Será que Rafael Câmara ainda pode ser o campeão da temporada 2022 da F4 dos Emirados Árabes e, de quebra, se tornar o primeiro piloto brasileiro a levantar uma taça neste ano?

A situação não é nada fácil. Sem dúvida nenhuma, Câmara tem sido o grande destaque do campeonato do Oriente Médio, que acontece em meio ao inverno europeu. Nas três rodadas que disputou até agora, o brasileiro tomou parte de 12 baterias. Venceu cinco, subiu ao pódio em outra oportunidade e ainda arrematou duas poles.

Como resultado, ocupa a terceira colocação na tabela, com 165 pontos, 46 a menos que o austríaco Charlie Wurz (filho do ex-F1 Alex Wurz), o líder do campeonato.

O grande prejuízo de Câmara foi ter ficado de fora da rodada de abertura, em Abu Dhabi, devido a um problema de saúde. Em um campeonato tão curto, de 20 corridas, perder quatro delas praticamente acabou com suas chances de conquistar com a taça.

Na ausência do brasileiro, quem assumiu o carro da Prema foi o italiano Andrea Kimi Antonelli. Nas primeiras quatro provas do ano, em Yas Marina, ele obteve duas vitórias, um segundo e um terceiro lugares. Ou seja, o equipamento estava voando por lá. Uma pena Câmara não ter corrido.

Os números impressionantes de Rafael Câmara na F4 dos Emirados Árabes

Desde que foi liberado pelos médicos, Câmara tem se destacado. Tem marcado em média 55 pontos por etapa, contra 52,7 de Wurz.

Só que há um porém nos números do brasileiro. Ele não foi bem na estreia em Dubai, quando ainda estava se recuperando da doença e se adaptando aos monopostos. Nas quatro corridas disputada no traçado curto de lá, alcançou um terceiro lugar como melhor resultado. Nas outras baterias, foi nono uma vez e terminou as outras duas fora da zona de pontos.

Ou seja, nas duas etapas seguintes (todas em Dubai), sua média tem sido de 74 pontos por etapa (de 104 possíveis), 21,3 a mais que a de Wurz.

Como a diferença entre elas na tabela é de 46 pontos, isso quer dizer que a única chance de Câmara ser campeão é repetindo em Abu Dhabi o desempenho dominante que vem tendo nas últimas rodadas e ainda contar com ao menos um abandono (ou uma corrida fora do top-10) do rival. Não é impossível, claro, mas Wurz terá a vantagem de jogar com o regulamento debaixo do braço, podendo ser mais conservador rumo ao primeiro título da carreira.

Mas que, independentemente da classificação final, Câmara foi o grande destaque da F4 dos Emirados Árabes de 2022, isso foi.

Resta ver se ele conseguirá levar a boa fase para a F4 Italiana no restante do ano.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da penúltima etapa da temporada 2022 da F4 dos Emirados Árabes, assim como os das principais categorias do automobilismo mundial no fim de semana.

Rafael Câmara, F4, Fórmula 4, Emirados Árabes, Dubai, 2022, Prema
Rafael Câmara já acumula cinco vitórias nas últimas oito corridas e pode conquistar o título da F4 dos Emirados Árabes em 2022 – foto: