileiro no evento disputado no pit-lane do oval de Indianápolis. E a vitória de número 15 da Penske na competição.

No entanto, quantas vezes o ganhador do Pit-Stop Challenge também levou as 500 Milhas no mesmo ano?

Desde que o evento foi criado, em 1977, a dobradinha aconteceu apenas seis vezes.

O próprio Castroneves foi protagonista em 2002 e em 2009, no segundo e no terceiro triunfo na Indy 500.

Em 2004, Buddy Rice repetiu o feito. O americano, então na Rahal Letterman, teve a equipe dona do melhor pit-stop na sexta-feira e também foi declarado o vencedor da corrida no domingo.

Os outros três ganhadores dos dois eventos no mesmo ano foram Jacques Villeneuve (em 1995), Danny Sullivan (1985) e Bobby Unser (1981).

Ou seja, ter uma equipe rápida nos boxes nem sempre é sinônimo de beijar os tijolos após a Indy 500.

Pronto para a Sprint Cup?

Publicado maio 19, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: Nascar

Tags: , , , , , ,
Chris Buescher venceu em Iowa na Xfinity

Chris Buescher venceu em Iowa na Xfinity

Chris Buescher venceu a etapa da Nascar Xfinity Series, no último fim de semana, em Iowa.

O piloto da Roush ultrapassou Chase Elliott na última relargada, na prorrogação, e recebeu a bandeira quadriculada na frente. Esse foi o segundo triunfo do americano na categoria. Ele já havia chegando na frente na prova de Mid-Ohio no ano passado.

Também da Roush-Fenway, Darrell Wallace Jr terminou em sexto e agora ocupa a quarta colocação no campeonato.

O bom momento da Roush na divisão de acesso contrasta com o vivido na Sprint Cup. Na categoria principal, o time não venceu nenhuma vez em 2015 e tem Greg Biffle, apenas em 21º na tabela de pontos, como mais bem classificado.

Ricky Stenhouse Jr (24º) e Trevor Bayne (29º) ainda não estouraram na Nascar e estão longe da briga pelo Chase.

Como a equipe da divisão principal não está rendendo, Jack Roush pode ser ver pressionado a promover os dois garotos da Xfinity.

E o problema está justamente na comparação com o bicampeão da então chamada Nationwide. Stenhouse conquistou três triunfos na pista de Iowa e mais cinco na campanha dos dois títulos. Na divisão principal, porém, tem apenas três top-5, desde 2013, sem vitórias.

Bayne ganhou a Daytona 500 de 2011, mas terminou entre os dez primeiros apenas duas vezes desde então, todas em 2012. Os dois não conseguiram repetir o sucesso de Biffle, Matt Kenseth, Carl Edwards e Kurt Busch, todos descobertos e desenvolvidos dentro da própria Roush.

A questão, portanto, é se Buescher e Wallace vão conseguir vingar. Subi-los à Sprint Cup nesse momento pode significar queimá-los da mesma forma que aconteceu com Bayne e Stenhouse, caso não estejam preparados.

Buescher disputou cinco etapas da principal divisão da Nascar neste ano pela pequena equipe Front Row, depois que David Ragan foi contratado para substituir o então lesionado Kyle Busch. O atual líder da Xfinity obteve o 20º lugar em Fontana, logo na estreia, como melhor resultado.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da Xfinity em Iowa, assim como os das principais categorias do automobilismo mundial no último fim de semana.

Grid encorpado no TCR

Publicado maio 17, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: Outras Categorias

Tags: , , , , , , , , , ,
Kelvin van der Linde foi uma das novidades no grid do TCR

Kelvin van der Linde foi uma das novidades no grid do TCR

Levou quatro etapas, mas o TCR finalmente começa a ter um grid de qualidade. Criado por Marcello Lotti, ex-chefão do WTCC, o campeonato de turismo de baixo custo reuniu apenas 16 carros no fim de semana de dia das mães, em Portugal, mas teve nomes de peso.

A grande mudança aconteceu na Audi. A equipe de Franz Engstler, veterano das competições de turismo, contou com a presença de Nick Thiim, campeão da Porsche Supercup em 2013, e do jovem sul-africano Kelvin van der Linde, atual vencedor da Adac GT Masters, ambos pilotos com contrato com o Volkswagen Group.

E a estreia de Thiim não poderia ter sido melhor. O dinamarquês venceu a corrida do sábado, após largar na pole-position. Van der Linde terminou na quarta posição. Os dois, porém, abandonaram no domingo.

A outra presença de destaque foi Oscar Nógues, espanhol que fez carreira dominando as categorias do Renault Clio no começo da década.

