Ferdinand Habsburg estreia nos monopostos em 2014
Ferdinand Habsburg estreia nos monopostos em 2014

De tempos em tempos, é comum a realeza se misturar com os plebeus no automobilismo. Embora essa seja uma prática mais comum no oriente, onde sheiks e emires usam o esporte a motor para exibir os carros, às vezes acontece de algum nobre do ocidente trocar coroa e riqueza por macacão e balaclava.

Há alguns anos, Henry Arundel, um barão do Reino Unido, chegou a disputar algumas corridas da F-BMW Inglesa e da F3 Inglesa, mas sem maior destaque. Dessa vez, no entanto, quem está próximo de estrear nos monopostos é Ferdinand Habsburg, vindo de uma das famílias mais poderosas no milênio passado.

Para quem não se lembra das aulas de história, a dinastia dos Habsburgos surgiu na Áustria, na época do Sacro Império Romano Germânico, e conseguiu se expandir para diversos países por meio de casamentos entre as famílias reais, chegando até mesmo a Portugal e consequentemente ao Brasil.

A família durou até a I Guerra Mundial, iniciada com o assassinato de Franz Ferdinand (também do clã), que culminou com o fim do Império Austro-Húngaro, dominado pelos Habsburgos. Hoje a dinastia se chama Habsburgo-Lorena, mas não tem mais poder político. Ainda assim, Ferdinand Zvonimir Maria Balthus Keith Michael Otto Antal Bahnam Leonhard Habsburg-Lothringen (ou Ferdinand Habsburg, para simplificar) é o príncipe e herdeiro do trono austro-húngaro.

O garoto vai correr pela Lechner
O garoto vai correr pela Lechner

Enquanto não chega a hora de assumir o posto real, o garoto de 16 anos está mais interessado em carros de corrida. Depois de disputar uma série de campeonatos de kart na Hungria, conquistando alguns títulos, ele passou o ano treinando pela equipe Lotus, da Adac Masters, de olho em estrear no certame alemão em 2014.

Porém, Ferdinand acabou fechando com a Lechner (uma das maiores equipes da Porsche Supercup e responsável por revelar nomes como Karl Wendlinger, Alex Wurz e Christian Klien) para competir na F-Renault 1.6 Norte-Europeia na próxima temporada. Enquanto ainda dá os primeiros passos nos monopostos, o príncipe ainda segue no kart, participando de alguns campeonatos na Europa central.