McLaren MP4/27 F1 2012
O novo carro da McLaren para a F1 2012 não é revolucionário, mas tem novidades em relação ao carro de 2011

Às vésperas dos treinos coletivos da F1, é dado início à temporada de apresentações dos novos carros de 2012. A primeira equipe a fazer o lançamento foi a Caterham, mas os malaios enviaram apenas algumas imagens para uma revista sobre a F1. Nesta quarta-feira, dia 1º, foi a vez de a McLaren exibir a nova máquina.

Ao contrário da Caterham, os ingleses tiveram direito à clássica apresentação com os pilotos tirando um pano que cobria o novo modelo. Depois, atletas e dirigentes se juntaram para aquelas entrevistas batidas, com respostas ensaiadas e otimismo às pampas.

Nessa fase do campeonato, é quase impossível dizer qual equipe tem mais chances de título e quais podem surpreender. Então é melhor ter cuidado nessas horas. Embora não seja possível falar qual é o melhor carro, dá para analisar cada um dos novos modelos. Basta saber o que você está procurando nesses novos equipamentos.

Assim, a McLaren apresentou o MP4/27 falando em reformulação total em relação a 2011, no entanto a equipe inglesa logo foi criticada por um conservadorismo incomum. Batendo o olho no MP4/27 duas características são marcantes. O carro não tem aquele degrau apresentado pela Caterham nem os sidepods em ‘U’, presentes no ano passado.

McLaren 2012 x 2011
A comparaçaõ entre a McLaren de 2012 e a de 2011. O bico continua baixo, mas a aerodinâmica está mais limpa

Começando pelo bico, não havia motivos para a McLaren ter o degrau. A equipe inglesa já tinha a peça menor que os 55 cm de limite em 2011, então ela não precisou se incomodar com o novo regulamento, ao contrário da Ferrari e da Mercedes, por exemplo que apostavam na parte frontal do carro elevada.

De uma forma bem-humorada, é possível dizer que os engenheiros das equipes grandes cujos carros têm o tal degrau se reuniram depois do lançamento da McLaren para saber se é possível um carro funcionar desse jeito. Bom, somente com o carro na pista vamos saber.

Quanto aos sidepods, o novo equipamento tem uma entrada de ar mais tradicional, bastante comportada, similar ao da Red Bull do ano passado. O objetivo foi maximizar o fluxo de ar, pois os escapamentos foram posicionados logo em seguida. Assim, sem o difusor aquecido, a solução da McLaren para aumentar a downforce foi posicionar os escapamentos próximos às rodas traseiras, apontados para cima, e se aproveitando desse fluxo de ar.

Por fim, a aerodinâmica do carro está mais limpa e a parte traseira do carro, enxuta. Essas são tendências copiadas da Red Bull. Durante o lançamento, Lewis Hamilton também quis destacar o novo retrovisor, que permite ao piloto uma maior visibilidade. Talvez esse ano ele e Felipe Massa se enrosquem menos.

McLaren 2012 x 2011
A comparação entre a McLaren de 2012 e a de 2011. Rodas, santantonio e retrovisores tiveram atualizações

Apesar de tudo isso, as maiores inovações da McLaren não são visíveis. Como a equipe adotou uma abordagem conservadora e declarou que a chave para o título é vencer Sebastian Vettel nos treinos classificatórios, então não é absurdo pensar que eles tenham algum segredo guardado para poder superar os rubro-taurinos na disputa pela pole-position.

Para encerrar, gosto de dizer que apesar de não ter como prever o desempenho após o lançamento, uma certeza quanto à McLaren é que ela vai brigar pela vitória. A equipe inglesa já fez tanto ruim nos últimos anos – principalmente em 2009 e 2011 – que mesmo assim conseguiu vencer corridas nesses anos. Então por pior que o MP4/27 seja nesse momento, o time é capaz de corrigi-lo a tempo.

Para ver a apresentação do carro da Caterham para a F1 2012 basta clicar aqui. E para ver sobre os carros da Ferrari e da Force India na F1 2012 é só clicar aqui. Agora, se você estiver procurando sobre o novo carro da Red Bull é só clicar aqui. A Lotus está aqui. Para encerrar as equipes grandes, clique aqui para ver a nova Mercedes.Por fim, Williams, Sauber e Toro Rosso estão aqui, enquanto as sempre atrasadas Marussia e HRT estão aqui.