Esses nomes trouxeram mais peso a um grid que já contava com o ex-F1 Gianni Morbidelli e o veterano das 24 Horas de Le Mans Andrea Belicchi, além de Michael Nykjaer, Jordi Gené e Pepe Oriola, todos com vitórias no WTCC.

Fora os pilotos, o campeonato deve ganhar novas montadoras nos próximos meses. O Volkswagen Polo vai substituir o Audi na equipe de Engstler, enquanto a Ford deve retornar à categoria após os problemas mecânicos enfrentados nas primeiras etapas. A Subaru já demonstrou interesse em estrear em setembro, na corrida de Cingapura.

A próxima etapa do TCR acontece nos dias 23 e 24 de maio, em Monza. Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da etapa portuguesa.

Punição que pode custar caro

Publicado maio 16, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: Nascar

Tags: , , , , ,
Ryan Newman pode ter a presença no Chase 2015 ameaçada

Ryan Newman pode ter a presença no Chase 2015 ameaçada

A Nascar disputou neste fim de semana a All-Star Race, em Charlotte. Além da briga por US$ 1 milhão, a prova também serviu para que pilotos e equipe relaxassem um pouco e avaliassem tudo o que aconteceu nas 11 primeiras etapas de 2015.

E quem deve estar preocupado é Ryan Newman. Atual vice-campeão, o piloto da Richard Childress foi punido com a perda de 50 pontos após o carro número 31 ser flagrado com irregularidades na roda e no pneu na etapa de Auto Club.

Assim, Newman agora soma 305 pontos e ocupa a 15ª colocação na tabela, sendo que 16 pilotos se classificam para o Chase.

Pelas regras da Nascar, todos os pilotos que vencerem nas 26 primeiras etapas da temporada vão aos playoffs. As demais vagas são destinadas aos primeiros colocados na classificação que não triunfaram até totalizar 16.

No ano passado, Greg Biffle, o décimo colocado após a prova de Richmond, foi o último classificado para o Chase sem chegar em primeiro. Newman havia sido o oitavo, com 782.

Caso a punição ao piloto fosse aplicada na temporada passada, ele cairia para 732 pontos e seria superado por Clint Bowyer e Kyle Larson, que não disputaram a fase final do campeonato.

Neste ano, Kevin Harvick, Jimmie Johnson, Joey Logano, Dale Earnhardt Jr, Brad Keselowski, Matt Kenseth, Kurt Busch e Denny Hamlin já receberam a bandeira quadriculada na frente. Sendo assim, restam apenas oito vagas para quem não triunfou.

Newman é o sétimo entre os pilotos com zero vitória.

Agenda da velocidade 2015 (10)

Publicado maio 14, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: World of Motorsport

Tags: , , , , , ,
O tradicional GP de Pau será disputado neste fim de semana

O tradicional GP de Pau será disputado neste fim de semana

Você já sabe, mas não custa lembrar: conforme as sessões do fim de semana forem acontecendo, eu vou atualizar este post com os resultados. Daí é só você voltar ao World of Motorsport, clicar nos links na cor laranja ali embaixo e saber de tudo o que aconteceu. Além disso, vale aqui o horário de Brasília.

Agenda do fim de semana:

Sexta-feira, 15 de maio:
4h55 – F3 Europeia – Pau – treino livre 1
5h40 – F3 Europeia – treino livre 2
6h30 – F-Renault Alps – Pau – treino livre
9h30 – F3 Europeia – grid de largada 1
10h30 – F-Renault Alps – grid de largada 1
12h10 – 24 Horas de Nurburgring – grid de largada
12h36 – F4 Francesa – Pau – grid de largada
13h20 – WTCC – Nordschleife – grid de largada
13h30 – F3 Europeia – grid de largada 2 e 3
15h40 – Porsche Cup Alemã – Nordschleife – grid de largada
16h05 – Pirelli World Challenge – Canadian Tire – grid de largada
18h45 – Nascar Truck Series – Charlotte – grid de largada
20h31 – Nascar – Charlotte – All-Star Showdown
21h49 – Nascar Truck Series – corrida
22h55 – V8 Supercars – Winton – grid de largada 1
23h20 – V8 Supercars – grid de largada 2

