Dudu Barrichello, USF2000, vice-campeão, Eduardo, 2020

Os pontos positivos do vice de Dudu Barrichello na USF2000

Dudu Barrichello terminou a temporada 2020 como o vice-campeão da USF2000.

De uma maneira geral, dá para dizer que o filho mais velho do ex-F1 Rubens Barrrichello cumpriu praticamente tudo o que se esperava dele neste ano.

Tendo pela primeira vez na carreira um carro competitivo durante toda a temporada – o da equipe Pabst, uma das melhores do certame -, Dudu conquistou três vitórias, três poles e outros seis pódios, um desempenho muito bom para um piloto que está em seu segundo ano na categoria e sofria com a pressão para mostrar resultados.

Só não deu para brigar pelo título. Como Christian Rasmussen venceu as seis primeiras provas da temporada (ao mesmo tempo em que brasileiro teve um começo de altos e baixos), a tarefa de encostar no dinamarquês na tabela ficou um tanto complicada.

O único momento em que pareceu possível foi após a rodada no misto de Indianápolis, onde Barrichello venceu duas das três baterias disputadas, e o adversário teve dificuldades para andar entre os cinco primeiros. Como naquele momento faltava ainda metade da temporada, se Rasmussen continuasse com problemas, seria possível a ponta da tabela mudar de mãos.

Mas aí o dinamarquês venceu mais uma vez em Mid-Ohio e outras duas em Nova Jersey para ficar com a taça.

Ainda assim, o vice não deixa de ser um bom resultado para Barrichello. Se Rasmussen estava inalcançável, o brasileiro terminou na frente de Reece Gold, que compete pela poderosa equipe Cape.

Para se ter uma ideia, desde 2011, todos os campeões da USF2000 correram pela Cape, mas dessa vez o melhor piloto da escuderia foi somente o terceiro na tabela, tamanho o bom rendimento de Rasmussen e de Barrichello.

Agora resta ver onde o brasileiro vai correr em 2021. A USF2000, em que ele competiu neste ano, é considerada o primeiro passo do programa Road to Indy, como são chamadas as categorias de acesso dos EUA. Normalmente, os pilotos costumavam avançar para Indy Pro 2000, mas há algum tempo a transição de Barrichello para o automobilismo europeu é especulada, para uma F3 ou F4.

De qualquer forma, independentemente de onde, ele chega com a certeza de que mostrou ser um piloto capaz de brigar pelas primeiras colocações com frequência.

Kiko Porto na USF2000 2020

Dudu Barrichello não foi o único brasileiro na USF2000 neste ano. Quem também tomou parte da categoria foi o pernambucano Kiko Porto, de 17 anos de idade, que andou pela escuderia DEForce.

Porto foi uma das grandes surpresas do campeonato, tendo largado na pole-position em Indianápolis, logo na segunda etapa em misto que disputou na categoria. Também foi o primeiro novato a vencer uma prova neste ano agora na rodada decisiva de São Petersburgo.

O bom desempenho não é exatamente uma surpresa, uma vez que ele já vinha tendo resultados promissores nos EUA, como o vice-campeonato da F4 USA em 2019.

Mas enquanto Barrichello tinha à disposição um dos melhores equipamentos da categoria, Porto andou por um time que ainda tenta se firmar entre os grandes.

Também não ajudou ele ter ficado de fora de cinco provas ao longo da temporada: perdeu a rodada de reabertura, em Road America, em julho, porque na época as fronteiras estavam fechadas por causa da pandemia, e ele próprio contraiu a covid-19, ficando de fora das três baterias em Nova Jersey.

Foi uma pena. No fim, mesmo tendo perdido quase 1/3 do campeonato, o brasileiro ainda salvou o décimo lugar na classificação final. Tivesse participado de todas as corridas, seria possível lutar para ficar entre os cinco primeiros.

A tendência é que Porto, caso tenha o orçamento necessário, permaneça por mais um ano na USF2000 para lutar pelo título – e pela bolsa que o campeão recebe para subir de categoria. Mas como a DEForce também compete na Indy Pro 2000, não será uma surpresa tão grande se ele decidir mudar de campeonato para 2021.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos de Dudu Barrichello e Kiko Porto na última rodada da USF2000, assim como os das principais categorias do automobilismo mundial no fim de semana.

foto do topo: usf2000/ferraripromo/divulgação

foto de Kiko Porto
Kiko Porto foi um dos destaques da USF2000 em 2020 – foto: kmcom/divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s