F1 2012 na Austrália

Opera House Sydney
A F1 chega à Austrália com a Lotus sendo a principal história até aqui. Se a temporada 2012 quiser ser mais interessante que uma peça do Opera House de Sydney, então é bom que o time inglês corresponda

Depois de um longo e rigoroso inverno, a F1 está de volta. Nos últimos meses, o noticiário esportivo no automobilismo foi tomado pelas mesmas matérias feitas exaustivamente. Luca Di Montezemolo, Bruno Senna, Felipe Massa, Bernie Ecclestone e Sebastian Vettel foram obrigados a responder as mesas perguntas o tempo todo.

Agora, isso acabou. Com os carros indo à pista em menos de 24 horas, o foco passa a ser o rendimento de cada um. Os repórteres agora vão querer saber por que determinado carro não foi bem ou por qual motivo determinado piloto está andando tão atrás do companheiro de equipe.

A maioria das respostas só será descoberta quando os carros forem à pista, mas o GP da Austrália já começa com alguns ingredientes nesse drama que se chama temporada 2012 da F1.

Certamente, o desempenho da Lotus nos treinos coletivos da pré-temporada não é a principal história da categoria nesta semana, mas é a mais divertida. Seria muito bom que a equipe inglesa conseguisse um bom resultado neste final de semana. Ainda que seja muito complicado para Kimi Raikkonen e Romain Grosjean desbancarem Sebastian Vettel, o campeonato ganharia bastante se os carros preto e dourados entrassem na briga com Red Bull e McLaren pelas primeiras colocações.

Claro, é possível que o Lotus E20 seja a nova Brawn, e Kimi Raikkonen conquiste o título de 2012 com um pé nas costas. Mas acho essa possibilidade um pouco mais improvável.

Se a Lotus chega à Melbourne contente com o desempenho até aqui, a Ferrari chega devendo. O time fez uma pré-temporada tão ruim, que foi obrigada a adotar a lei da mordaça, impedindo que os pilotos dessem entrevistas após os testes. E eu achava que essa prática era exclusiva do campeonato brasileiro de futebol.

Independentemente de quem inventou esse tipo de censura, a Ferrari entra em 2012 pressionada. No ano passado, a McLaren viveu uma situação bastante parecida, com o MP4/26 não conseguindo andar bem durante os treinos coletivos. A equipe de Woking praticamente refez o carro entre o último dia de testes e o primeiro GP do ano e pôde estrear com um modelo quase que totalmente novo.

O resultado dessa solução de emergência não poderia ter sido melhor. Lewis Hamilton terminou a etapa na segunda colocação, enquanto Jenson Button foi o sexto. Ou seja, caso a Ferrari comece o ano andando muito atrás, será um atestado de que eles não têm a capacidade da rival de se recuperar de uma crise técnica. Para piorar, imagina se o pessoal em Maranello já começar a adotar aquele discurso de esquecer a temporada 2012 para focar em 2013? Pô, mas a primeira corrida ainda nem aconteceu!

Heikki Kovalainen Angry Birds helmet
Heikki Kovalainen merece marcar todos os pontos do mundo depois de aparecer com um capacete desses em Melbourne

Para terminar de falar das equipes grandes, vale lembrar que Mark Webber tem aquela maldição da Austrália. O piloto estreou muito bem no Albert Park somando pontos quando ainda competia pela Minardi, mas jamais conseguiu bons resultados. Ano passado ele terminou na quinta posição e se disse bastante satisfeito. Será que esse ano o nosso amigo aussie vai conseguir desencantar em frente da própria torcida.

Entre os brasileiros, não há muito mistério para essa primeira prova. A grande curiosidade é saber o quanto atrás dos companheiros de equipe eles começam o ano. A partir daí será mais fácil traçar prognósticos para a dupla até o final da temporada.

Por fim, o grande destaque do primeiro dia em Melbourne é Heikki Kovalainen. Enquanto a Caterham abre a nova temporada na expectativa de somar os primeiros pontos da história, o finlandês resolveu inovar e apareceu para a corrida de abertura com um capacete homenageando o jogo ‘Angry Bird’. Espero que o nórdico entre em 2012 com sangue nos olhos iguais aos passarinhos.

Meu palpite para o GP é vitória de Sebastian Vettel seguido pelos dois carros da McLaren. Mas minha torcida é para a Lotus, até para termos uma temporada mais divertida em 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s