Pietro Fittipaldi, Haas, Bahrein, 2020, F1, Fórmula 1, estreia, GP de Sakhir

Pietro Fittipaldi estreia na F1 2020: pode dar certo?

Quem será o próximo brasileiro a chegar à F1? Essa pergunta enfim será respondida no fim de semana quando Pietro Fittipaldi fizer a estreia na principal categoria do automobilismo mundial, pela Haas, ao substituir o lesionado Romain Grosejan no GP de Sakhir, que será disputado no anel externo do Bahrein.

Fittipaldi é um dos pilotos reservas da Haas. Neste ano, ele tem sido o responsável por comandar o simulador da equipe, em vez de participar de alguma outra categoria do esporte a motor.

Tanta dedicação deu certo, e agora ele terá a chance de fazer parte do grid, mesmo que seja por uma única corrida na carreira.

Mas o que podemos esperar de Pietro Fittipaldi em sua primeira corrida na F1? De cara, será uma corrida bastante complicada, não só por ele ser o competidor menos experiente do grid, mas também por andar pela Haas, um time que não tem sido competitivo em 2020.

Abaixo eu listei três pontos negativos e três positivos que dão uma ideia do tamanho do trabalho que Pietro Fittipaldi terá em sua primeira corrida na F1. Confira:

Pontos negativos da estreia de Pietro Fittipaldi na F1

1) Motor Ferrari

Nessa altura do campeonato, não é novidade para ninguém que o propulsor da Ferrari, que equipa o carro da Haas, é o pior entre os quatro da F1. Dos seis pilotos que andam com esse equipamento, Charles Leclerc é o único que vem conseguindo pontuar com alguma frequência. Todos os demais têm passado a maior parte do tempo fora do top-10.

A situação deve piorar ainda mais no anel externo do Bahrein, onde a previsão é que os pilotos andem de pé embaixo durante a volta quase toda. É só ver o que aconteceu em Monza, outro circuito de aceleração plena. Por lá, nenhum dos carros de Ferrari, Haas e Alfa Romeo terminou na zona dos pontos.

2) Sem tempo no simulador

Talvez você esteja achando estranho a falta de tempo no simulador ser um problema para a estreia de Fittipaldi na F1, se o brasileiro era justamente o responsável por comandar a parte virtual da Haas.

O problema é que como o anel externo de Sakhir entrou no calendário de última hora, em decorrência da pandemia, não deu tempo de a Haas programá-lo em seu simulador. A revelação foi feita por Kevin Magnussen, titular do time, durante o fim de semana do GP do Bahrein.

Agora resta ver se a experiência no traçado misto de Sakhir poderá ajudar o brasileiro em sua primeira prova na principal categoria do automobilismo mundial.

3) Ano sabático

Contratado pela Renault neste ano, Esteban Ocon disse em uma entrevista que levou mais tempo do que ele esperava para recuperar o ritmo após passar 2019 longe da F1.

No caso de Fittipaldi, o brasileiro praticamente não tomou parte de nenhum campeonato neste ano. Ele só esteve nas provas da F3 Asiática, no começo de 2020, quando garantiu a superlicença.

Situação um pouco diferente de outros pilotos de simuladores. Louis Délétraz, o outro reserva da Haas, tem corrido na F2, em provas de GT3 e também esteve nas 24 Horas de Le Mans. Já Antonio Fuoco, que comanda a parte virtual da Ferrari, competiu no GT Italiano em 2020.

Pontos positivos da estreia de Pietro Fittipaldi na F1

1) Experiência

A principal vantagem de o brasileiro ter sido escolhido pela Haas para substituir Romain Grosjean em Sakhir, em vez de trazer alguém como Nico Hulkenberg, é que ele conhece o equipamento como ninguém. Afinal, é o responsável por comandar o simulador da equipe americana, e 100% de seu foco neste ano foi em função da escuderia.

Além disso, Fittipaldi foi um dos únicos reservas a ter testado com frequência por sua respectiva equipe da F1 nos últimos anos. Em 2019, por exemplo, andou tanto na pré-temporada quanto no treino dos novatos, realizado após o fim do campeonato.

2) Corrida conturbada

Obviamente, a gente torce para que a prova no anel externo de Sakhir não tenha algum susto como o acidente de Grosejan no início do GP do Bahrein.

Mas circuitos de alta velocidade, com carros acelerando o tempo todo, asa móvel e vácuo são convite para confusões. É só ver o resultado surpreendente do GP da Itália neste ano, com vitória de Pierre Gasly, da AlphaTauri.

Assim, se tivermos uma prova cheia de problemas e abandonos, como foi a de Monza, Fittipaldi pode ter, sim, uma chance de pontuar logo em sua primeira corrida da F1.

3) Pietro Fittipaldi se preparou para estar na F1

A parte mais legal da estreia do brasileiro na F1 é ver que ele será recompensado por ter insistido em um projeto, mesmo tendo recebido muitas críticas nesse tempo.

Seus críticos diziam que era melhor Fittipaldi ter ficado na Indy, no WEC e/ou no DTM em vez de tentar a sorte na F1.

Ele também foi repreendido por ter passado o começo de 2020 correndo em uma categoria mais fraca, a F3 Asiática, só para obter na marra os pontos que faltavam em sua superlicença – o documento obrigatório para participar da F1.

Isso sem falar de ele ter desistido de última hora da Super Formula, do Japão, para focar seu trabalho em 2020 apenas em ser o reserva da Haas.

Com Mick Schumacher e Nikita Mazepin apontados como dupla da Haas na temporada 2021 da F1, parecia que a estratégia de Fittipaldi para chegar à principal categoria do automobilismo mundial tinha dado errado. Mas aí veio o grave acidente de Grosjean, e coube ao brasileiro a tarefa de substituí-lo em Sakhir.

Alguém pode dizer que foi sorte, um acaso do destino que irá colocá-lo em um F1. Mas não foi nada disso. Fittipaldi passou os últimos anos de sua carreira se preparando para esse momento. Para ter a chance de entrar no cockpit de um F1 caso uma chance, por menor que fosse, surgisse. E agora a oportunidade apareceu. Mérito todo dele de ter acreditado nesse projeto.

foto Pietro Fittipaldi
Pietro Fittipaldi testou com a Haas na F1 em diversas oportunidades já – fotos do post: haas/rf1/divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s