O maior desafio de escrever a Agenda da velocidade todas as semanas aqui no World of Motorsport é que nunca mais consegui responder quando meu pai me pergunta “quem ganhou a corrida hoje?

Sempre fico pensando se ele está querendo saber da Imsa, da F4 Espanhola, do Super GT, do Europeu de Kart ou de alguma outra das dezenas de categorias que eu coloco os horários, resultados e onde assistir nos posts por aqui.

Mas talvez no fundo ele só queira ouvir como resposta “Lewis Hamilton” ou “Max Verstappen”.

É claro que em 2021 teve muita vitória de Hamilton e de Verstappen na F1. Mas muita gente acessou a Agenda da velocidade para descobrir o que aconteceu em categorias menos conhecidas que a F1, principalmente naquelas em que há pilotos brasileiros se destacando ou lutando para se firmar.

Abaixo, você confere cinco curiosidades das Agendas da velocidade publicadas aqui no World of Motorsport em 2021:

O RESULTADO MAIS BUSCADO DO ANO

A família Fittipaldi costuma arrastar multidões. No ano passado, o resultado mais buscado das Agendas da velocidade tinha sido a estreia de Pietro na F3 Asiática, na saga rumo aos pontos da superlicença.

Em 2021, Pietro praticamente não correu, mas o interesse pela família continuou bastante alto. Coube a Enzo manter os Fittipaldi no topo. Tanto que o resultado mais popular deste ano foi o da definição do grid de largada da etapa de Barber da Indy Pro 2000, que marcou a chegada do piloto nos EUA.

Na época, Enzo marcou o décimo tempo. De um lado, superou seu companheiro de equipe, o britânico Enaam Ahmed. Do outro, ficou 0s6 distante da pole-position.

A passagem do piloto pelos EUA durou pouco. Após uma etapa conturbada em São Petersburgo, ele aceitou uma proposta da Charouz e voltou à Europa para competir na F3. Ainda deu tempo de fazer sua estreia na F2 nas últimas corridas de 2021.


O CAMPEONATO PREFERIDO DE 2021

Como Pietro Fittipaldi quase não correu em 2021 e Enzo participou parcialmente de três categorias diferentes, ao considerarmos o que aconteceu ao longo de todo o ano, outros campeonatos mantiveram a regularidade e foram os mais buscados na Agenda da velocidade.

Um deles foi a USF2000, que teve o brasileiro Kiko Porto como o campeão.

Houve, obviamente, um interesse maior pela categoria, uma vez que havia um representante do Brasil lutando pela taça. Mas também teve um empurrãozinho dos Fittipaldi, já que as provas da USF2000 eram transmitidas pelo canal dos irmãos no Twitch, o que contribuiu para aumentar sua exposição.

Ainda dentro do “efeito Fittipaldi”, a F3, destino de Enzo após sua passagem pelos EUA, foi outro campeonato que teve bastante interesse dos fãs, principalmente porque tanto ele quanto Caio Collet volta e meia lutavam por pódios.

Já a primeira temporada da F-Regional by Alpine também foi bastante popular na Agenda da velocidade, por contar com a presença de Gabriel Bortoleto e de Dudu Barrichello. A categoria tinha como principais trunfos a influência do sobrenome famoso de Dudu, poder acompanhar a evolução dos dois brasileiros ao longo do ano e a presença de um monte de pilotos das academias de F1.


O MAIOR FIM DE SEMANA DE TODOS

Quem acompanha o automobilismo mais de perto sabe que o principal fim de semana do ano é o último do mês de maio, que costumava ter o GP de Mônaco de F1, as 500 Milhas de Indianápolis e as 600 Milhas da Nascar.

Neste ano, a F1 acabou com a farra e antecipou a etapa de Monte Carlo em uma semana.

Mas a verdade é que não afetou em nada o interesse pelo esporte a motor. Ao menos quando o assunto é audiência da Agenda da velocidade em 2021, o fim de semana da Indy 500 foi de longe o mais popular.

A Agenda da velocidade 21, além da Indy e da Nascar, contou com Kiko Porto em ação pela USF2000, Rafael Câmara disputando o Europeu de Kart, MotoGP e F-Regional by Alpine.

E o público foi recompensado com Helio Castroneves conquistando sua histórica quarta vitória da carreira nas 500 Milhas. Justamente em seu primeiro ano longe da Penske, que se tornou dona do tradicional oval.


E O MENOR FIM DE SEMANA DE TODOS

Normalmente as últimas Agendas da velocidade do ano já começam em desvantagem, porque têm menos campeonatos em ação nem a possibilidade de ir acumulando audiência com o passar dos meses.

Em 2021, houve, sim, campeonatos que foram espichados até dezembro, como a consequência do momento que estamos vivendo, mas as últimas semanas foram um período de relativa calmaria nas pistas.

Na Agenda da velocidade 47, do último fim de semana de novembro, em um raro intervalo da F1, houve apenas corridas do Super GT, do WTCR e do Endurance Brasil, além dos treinos coletivos da Formula E. Não é uma surpresa que a maioria dos fãs do esporte a motor tenha optado por não seguir tão de perto o que aconteceu nele.


É 2020 OU 2021?

Quase que em 2021 não deu para chegar às 50 Agenda da velocidade previstas. Esse costuma ser o número máximo em uma temporada, uma vez que não há corridas no Natal nem no Ano Novo.

Tradicionalmente, o primeiro fim de semana com carros na pista era ocupado apenas pela Imsa, que realizava os treinos coletivos das 24 Horas de Daytona, o chamado Roar Before the 24, nessa época. Em 2021, a Imsa mudou a data da atividade para o fim de janeiro. Ou seja, havia o risco de passarmos em branco até meados do primeiro mês do ano.

Aí que as alterações no calendário de 2020 entraram em ação. Tanto o Super TC2000 quanto as 12 Horas do Golfo foram remarcadas do ano passado para o primeiro fim de semana de janeiro. Entraram na primeira Agenda da velocidade 2021, contribuindo para que neste ano tivéssemos as 50 previstas normalmente.

Que em 2022 a gente continue com muitos carros na pista e tenhamos novamente cinco dezenas de fins de semana de muita velocidade.

E você já sabe, mas não custa lembrar. Toda quinta-feira publico aqui no World of Motorsport a Agenda da velocidade, com todos os horários, resultados e onde assistir às principais categorias do automobilismo mundial. Depois, é só voltar nelas e conferir os resultados de cada uma das sessões de pista e como ficaram os campeonatos.

Confira os outros textos do especial de fim de ano:
> 5 jovens promessas para ficar de olho em 2022
> Os melhores de 2021 no automobilismo mundial
> 12 anos de World of Motorsport
> 2021 World of Motorsport Rookie of the Year

Enzo Fittipaldi, RP, Indy Pro 2000, Road to Indy, pré-temporada, Barber
Os torcedores acompanharam de perto a rápida passagem de Enzo Fittipaldi pela Indy Pro 2000 em 2021 – foto: rf1/divulgação