As vitórias do Brasil em 2012

A vitória de Oswaldo Negri em Daytona foi uma das mais marcantes de 2012
A vitória de Oswaldo Negri em Daytona foi uma das mais marcantes de 2012

Como já é tradição aqui no World of Motorsport, essa última semana de 2012 será destinada a uma extensa programação especial de fim de ano. Você verá uma série de posts que faz um balanço de tudo o que aconteceu na temporada, além de já adiantar um pouco o que pode acontecer em 2013.

Dito isso, todos os anos eu faço um levantamento de todas as vitórias obtidas pelos pilotos brasileiros ao longo da temporada. E esse é o assunto deste primeiro post do especial. Antes de começar, faço um aviso. Eu posso ter esquecido algum piloto ou vitória. Isso acontece e juro que não é perseguição com ninguém. Se você sentir falta de algum nome, basta me avisar nos comentários que eu corrijo.

Indo às conquistas, em 2012, os representantes do Brasil alcançaram 48 vitórias no automobilismo internacional, o que mostra uma evolução com relação ao ano passado, quando os triunfos somaram apenas 40.

Esse crescimento, claro, tem uma explicação. Nos últimos 12 meses, vários pilotos brasileiros conseguiram encerrar jejuns de vitórias. Nomes como Luiz Razia, Helio Castroneves, Bruno Junqueira, Nelsinho Piquet, Oswaldo Negri, Henrique Martins e Nicolas Costa voltaram a subir ao degrau mais alto do pódio, após alguns anos longe. Isso, aliás, foi tema de um post aqui no blog, que você pode clicar aqui para relembrar.

Nicolas Costa foi o único piloto campeão nos monopostos em 2012
Nicolas Costa foi o único piloto campeão nos monopostos em 2012

Outra coisa é que houve um desempenho positivo nas categorias de base, ainda que Costa tenha conquistado o único título do Brasil na modalidade. Dos seis pilotos que mais venceram em 2012, cinco vem dos campeonatos de base (o outro é Nelsinho Piquet), encabeçados justamente pelo campeão da F-Abarth.

O outro nome que merece destaque é o de Danilo Estrela, vice-campeão da Skip Barber de inverno. Só que vale uma observação na campanha do piloto goiano. Embora ele também tenha conquistado seis vitórias rumo ao segundo lugar, dois desses triunfos aconteceram em 2011, mas como é um campeonato bianual, que acontece nos mesmos moldes do futebol europeu, essas vitórias só foram contabilizadas agora.

Por fim, um último detalhe. As quatro vitórias de Lucas Foresti no F3 Brazil Open este ano, ao contrário de 2011, entraram como conquistas internacionais, pois dessa vez havia pilotos de outros países competindo em Interlagos. Como no ano passado foram apenas brasileiros, contei como vitórias nacionais. Agora, voltaram a ser internacionais.

Abaixo você pode conferir cada uma das vitórias internacionais em 2012, lembrando que há distinção de triunfos em categorias diferentes que dividem a mesma pista. Como é o caso das provas de endurance, com carros protótipos e GTs, por exemplos.

Nicolas Costa 6 6x F-Abarth
Danilo Estrela 6 6x Skip Barber Winter
Bruno Bonifácio 4 4x F-Abarth
Luiz Razia 4 4x GP2
Nelsinho Piquet 4 2x Truck Series, Nationwide, Nascar East
Lucas Foresti 4 Brazil Open, corrida 1,2,3 e 4
Henrique Martins 3 3x F3 Italiana
Antonio Pizzonia 2 2x Auto GP
Helio Castroneves 2 2x Indy
Pierre Kleinubing 2 2x Continental Series (categoria ST)
Pipo Derani 2 2x F3 Inglesa
João Paulo de Oliveira 2 1x F-Nippon e 1x SuperGT
Bruno Junqueira 1 1x ALMS (categoria PC)
Augusto Farfus 1 1x DTM
Alan Chanoski 1 1x Latam Challenge
Oswaldo Negri 1 1x GrandAm
Pietro Fantin 1 1x F3 Inglesa
Adriano Medeiros 1 1x Nascar EuroRacecar
Pietro Fittipaldi 1 1x Nascar AllAmerican
Cacá Bueno foi mesmo o nome a ser batido no Brasil
Cacá Bueno foi mesmo o nome a ser batido no Brasil

No Brasil, sem contar Mini Challenge, Audi DTCC e Mercedes Challenge, os pilotos brasileiros conquistaram 130 vitórias em 2012. O número foi sensivelmente menor que no ano passado, quando foram 175 triunfos em território nacional.

O culpado, digamos assim, por essa diminuição foram os campeonatos de monopostos. A F-Futuro foi extinta, enquanto a F3 Sudamericana teve um calendário reduzido e com rodadas duplas, ao contrário das triplas de 2011. A diminuição do número de provas da Copa Montana deu números finais.

Como resultado dessas alterações, o panorama de vitórias ficou um pouco mais próximo da realidade. No ano passado, o campeão de conquistas foi Fabiano Machado, da F3, com 17. Dessa vez, a primeira posição coube a Cacá Bueno, que terminou o ano com 11 conquistas.

Nada mais justo, para falar a verdade. O filho do narrador global competiu em três categorias em 2012 – Stock Car, Copa Fiat e GT Brasil – disputando o título de todas. Venceu nas duas primeiras e ficou com o vice da segunda. Nas campanhas, foram três vitórias na Stock, cinco no certame de Felipe Massa e outras três no GT Brasil, correndo ao lado de Claudio Dahruj.

A segunda colocação teve um empate entre André Bragantini e Higor Hoffman. Ambos venceram sete etapas, sendo que o primeiro se dividiu entre quatro conquistas no Brasileiro de Marcas e três na Copa Fiat. Higor, por sua vez, conseguiu uma marcar curiosa ao se tornar o primeiro piloto da categoria Light a vencer uma corrida da divisão principal da F3 nos últimos anos. A vitória aconteceu no encerramento do campeonato, em Curitiba. Os outros seis triunfos do garoto foram pela Light.

Abaixo você pode conferir os principais vencedores no Brasil em 2011. Lembrando que eu posso ter esquecido alguém em ambas as relações. Caso você perceba um nome faltando, pode avisar que será alterado.

Cacá Bueno 11 3x Stock Car, 5x Copa Fiat, 3x GT Brasil
André Bragantini 7 4x Br de Marcas, 3x Copa Fiat
Higor Hoffman 7 F3 Sudam e 6x F3 Sudam Light
Allam Khodair 6 2x Stock Car e 4x GT Brasil
Leandro Totti 6 6x F-Truck
Clemente Lunardi 6 6x Porsche Cup
Thiago Camilo 5 2x Stock Car, 2x Br de Marcas e 1x Copa Fiat
Ricardo Baptista 5 5x Porsche Cup
Felipe Guimarães 4 4x F3 Sudam
Raphael Raucci 4 4x F3 Sudam Light
Marcelo Hahn 4 4x GT Brasil

2 comentários sobre “As vitórias do Brasil em 2012

  1. Obrigado pela materia muito boa e fico feliz e orgulhoso por esta numa lista que para mim e bem importante para o nosso autobilismo. Lutei e ainda luto para estar de alguma maneira nesta luta so DEUS sabe minha luta m pouco de reconhecimento e muito importante.

    Valeu!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s