Troca-troca entre Joe Gibbs Racing e Roush-Fenway

Bubba Wallace deixou a Gibbs e vai correr na Roush em 2015
Bubba Wallace deixou a Gibbs e vai correr na Roush em 2015

Vencedor de quatro corridas na temporada 2014 da Nascar Truck Series, Darrell Wallace Jr estará de casa nova no ano que vem.

Tendo sido piloto em desenvolvimento da equipe de Joe Gibbs entre 2012 e 2014 – e emprestado ao time de Kyle Busch –, ele agora vai competir pela Roush-Fenway na Xfinity, a antiga Nationwide.

A ideia original era que ele subisse de categoria pela própria Gibbs, mas a dificuldade de encontrar patrocínio para disputar a temporada completa fez com que o anúncio ficasse para cada vez mais tarde. Assim, o time da Toyota acabou preenchendo os carros titulares e sobraria para Wallace apenas dividir algum com os pilotos da Sprint Cup.

Como a Roush tinha uma vaga em aberto e já mostrou ser capaz de inscrever carros em tempo integral mesmo com um orçamento abaixo do ideal, o americano não teve dúvidas em mudar de escuderia. Assim, Bubba Wallace, como também é conhecido, faz o caminho inverso de Matt Kenseth e Carl Edwards, que trocaram a Roush pela Gibbs nos últimos anos.

Edwards fez o caminho contrário e defenderá a Toyota no ano que vem
Edwards fez o caminho contrário e defenderá a Toyota no ano que vem

Não é coincidência, obviamente. Não precisa ser um gênio do esporte a motor para perceber que a esquadra de Joe Gibbs – com Kenseth, Edwards, Kyle Busch e Denny Hamlin – já está cheia para os próximos campeonatos e não tem espaço para um novato.

Por outro lado, a Roush vem de campanhas cada vez mais frustrantes. Para o ano que vem, o time terá Greg Biffle como líder, Ricky Stenhouse ainda tentando se firmar na principal divisão da Nascar e Trevor Bayne, cuja última boa apresentação na Cup foi a vitória na Daytona 500 de 2011.

Wallace, por sua vez, sabe que, se quiser seguir na principal categoria do turismo norte-americano, é mais fácil estar em um time que trabalha com jovens a tentar encontrar espaço em um que assumidamente tem apostado em veteranos para conquistar um título que não vem desde 2005.

Ainda que a Roush tenha conseguido uma pequena vingança contra a Gibbs após perder os dois principais pilotos, a esquadra da Toyota não deve sentir muita falta de Wallace neste primeiro momento. Além de contar com quatro pilotos com chances de vencer o título da Cup em 2015, ela ainda tem Erik Jones se firmando nas categorias menores.

Isso porque o americano de 18 anos recém-completos é tratado como futura promessa do esporte. Ele participou de 17 etapas da Truck nos dois últimos anos e já acumulou quatro vitórias.

A grande questão, assim, é se a Gibbs não está dando um tiro no pé apostando tanto em pilotos com ampla experiência ao invés de também ter algum novato esperando a hora chegar. É praticamente impossível um time construir quatro carros igualmente competitivos, então quem sair em desvantagem pode não ser muito contido na hora de reclamar. E o automobilismo está cheio de histórias de equipes dominantes, mas que ruíram por crise interna.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s