Hadrien David, F-Regional by Alpine, 2021, treinos coletivos, pré-temporada, Imola, F-Regional

Dudu Barrichello e Bortoleto nos treinos da F-Regional by Alpine em Imola

Com a presença dos brasileiros Dudu Barrichello e Gabriel Bortoleto, a novíssima F-Regional by Alpine foi à pista para os dois primeiros dias de treinos da pré-temporada de 2021 em Imola, na Itália.

A categoria é a fusão entre a F-Regional e a F-Renault Eurocup, que existiam até 2020. Ela manteve o nome F-Regional, por vontade da FIA, mas continua com praticamente o mesmo regulamento que o campeonato da marca francesa, com dez etapas ao longo do ano, cada uma delas com duas classificações e duas corridas.

O resultado é um grid de mais de 30 competidores, sendo talvez o mais competitivo entre as categorias de acesso da F1 em 2021.

Entre os participantes, dois são brasileiros: Dudu Barrichello, que está fazendo a transição para o automobilismo europeu depois de ter sido o vice-campeão da USF2000, nos EUA, em 2020, e Gabriel Bortoleto, fenômeno no kartismo, mas que vem de um ano de altos e baixos na F4 Italiana.

Para ambos, 2021 deve ser uma temporada de adaptação ao novo campeonato, em vez de brigar por pódios e vitórias. Até porque nenhum está em uma equipe supercompetitiva. Barrichello assinou com a JD, que ganhou prova com David Vidales no ano passado – justamente em Imola -, mas que não está no mesmo patamar de R-Ace, ART, Prema e MP. Já Bortoleto competirá pela DR, vinda da F-Regional, onde teve sua melhor fase com Igor Fraga ao volante em 2019.

Em Imola, ambos ficaram no meio da tabela. Bortoleto chegou a ser o 16º no primeiro dia de atividades, mas quando as condições da pista não eram as melhores. Na soma dos tempos, ele fechou em 18º. Quanto a Barrichello, o filho do ex-F1 Rubens Barrichello saiu da 27ª posição no primeiro dia para o 20º posto na classificação final.

Apesar de resultados de pré-temporada nunca serem um bom indicador do que vai acontecer no ano, esse desempenho indica que eles terão um processo de adaptação em 2021.

Quem andou na frente nos treinos da F-Regional by Alpine

A primeira colocação em Imola ficou com o francês Hadrien David, que começa o ano pressionado. Campeão da F4 Francesa em 2019, ele tomou parte da F-Renault Eurocup em 2020, sendo somente o décimo na tabela e passando longe da briga para ser novato do ano. Como resultado, foi dispensado pela academia de jovens pilotos da Renault, mas espera recuperar o posto no programa se conquistar o título em 2021.

Os franceses, aliás, fizeram a dobradinha na primeira sessão de treinos da pré-temporada, com Isack Hadjar completando em segundo. O jovem piloto já tinha se destacado neste ano ao obter cinco pódios em nove corridas da F3 Asiática, em um grid que contava com nomes da F2. Hadjar será um novato em 2021 e dividirá a equipe R-Ace com David.

Atual campeão da F4 Italiana, Gabriele Mini mostrou rápida adaptação à F-Regional e terminou empatado com Hadjar na tabela de tempos, com ambos tendo cravado 1min37s996. O italiano é um dos favoritos ao título, mas vai depender de como ele se sairá contra nomes mais experientes, como é o caso dos quase-xarás Hadrien David e David Vidales.

Falando em Vidales, apesar de ser o principal nome do campeonato em 2021, o espanhol foi somente o 21º na soma dos tempos em Imola. Mas é costume a equipe Prema, para a qual ele compete, esconder o jogo na pré-temporada.

Só que a quarta colocação ficou justamente com outro representante da Prema: Dino Beganovic, também vindo da F4 Italiana e que defende a Academia da Ferrari.

O experiente Grégoire Saucy, que iniciará sua terceira temporada no certame, foi o quinto, seguido por William Alatalo, outro que também já estava na F-Renault Eurocup em 2020.

Vice-campeão da F4 Italiana, Francesco Pizzi registrou o sétimo melhor tempo das atividades, superando o finlandês Patrik Pasma e o italiano Andrea Rosso.

Franco Colapinto, outro dos considerados favoritíssimos ao título, marcou o décimo melhor tempo. Fica a dúvida se a equipe MP, assim como a Prema, está escondendo o jogo ou se é melhor o argentino abrir o olho neste começo de 2021.

Entre os outros nomes de destaque do grid, Zane Maloney, de Barbados, colocou o terceiro carro da R-Ace em 13º, uma posição à frente do estoniano Paul Aron, da academia da Mercedes. Assim como David, Aron chega a 2021 pressionado para mostrar resultado e justificar o investimento que a equipe mais forte da F1 está fazendo nele. Como o estoniano corre pela Prema, o desempenho em Imola pode enganar.

Thomas Ten Brinke, campeão mundial de kart na divisão OKJunior em 2019, foi o 15º, enquanto Kas Havenkort, que dominou a F4 Espanhola no ano passado acabou em 17º, muito abaixo do que se espera dele.

A F-Regional by Alpine volta às pistas já nesta semana, em Barcelona, para mais dois dias de pré-temporada. A primeira etapa está marcada para os dias 17 e 18 de abril justamente em Imola.

Abaixo você pode conferir a soma dos tempos dos treinos da F-Regional by Alpine 2021 em Imola (clique na imagem para ampliar se necessário):

2 comentários sobre “Dudu Barrichello e Bortoleto nos treinos da F-Regional by Alpine em Imola

  1. Lembrei do Igor Fraga. Alguma notícia do que ele vai fazer este ano? Foi uma pena o que aconteceu. Acho que ele iria super bem na f3.
    Chico fogaça

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s