Logo da f3
Tirando o Living Colour, essa é a única imagem da F3 em 2010...

A Fórmula 3 Sudamericana começou a temporada 2010 neste final de semana (14-16/mar), em Brasília. E quem faz parte da nova geração de pilotos brasileiros que busca chegar ao automobilismo top nos Estados Unidos e na Europa? Essa é uma pergunta impossível de responder se dependermos da organização da categoria.

A categoria estreou o novo site nesta semana em comemoração a nova temporada. E mesmo assim a informação mais básica de quem são os participantes não está lá. Tem uma galeria com os pilotos, mas é a geração 2009 que está presente.

O site pelo menos coloca a agenda da atual temporada, assim como destaque para a transmissão ao vivo da Rede TV! para a prova final aos domingos. Há quem possa pensar que o material não foi atualizado. Muito pelo contrário. Todos os passos da banda Living Colour, que fez um show no autódromo de Brasília na noite desta sexta-feira, dia 14, foram devidamente contados. Mas e os resultados dos treinos? Pois é, eles ignoraram. Uma decisão muito sábia de uma categoria que busca espaço na mídia para alavancar patrocínio e trazer qualidade ao grid.

Se eles não informam quem corre, o leitor do World of Motorsport ficará sabendo por aqui. A briga pela temporada 2010 deve ser entre Bruno Andrade, da Cesário, e Yann Cunha, da Bassan. Bruno trocou a MX Racing pela principal equipe da categoria e foi o mais rápido em Brasília. Aliás, Andrade é o piloto brasileiro com mais chances de entrar na lista de 100 futuras promessas do site driverdb, que leva em conta as vitórias conseguidas pelos pilotos depois de deixarem o kart até um dia antes de completarem 22 anos.

Bruno tem nove vitórias, enquanto o 100ºna lista, o britânico Daniel Brown, tem 12. Vale lembrar que a F3 Sudam terá 24 corridas na atual temporada. Aproveitando o parêntese sobre a lista, são dois brasileiros presentes: Luiz Razia em 47º (16 vitórias) e Leonardo Cordeiro em 91º (12).

Yann Cunha é brasiliense e começa a segunda temporada na categoria. O piloto esteve no Reino Unido, onde negocia um contrato com a T-Sport para a temporada 2011 da Fórmula 3. Após trocar a Razia pela Bassan, Yann foi um dos pilotos que mais treinou na pré-temporada e está entre os favoritos.

Para completar o esquadrão da Cesário, a equipe trouxe Lucas Foresti para competir em casa, na capital federal. O time B terá Fernando “Kid” Resende, que veio do kart, e Ronaldo Freitas, vindo do GT3. Já a Bassan escalou Aldo Piedade Jr como companheiro de Yann Cunha. Aldo é um veterano piloto da Clio Cup.

A categoria conta com os veteranos da categoria como Nilton Molina (21 anos, da PropCar), Leonardo Souza (24/Kemba) e Lu Boesel (23/Dragão).

Para competir na divisão principal, a Razia trouxe Rodolpho Santos, de 21 anos, vindo da GT3 Brasil, e que retorna à F3 após dois anos. A Dragão se reforçou com Matheus Laba, enquanto a PropCar terá Guilherme Camilo.

A categoria B consolidou-se em 2010. Além de Kid e Freitas, a novata equipe Capital terá Alberto Catucci. Outra novidade para a atual temporada: a F3 terá dois pilotos internacionais. O primeiro é o colombiano Francisco Díaz, na Dragão, e terá como companheiro o angolano Duarte Ferreira.

Enquanto 14 pilotos largam para a etapa de Brasília, algumas especulações da pré-temporada não se confirmaram. A equipe britânica Hitech não alinhou nenhum carro para a etapa de abertura, mas já anunciou que correrá com Pietro Fantin em algumas provas. Já a Amir Nasr Racing não retornou à categoria, onde competiu por mais de 20 anos. Na realidade, eles estarão presentes na nova Fórmula Universitária, que, como o nome diz, terá a participação das universidades brasileiras. A ANR apoiará a favorita Universidade de Brasília. Quero dizer, favorita apenas porque este que vos escreve estuda lá.