De Fittipaldi a Schumacher, 5 razões para ver a F4 Alemã 2018

De todas as F4 que pipocaram no mundo desde 2014, a Alemã, cuja nova temporada começa neste fim de semana, já foi considerada a principal delas. Tudo por causa de seus grids cheios – algumas etapas chegaram a ter quase 40 carros em 2015 e 2016 – e presença de pilotos juniores das equipes da F1.

Neste ano, a realidade é um pouco diferente. Os competidores com apoio dos times da F1 continuam, mas a quantidade de adversários é menor. São 21 inscritos para a etapa de Oschersleben, três a menos que os 24 participantes da última corrida do ano passado, em Hockenheimring.

Entre eles, há dois brasileiros: Gianluca Petecof, que disputará sua primeira corrida nos monopostos, e Enzo Fittipaldi, irmão mais novo de Pietro Fittipaldi. Ambos correm pela Prema e fazem parte da Academia da Ferrari.

Confira abaixo cinco motivos para ficarmos de olho na F4 Alemã neste ano:

1ADACGTMasters_TestOleben_2018_6742

1) Gianluca Petecof

Em um 2017 sem brasileiros na F1, a ida de Gianluca Petecof, de 15 anos, para a Academia da Ferrari pode representar esperança de em breve ter um piloto do país no grid da principal categoria do automobilismo mundial.

Mas ainda é um grande ponto de interrogação o que podemos esperar do brasileiro, afinal ele ainda fará sua primeira corrida nos monopostos. Nos treinos de pré-temporada, esteve muitas vezes entre os cinco primeiros.

Apesar das incertezas, Petecof chega à F4 Alemã como piloto mais promissor do grid, principalmente por causa da ligação com a Ferrari. Seu principal desafio, aliás, será repetir Marcus Armstrong e Lance Stroll, que também tiveram apoio do programa da escuderia italiana e foram campeões da F4 no ano em que fizeram a transição para os monopostos. A única diferença é que eles triunfaram na F4 Italiana, categoria que o brasileiro também vai disputar nesta temporada.

04_Schumacher_ADACGTMasters_TestOleben_2018_6769

2) Fittipaldi x Schumacher

É verdade que Petecof é o piloto mais promissor do grid, mas não é o mais badalado. Outros dois novatos detêm esse posto: Enzo Fittipaldi e David Schumacher (filho de Ralf Schumacher e sobrinho de Michael), devido aos seus sobrenomes famosos.

Fittipaldi, aliás, é um novato entre aspas. No ano passado, ele disputou a F4 Italiana pela mesma Prema e tomou parte da etapa de Nurburgring da F4 Alemã, quando conquistou um pódio – seu único em 2017.

Schumacher estreou nos monopostos na F4 dos Emirados Árabes Unidos, campeonato disputado na Ásia durante o inverno europeu e venceu três corridas, sendo o vice.

3ADACGTMasters_TestOleben_2018_8813

3) Mais estreantes promissores

A batalha de novato do ano da F4 Alemã deve ser quente. Além dos três pilotos citados acima, a categoria tem outros nomes promissores. Um deles é Leon Kohler, da Mucke. O alemão de 18 anos é o atual campeão europeu na divisão KZ2 do kartismo e também participou de uma das etapa da F4 dos Emirados Árabes, em janeiro, conquistando duas vitórias em três corridas.

Outro nome que merece atenção é o neozelandês Liam Lawson, de apenas 15 anos. Tendo feito carreira na Oceania, ele disputou a seletiva do Road to Indy, no fim do ano passado, e avançou à fase final, assim como o brasileiro Olin Galli.

Lawson vai competir pela Van Amersfoort, time holandês que levou Felipe Drugovich a sete vitórias em 2017 na F4 Alemã.

Os outros estreantes são Joey Alders, também da Van Amersfoort, Ido Cohen e Niklas Krutten, ambos da Mucke, e Sebastian Estner, da Neuhauser.

01_Zendeli_ADACGTMasters_TestOleben_2018_9397

4) A força dos veteranos

Apesar do grupo promissor de estreantes, é preciso ficar atento a um dado: nenhum novato foi campeão da F4 Alemã até hoje. Ou seja, experiência conta e muito.

Em 2015, Marvin Dienst estava no seu terceiro ano na categoria (somando a época de Adac Masters também) e quarto nos monopostos quando levantou a taça. No ano seguinte, Joey Mawson já tinha experiência de duas temporadas no certame germânico e mais uma na F4 Francesa ao derrotar Mick Schumacher para terminar no topo da tabela. No ano passado, Vips estava em seu segundo ano na F4 quando levou a melhor sobre Armstrong e Drugovich.

Da geração 2018, o principal nome é o de Lirim Zendeli, da US, que está em seu terceiro ano na categoria. Andrea Estner, da Neuhauser, também inicia sua temporada de número três.

A US conta ainda com Mick Wishofer, considerado o melhor novato do ano passado, enquanto Charlie Weerts, campeão da F4 dos Emirados Árabes, vai correr pela Van Amersfoort, ao lado de Frederik Vesti, dinamarquês que retorna para seu segundo ano.

Quem corre por fora é Leonardo Lorandi. Considerado favorito para vencer a F4 Italiana, onde compete pela Bhaitech, ele assinou com a estreante KDC, escuderia de Monisha Kaltenborn, ex-chefe da Sauber na F1. Lorandi tem uma carreira similar à de Fittipaldi: correu na Itália no ano passado, mas fará sua estreia para valer na Alemanha neste ano.

12ADACGTMasters_TestOleben_2018_9113

5) Grids pequenos

Na última semana, a F4 Inglesa começou com apenas 14 carros no grid. A F4 Francesa já havia iniciado 2018 com 19 competidores, dois a menos que a F4 Alemã. A F4 Espanhola tem apenas dois pilotos anunciados até agora, enquanto a F4 Norte-Europeia tem apenas quatro competidores de fora da Rússia, sendo que o calendário nem foi anunciado até agora.

A falta de pilotos, portanto, não é exclusividade da F4 Alemã. Mas esse é um problema que precisa ser enfrentado o quanto antes. As causas passam pela falta de vagas na F1, pelo interesse por categorias mais baratas como GT, protótipos e turismo, e pela falta de apelo do automobilismo como um todo.

Com relação ao ano passado, três equipes deixaram a categoria germânica: a Motopark, a Lechner e a pequena Piro (que inscrevia um único carro para o filho do dono).

Você pode clicar aqui para ver todos os inscritos para a temporada 2018 da F4 Alemã.

E clicar aqui para ver os resultados completos da rodada de abertura em Oschersleben.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s