Sábado, 16 de maio:
1h20 – V8 Supercars – corrida 1
3h35 – V8 Supercars – corrida 2
3h50 – F4 Francesa – corrida 1
4h17 – Porsche Cup Alemã – corrida
4h30 – F-Renault Alps – corrida 1
6h15 – F3 Europeia – corrida 1
6h15 – WTCC – corrida 1
7h15 – WTCC – corrida 2
10h45 – F3 Europeia – corrida 2
11h00 – 24 Horas de Nurburgring – corrida
11h45 – Indy – 500 Milhas – classificação/adiada/chuva
11h55 – F-Renault Alps – grid de largada 2
12h35 – F4 Francesa – corrida 2
14h15 – Pirelli World Challenge – corrida 1
18h45 – Nascar Xfinity – Iowa – grid de largada
20h00 – Nascar East + West – Iowa – grid de largada
22h00 – Nascar East + West – corrida
22h00 – Nascar – Charlotte – All-Star Race
22h55 – V8 Supercars – grid de largada 3

Domingo, 17 de maio:
0h45 – V8 Supercars – corrida 3
5h00 – ELMS – Ímola – grid de largada
5h50 – F-Renault Alps – corrida 2
8h25 – F4 Francesa – corrida 3
8h57 – ELMS – 4 Horas de Ímola – corrida
10h15 – F3 Europeia – GP de Pau – corrida 3
15h00 – Indy – 500 Milhas de Indianápolis – grid de largada
15h16 – Nascar Xfinity – corrida
16h00 – Pirelli World Challenge – corrida 2

Martin Donnelly de volta a um campeonato profissional

Publicado maio 10, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: Outras Categorias

Tags: , , , , , ,
Martin Donnelly e o Infiniti Q50

Martin Donnelly e o Infiniti Q50

Ex-piloto da F1, Martin Donnelly quase teve os planos de estrear no BTCC, na etapa deste fim de semana, em Thruxton, abortados em cima da hora.

Mais conhecido pelo grave acidente que sofreu no treino classificatório do GP da Espanha de 1990, quando a Lotus que pilotava partiu ao meio, o britânico havia sido contratado para ajudar a estreante Infiniti no desenvolvimento do carro.

No entanto, sem citar motivos, o time chegou a negar na quarta-feira o acerto com Donnelly, mas acabou confirmado a vinda do veterano dois dias depois.

O imbróglio da história pode ter sido contratual. A Infiniti tinha vínculo com os pilotos Derek Palmer Jr e Richard Hawken até o fim da temporada. Hawken, aliás, descobriu pelo comentário de um fã no Facebook que havia sido substituído.

A Infiniti entrou no BTCC em 2015 com a divisão de paraquedistas das forças armadas britânicas como principal patrocinador. Além do suporte financeiro, os paraquedistas são responsáveis por quase todas as funções operacionais da equipe, que tem a intenção de colocar um militar para competir nos próximos anos.

Outro objetivo do time é dar suporte aos paraquedistas que tenham se ferido em ação. Como Donnelly também tem uma história de superação após um grave acidente, ele foi o nome preferido do time na hora de contratar um piloto experiente.

Apesar de o acidente ter encerrado a carreira do inglês na F1, ele voltou a disputar corridas no fim da década de 1990. Nos últimos anos, tem participado de campeonatos amadores na Inglaterra.

Na estreia no BTCC, o piloto conquistou um 19º e um 20º lugares, além de um abandono.

A Infiniti tem enfrentado um começo de campeonato complicado, com o 17º posto de Palmer na segunda bateria deste fim de semana como melhor resultado.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos do BTCC e das principais categorias do automobilismo mundial neste fim de semana.

Will Power pode varrer Indianápolis?

Publicado maio 9, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: Indy

Tags: , , , ,
Will Power venceu o GP de Indianápolis

Will Power venceu o GP de Indianápolis

Will Power venceu de forma inconteste o GP de Indianápolis, neste sábado, dia 9.

O piloto da Penske largou na pole-position e ainda contou com um acidente na primeira curva envolvendo alguns de seus principais rivais. Entre eles Helio Castroneves, Scott Dixon e Tony Kanaan.

Nas voltais finais, Power precisou economizar combustível, mas em momento algum foi pressionado por Graham Rahal, o segundo colocado.

Agora o australiano vai em busca do primeiro triunfo nas 500 Milhas de Indianápolis, em duas semanas, para tentar completar a varrida na tradicional pista americana.

O desempenho de Power nos ovais tem melhorado, e ele pode ser considerado um dos favoritos. No ano passado, liderou 22 voltas na Indy 500 e terminou em oitavo.

Em outros ovais, o piloto tem conquistado bons resultados. Na última temporada, venceu em Milwaukee e foi segundo no Texas, onde havia largado na pole. Há dois anos, o australiano venceu em Fontana, prova que não precisou se esforçar para voltar a ganhar em 2014, uma vez que o nono lugar garantiria para ele o título.

No entanto, para chegar na frente nas 500 Milhas, ele não terá vida fácil. Castroneves, Kanaan e Dixon costumam andar muito bem na tradicional corrida. Ryan Hunter-Reay foi dominante na última edição e, de vez em quando alguma zebra aparece, como o final entre JR Hildebrand e Dan Wheldon, em 2011.

