Isto também é Dakar

BMW de Guerlain Chicherit
Dia fantástico da BMW. Vitórias de Chicherit e de Verhoeven

Quem se acostumou ver dunas gigantes, paisagens desérticas e, quando muito, pequenos vilarejos, na última semana de competição, estranhou à nova paisagem que os participantes do Dakar encararam. Ao invés da areia, o trecho entre Santiago e San Juan, na Argentina, foi marcado pela volta da plateia, de terra e da vegetação ao Dakar.

Quem se acostumou à definição global de “domínio azul” em alusão aos patrocinados pela Red Bull dominarem a competição durante os trechos no Atacama, viu outros nomes na frente.

O holandês Frans Verhoeven, em uma motocicleta BMW, foi o primeiro a chegar à cidade de San Juan. Verhoeven está 16 horas atrasado em relação ao líder Cyril Despres, apenas o sétimo hoje. O americano Jonah Street foi o segundo, seguido por Alain Duclos, Ullevalseter, Lopez Contardo e David Fretigne. Rodolpho Mattheis terminou em 43º, mas assumiu a liderança de sua classe.

Na soma dos tempos, Despres segue administrando a vantagem de 1h20min para Ullevalseter. Lopez Contardo é o terceiro. Marc Coma ganhou outra posição e é o 16º, enquanto Verhoeven subiu para 49º,  após passar por inúmeros problemas nos estágios passados.

Com a vitória de Verhoeven, a BMW fez dobradinha já que, nos carros, o primeiro colocado foi Guerlain Chicherit também da montadora. Continuando os resultados surpreendentes, o argentino Terranova chegou em segundo. De Villiers foi o terceiro e Nasser Al-Attiyah, o quarto. Resultando importante para o piloto do Qatar, uma vez que Carlos Sainz, adversário pelo título, finalizou somente em oitavo. Guilherme Spinelli foi o 12º e Jean Azevedo, o 17º.

Piloto de rally, do Qatar, Nasser Al-Attiyah
Al-Attiyah continua alucinado e a disputa com Carlos Sainz deve seguir até o final

Carlos Sainz se mantém na liderança, mas Al-Attiyah está apenas quatro minutos e meio atrás. A disputa nos próximos dias promete ser emocionante. Mark Miller continua em terceiro, depois temos Peterhansel, Chicherit, Carlos Sousa, De Villiers e Guilherme Spinelli. O outro brasileiro, Jean Azevedo, é o 27º.

Marcos Patronelli, nos quadriciclos, foi o terceiro, mas é líder no geral com boa diferença para Alejandro Patronelli. O vencedor de hoje foi o também hermano Halpern. Nos caminhões, vitória de Kabirov com Chagin em segundo, mas este ainda lidera com mais de uma hora de vantagem.

Amanhã os competidores atravessarão 796 km, dos quais 476 km serão cronometrados, entre San Juan e San Rafael. O Dakar vai chegando ao fim, mas nada está decidido.

Em tempo, o italiano Luca Manca saiu do coma e segue se recuperando do grave acidente no sexto estágio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s