Despedida da Audi do WEC e outras notícias do fim de semana

*** Tanto a etapa do TCR quanto a Copa do Mundo de Carros GT, em Macau, foram marcadas por polêmicas.

*** Entre os carros GTs, Laurens Vanthoor foi coroado campeão do mundo depois de causar a bandeira vermelha que encerrou a corrida. Após apenas quatro voltas disputadas, o belga capotou, e a corrida foi suspensa. Como valeu o resultado do giro anterior, ele ainda estava liderando e foi declarado campeão.

*** No TCR, a primeira corrida teve apenas largada e relargada em bandeira verde, ou quatro curvas na prática. A segunda foi interrompida logo após a largada, mas diante das reclamações dos pilotos, a prova continuou quase uma hora depois. Melhor para Stefano Comini, que se sagrou campeão.

 

*** Lucas Di Grassi foi o piloto a ser batido nas 6 Horas do Bahrein, última etapa do WEC em 2016. Além de pole e vitória, o brasileiro ainda foi o piloto mais veloz na média das 20 voltas mais rápidas.

*** Na LMP2, de volta à categoria, René Rast liderou na média das 20 voltas, mas que teve Bruno Senna na segunda colocação e o “amador” Gustavo Menezes em terceiro.

*** Ainda sobre o WEC, no domingo a categoria teve o treino dos novatos, mas o mais veloz foi Neel Jani, um veterano. Entre os estreantes ou os que mudaram de classe, Menezes foi o mais veloz com o protótipo da Porsche. O americano terminou quase 0s6 na frente de Pipo Derani, de Toyota, o terceiro. Robert Kubica também andou.

***No Bahrein, começou a nova temporada do MRF Challenge, com Mick Schumacher na liderança após duas vitórias. A única coisa é que os dois triunfos vieram em provas com o grid invertido, que estranhamente tem a mesma pontuação que as corridas normais.

*** Três brasileiros andaram no Bahrein: Felipe Drugovich, Bruna Tomaselli e Pedro Cardoso, que conquistou um pódio.

*** O Bahrein também sediou o Mundial de Kart. Pedro Hiltbrand, na OK, e Victor Martins, na OKJ, foram os campeões. Gianluca Petecof, com equipamento de fábrica da CRG, chegou em quinto entre os mais novos.

*** O quão boa tem sido a temporada de Felipe Fraga na Stock Car? Basta ver que das últimas cinco corridas principais, sem o grid invertido, ele venceu quatro, incluindo a Corrida do Milhão, e foi segundo na outra.

*** Entre as categorias da Vicar, não é só a F3 Brasil que sofre com grids pequenos. O Brasileiro de Turismo teve 12 carros em Minas Gerais, enquanto o Brasileiro de Marcas contou com 16, mas veio o anúncio de que a Honda não estará na categoria no ano que vem.

*** Campeão da F3 Inglesa em 2016, Matheus Leist anunciou que vai testar por ART, Arden e Trident durante os treinos coletivos da GP3, que acontecem na próxima semana em Abu Dhabi.

*** Jimmie Johnson continuou uma tradição curiosa que começou em 2006, quando venceu o primeiro título na Nascar. Na época, ele subiu em um poste no cruzamento entre a rua 48 e a 1ª avenida, em Nova York. Dessa vez, ele esteve novamente na rua 48, mas agora com a 7ª avenida, um endereço bem mais conhecido da cidade: é Times Square.

*** Além de Jimmie Johnson, o mexicano Daniel Suárez (Xfinity) e Johnny Sauter (TRuck Series) foram campeões em Homestead.

*** A Porsche definiu os dois pilotos que terão bolsa para correr no ano que vem: o australiano Matt Campbell, vindo da Porsche Cup Australiana, vai correr na Supercup, enquanto Thomas Preining, um dos destaques da F4 Alemã, vai competir na Porsche germânica.

*** E se você perdeu algum resultado das principais categorias do automobilismo mundial neste fim de semana, basta clicar aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s