Nesta terceira e última parte do resumo do mercado de pilotos para a temporada 2022 da F1, confira os rumores e especulações envolvendo Red Bull, AlphaTauri e Alpine.

Para não deixar este texto muito longo, dividi as dez escudeiras da principal categoria do automobilismo mundial em partes. Para acessar a primeira, com as especulações de Mercedes, McLaren, Aston Martin e Williams, é só clicar aqui.

Já a segunda parte, com Ferrari, Alfa Romeo e Haas, está aqui.


Red Bull na F1 2022

2021 – Max Verstappen e Sergio Pérez
2022 – Max Verstappen e Sergio Pérez

Durante as férias da F1, surgiu o rumor de que a Red Bull não estava tão contente assim com o desempenho de Sergio Pérez. É verdade que o mexicano venceu em Baku, subiu ao pódio em Paul Ricard e liderou boa parte do GP de Portugal. Mas sua temporada também foi marcada por dificuldades. Em Silverstone, uma batida sozinho na corrida sprint comprometeu seu desempenho ao longo de todo o fim de semana, e ele mal se manteve na pista em Imola.

Isso sem falar no abandono na primeira volta do GP da Hungria, onde não teve culpa de se envolver no acidente iniciado por Valtteri Bottas.

Mas os boatos não duraram muito tempo. Antes mesmo do primeiro treino livre para o GP da Bélgica, a Red Bull confirmou a renovação do contrato do mexicano para a próxima temporada.

Pérez pode não estar fazendo um campeonato tão bom assim, mas tem uma grande vantagem em relação a Alexander Albon ou Pierre Gasly, seus antecessores na esquadra rubro-taurina: o número de fins de semana problemáticos dele é muito menor.

Seus antecessores muitas vezes eram obrigados a fazer corridas de recuperação, o que os deixava fora da briga com Verstappen e com a Mercedes. Pérez também tem sua dose de problemas, mas costuma andar no top-5 mais constantemente, colocando pressão na montadora alemã. Foi dessa forma, por exemplo, que a Red Bull conseguiu executar a estratégia vencedora do GP da França.


AlphaTauri na F1 2022

2021 – Pierre Gasly e Yuki Tsunoda
2022 – Pierre Gasly (?), Yuki Tsunoda (?), Alex Albon (?), Juri Vips (?), Liam Lawson (?)

Com a renovação de Pérez com Red Bull, a tendência é que o próximo anúncio para a temporada 2022 da F1 seja a confirmação de Pierre Gasly em mais um ano na AlphaTauri.

O francês está mais valorizado do que nunca. Se a vitória no GP da Itália do ano passado foi mais obra do acaso pelo momento em que o safety-car entrou na pista (e também pela punição a Lewis Hamilton), em 2021 Gasly tem andado muito bem. Já conquistou um pódio, em Baku, vem de um top-5 na Hungria e só não pontuou em três dos primeiros 11 GPs do ano. É o oitavo na tabela, na frente de Daniel Ricciardo, da McLaren, e também das duplas de Aston Martin e Alpine.

Não faria sentido a Red Bull abrir mão de Gasly e reforçar uma rival, ainda mais que o novo contrato de Pérez é de apenas um ano.

Na segunda vaga, Yuki Tsunoda está demorando a se firmar na F1, apesar de ter conquistado em Hungaroring o sexto lugar, seu melhor resultado na carreira até aqui.

É verdade que o piloto nipônico está apenas em sua terceira temporada no continente europeu, mas a Red Bull nunca se mostrou muito paciente com seus recrutas. O principal problema de Tsunoda tem sido os sábados. Sua posição média de largada é só de 14,1, contra 6,9 de Gasly.

Caso não melhore rapidamente, sua situação pode ficar ainda mais delicada caso Juri Vips ou Liam Lawson, do Red Bull Junior Team, conquistem o título da F2. Mas aí o timing pode ajudar. As últimas etapas do campeonato de acesso, na Arábia Saudita e em Abu Dhabi, vão acontecer somente em dezembro. Ou seja, Tsunoda tem bastante tempo pela frente para iniciar sua recuperação e mostrar que merece permanecer para 2022.


Alpine ne F1 2022

2021 – Fernando Alonso e Esteban Ocon
2022 – Fernando Alonso e Esteban Ocon

Depois de renovar o contrato de Esteban Ocon por mais três temporadas, a Alpine decidiu estender o vínculo de Fernando Alonso para 2022.

Levando em conta que a escuderia acaba de vir de uma vitória no GP da Hungria, onde seus dois pilotos tiveram bom desempenho, a manutenção da dupla faz todo o sentido.

Só que ela vem em um momento no qual os pilotos juniores da academia da Alpine também estão se destacando, com Oscar Piastri e Guanyu Zhou na liderança da F2. Sem chances no time francês, os dois são especulados em outras escuderias, como Alfa Romeo e Williams na F1 2022. Já Christian Lundgaard, também da academia francesa, mas sem os mesmos bons resultados na categoria de acesso, até já fez sua estreia na Indy.

Tempos difíceis para ser um jovem piloto da Alpine.

Para conferir a primeira parte, com os pilotos especulados em Mercedes, McLaren, Aston Martin e Williams, é só clicar aqui.

Ou clicar aqui para ver o post com os rumores de Ferrari, Alfa Romeo e Haas.

Guanyu Zhou testou pela Alpine na Áustria, mas ficou sem vaga no mercado de pilotos da F1 2022 – foto: alpine/divulgação