Também não é bom descartar Ed Carpenter, especialista em circuitos ovais e pole-position nas duas últimas edições da Indy 500, e Juan Pablo Montoya.

Sendo assim, Will Power conseguirá a varrida daqui a duas semanas? Para mim, ele não é favorito, mas vai. Nunca é bom subestimá-lo.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos do GP de Indianápolis e das principais categorias do automobilismo mundial neste fim de semana.

Vandoorne imbatível na GP2 2015

Publicado maio 8, 2015 por Felipe Giacomelli
Categorias: GP2

Tags: , , , , , , , ,
Stoffel Vandoorne levou a McLaren à primeira vitória com o novo layout

Stoffel Vandoorne levou a McLaren à primeira vitória com o novo layout

Bastou a McLaren mudar o layout dos carros para conquistar a primeira vitória com o novo esquema de pintura.

Obviamente, não foi na F1. Enquanto Fernando Alonso e Jenson Button não conseguiram levar a escuderia inglesa ao Q3 do treino classificatório do GP da Espanha, Stoffel Vandoorne, o reserva da equipe, dominou a etapa da GP2 em Barcelona neste sábado, dia 9.

Após conquistar o recorde de seis poles seguidas, o belga teve dificuldades durante a prova. Ele havia largado com o pneu macio e precisou parar mais cedo que os adversários. Alexander Rossi e Mitch Evans estavam em uma estratégia diferente e conseguiram se aproximar do piloto da ART, mas não conseguiram grudar o suficiente para tentar a ultrapassagem.

Com o segundo triunfo em duas etapas, Vandoorne chegou aos 72 pontos, 27 a mais que Rio Haryanto, o vice-líder na tabela. Se mantiver o ritmo das etapas iniciais, o belga deve caminhar rumo ao título sem grandes sustos.

Dois fatores contribuem para esse favoritismo. O primeiro é que Vandoorne é um piloto melhor que o resto do grid. Desde que estreou nos monospostos, sempre brigou por títulos, mesmo quando foi novato nas categorias.

No fim do ano passado, escrevi aqui no World of Motorsport que a McLaren havia errado ao manter Jenson Button e não tê-lo promovido. Não faz sentido ele disputar a GP2 quando já está pronto para a F1.

O outro fator é a sorte. O mercado de pilotos foi bastante favorável ao belga. A Dams, que venceu três títulos nos últimos quatro anos, resolveu abandonar a aposta em veteranos e tem um novato (Alex Lynn) e um piloto com apenas meia temporada de experiência (Pierre Gasly) a bordo.

Um dos mais experientes do grid, Mitch Evans viu a Russian Time trocar a operação da iSport pela menor Virtuosi UK, vinda da Auto GP, em 2015. A Carlin teve Felipe Nasr subdindo à F1 e trouxe o menos empolgante Marco Sorensen para o lugar. E mesmo Raffaele Marciello, outro novato de destaque em 2014, trocou a poderosa Racing Engineering pela Trident.

Como essas novas parcerias requerem um tempo de adaptação, Vandoorne vai aproveitando as etapas iniciais para vencer e marcar pontos importantes na briga pela taça.

Ocon venceu na estreia na GP3

Ocon venceu na estreia na GP3

GP3

A ART pode conquistar o título tanto da GP2 quanto da GP3 em 2015. Enquanto Vandoorne domina na categoria maior, Esteban Ocon venceu a primeira bateria da etapa de Barcelona da GP3 sem dar chances aos adversários.

Ele cruzou a linha de chegada com mais de 3s de vantagem para Luca Ghiotto, em uma prova que teve a entrada do safety-car.

Ocon, que contava com ar limpo na liderança, também soube dosar o gasto dos pneus e não sofreu com o mesmo problema de degradação da borracha que outros competidores. No entanto, ainda é cedo para apontar o atual campeão da F3 Europeia como favorito único ao título.

World Series by Renault

Também correndo com o layout (antigo) da McLaren, Nyck De Vries não deu sorte há duas semanas na World Series by Renault. Ele estava na liderança da segunda bateria de Aragón, mas era pressionado por Matthieu Vaxivière, da Lotus. Na penúltima curva da última volta, o francês foi feroz e tomou a ponta como uma senhora ultrapassagem.

Em tempo, De Vries deveria ter sido punido por ter tentado jogar o carro no rival.

Veja abaixo a disputa entre os dois pilotos:

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da GP2 e das principais categorias do automobilismo mundial neste fim de semana.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 132 outros seguidores