Liam Lawson, F2, Fórmula 2, 2021, Red Bull Junior Team, Bahrein, Hitech

O dilema de Liam Lawson entre F2 e DTM em 2021

Liam Lawson começou a temporada 2021 sem grandes expectativas dentro do Red Bull Junior Team. Tanto que, além de competir na F2, ele foi escalado pela fabricante de energéticos para participar de todas as etapas do DTM no retorno da marca à categoria alemã.

Nos últimos anos, o neozelandês já vinha perdendo espaço dentro do Red Bull Junior Team. Não por culpa dele, mas como consequência do efeito Yuki Tsunoda.

O piloto japonês chegou passando o trator na iniciativa rubro-taurina. Quando ele foi contratado, no início de 2019, muitos atribuíam o acerto como um favor à Honda, que até este ano fornece os motores para a Red Bull na F1.

Mas logo Tsunoda mostrou que sua contratação foi por méritos próprios. Em seu primeiro ano no automobilismo europeu, terminou a F3 em nono lugar, tendo obtido três pódios, com direito a uma vitória, em Monza. Já Lawson, mais habituado às pistas da Europa, participou do mesmo campeonato e terminou atrás: foi o 11º primeiro na tabela, com dois pódios.

Só que enquanto Lawson ficou na F3 para mais um ano em 2020, seu colega de Junior Team subiu para a F2, tornou-se o piloto mais promissor do grid e garantiu a superlicença para ser promovido à F1 pela AlphaTauri.

Lawson não fez feio em seu segundo ano na F3, é verdade. Lutou pelo título até a última etapa, com direito a três vitórias ao longo da sua campanha. A taça não veio, mas foi o suficiente para garantir a promoção para a F2.

Neste ano, na principal categoria de acesso da F1, o neozelandês foi colocado na equipe Hitech junto de Juri Vips, que antes do efeito Tsunoda era considerado o nome mais promissor do Red Bull Junior Team.

Como a tendência é que Tsunoda consiga se estabelecer na F1 e Vips é considerado o próximo nome da fila da marca de energéticos, desde o começo do ano já se sabia que Lawson não tinha muitas perspectivas dentro do Red Bull Junior Team. Por isso, o DTM se tornou uma alternativa para o futuro de sua carreira.

Não que as chances de um chegar à F1 tenham acabado. Neste ano, o neozelandês vai correr tanto na F2 quanto na categoria alemã, uma vez que não haverá choque de datas entre elas.

Liam Lawson bem na F2 2021

E foi justamente na primeira etapa da F2 2021 que a situação dele começou a mudar. Beneficiado pela regra do grid invertido, Lawson venceu logo em sua estreia na categoria e garantiu outro pódio na prova principal do fim de semana. É o segundo colocado na tabela, com 30 pontos, 11 a menos que Guanyu Zhou.

Claro que uma única etapa é muito pouco para servir de parâmetro do que podemos esperar do neozelandês neste ano, quanto mais para cravar que ele estará na F1 em 2022.

Mas é o suficiente para levantar dúvidas sobre a motivação que ele terá para correr no DTM, se o foco estará na ida para a F1.

Isso sem falar na questão de se alternar entre os monopostos da F2 e os modelos GT3 do campeonato alemão, justamente em um momento da carreira em que o mais interessante talvez seja focar em um só.

Fora que Vips teve problemas mecânicos durante toda a primeira etapa da F2 e a tendência é que ele consiga se recuperar na tabela, acirrando a disputa interna entre os pilotos do Red Bull Junior Team. E, diferente de Lawson, ele não se dividirá entre duas categorias em 2021. Seu foco está claro: chegar à F1.

foto do topo: dutch photo agency/red bull content pool

Liam Lawson, DTM, F2, 2021, Ferrari, GT3, Red Bull, Red Bull Junior Team
Liam Lawson vai correr em uma Ferrari patrocinada pela Red Bull no DTM 2021 – imagem: red bull content pool

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s