Red Bull RB8 F1 2012
O novo carro da Red Bull para a F1 2012 tem um degrau, mas também tem um buraco nele

Após a apresentação dos primeiros carros para a temporada 2012 da F1, a expectativa em relação ao novo modelo da Red Bull cresceu vertiginosamente. Afinal, além de conhecer a máquina com a qual Sebastian Vettel vai brigar pelo tricampeonato, os fãs da categoria também queriam saber se a equipe austríaca iria adotar o degrau no bico.

Para a decepção dos torcedores, a resposta é sim. O RB8 realmente carrega um degrau, além do chamado bico de ornitorrinco. Mas é claro que mesmo sendo obrigado a fazer uso desse artifício, Adrian Newey também aprontou das suas, como o buraco localizado na frente do degrau, algo que apenas a Sauber tem parecido.

Havia uma expectativa muito grande sobre quais inovações a Red Bull iria apresentar, afinal, com o RB7 servindo de referência para as demais equipes, cabia aos austríacos mostrar alguma evolução para 2012.

E os novos componentes do novo carro da Red Bull começam justamente pelo bico. Como já havia acontecido no ano passado – e foi seguido por muitas equipes neste ano –, a ponta é bastante curta e não segue o aspecto arredondado de algumas rivais.

Red Bull RB8 F1 2012
O buraco no meio do degrau do novo carro da Red Bull é um dos diferenciais do time austríaco

Apesar disso, o grande destaque é mesmo o degrau. Ao contrário das outras equipes, a peça da Red Bull tem um buraco no meio, passando a impressão que ao invés de uma rampa ou uma escada, na realidade são dois andares (um do monocoque e o outro do bico propriamente dito) separados por um vão. Entretanto, depois de apenas um único dia de testes, é difícil afirmar se esse buraco faz parte de algum sistema revolucionário como foi o duto frontal.

A explicação mais aceita até o momento é que serve para melhorar o fluxo de ar, evitando a turbulência causada pelo degrau. Foi por esse mesmo motivo que a Force India e a Lotus optaram por uma borda no desnível em forma de ‘V’. No caso da Red Bull, a ideia é que o ar entre por esse buraco e seja levado até o cockpit, onde seria distribuído normalmente para o restante do carro. Esperto, Adrian Newey disse que essa peça serve apenas para refrigerar os pilotos. Sei…

Continuando o carro, os sidepods parecem uma evolução do RB7: contam com uma aerodinâmica limpa e são realmente bastante curtos, terminando bem antes da asa traseira. Levando em conta o número de componentes que a Red Bull precisa acomodar ali – como motor, Kers e tanque do combustível – o primeiro comentário que surgiu foi: “ei, como eles fizeram para caber tudo?”.

Red Bull RB8 F1 2012
A traseira do Red Bull RB8, com o detalhe do escapamento apontando para o duto do freio

O motivo dessa traseira enxuta é melhorar o fluxo de ar que chega ao difusor, evitando mais uma vez o arrasto. Além disso, como a equipe austríaca era um das mais beneficiadas, em 2011, pelo difusor aquecido, ela foi obrigada a encontrar outras soluções para continuar gerando os mesmos níveis de downforce, por isso há tanto espaço na traseira do carro.

Por conta dos sidepods tão curtos, a Red Bull não pôde seguir a Ferrari ao posicionar o escapamento tão próximo das rodas traseiras. Apesar disso, assim como acontece no carro italiano, o RB8 parece poder mudar a angulação da saída do escapamento, apontando para o difusor e para o duto do freio traseiro.

Assim, ao que tudo indica, para maximizar a downforce gerada pelos gases do equipamento, a Red Bull reforçou as suspensões traseiras com proteções para o calor.

Para ver a apresentação do carro da Caterham para a F1 2012 basta clicar aqui. E para ver a apresentação do MP4/27, o novo carro da McLaren para a F1 2012, basta clicar aqui.  Os carros da Ferrari e da Force India na F1 2012 é só clicar aqui. A Lotus está aqui. Para encerrar as equipes grandes, clique aqui para ver a nova Mercedes.Por fim, Williams, Sauber e Toro Rosso estão aqui, enquanto as sempre atrasadas Marussia e HRT estão aqui.