Dudu Barrichello, USF2000, Indianápolis, 2020, vitória

As primeiras vitórias da carreira de Dudu Barrichello

Apontado como um dos principais concorrentes ao título da USF2000 em 2020, Dudu Barrichello vinha tendo uma temporada de altos e baixos.

Depois de se destacar na pré-temporada – realizada ainda antes da pandemia – e de também ter ido muito bem nas corridas virtuais durante a pausa provocada pelo coronavírus, o brasileiro voltou às pistas andando forte.

Conquistou sua primeira pole-position nos monopostos em Mid-Ohio, no fim de julho, e pódios tanto nessa etapa quanto em Road America, na retomada da temporada.

O problema para ele é que outros pilotos também estavam andando bem. Christian Rasmussen, dinamarquês apontado como o grande concorrente à taça, por exemplo, fez valer seu favoritismo e conquistou seis vitórias e cinco poles nas primeiras seis etapas do ano.

E isso sem falar nos representantes da poderosa equipe Cape, que papou todos os títulos da USF2000 desde 2011.

E ao mesmo tempo em que Barrichello lutava por suas poles e pódios, ele também tinha resultados que o afastavam da briga pelo título: foi 11º em uma das baterias em Mid-Ohio e décimo no oval de IRP.

Mas neste fim de semana, em Indianápolis ele subiu de nível e correspondeu às expectativas da pré-temporada.

Ganhou duas provas – seus dois primeiros triunfos na carreira – e largou da pole na terceira corrida, quando fechou na quinta posição.

Como resultado, subiu na tabela, para terceiro, com 187 pontos, firme na luta pelo vice-campeonato – tem somente sete a menos que Reece Gold, o atual vice-líder. Já Rasmussen, apesar de ter andado muito mal em Indianápolis, segue intocável na primeira colocação, com 50 pontos a mais que o americano e 57 na frente do brasileiro.

E, além de ter avançado na luta pelo segundo posto, Barrichello também mostrou que pode ser um piloto dominante nas categorias de acesso, algo fundamental para o futuro de sua carreira, seja continuando nos Estados Unidos, seja em uma transição para a Europa em 2021, como há algum tempo já vem sendo especulado.

Kiko Porto na USF2000 em Indianápolis

Barrichello não foi o único brasileiro que se destacou em Indianápolis. Quem também andou muito bem foi Kiko Porto, um dos mais jovens do grid da USF2000.

O pernambucano cravou a pole-position para as duas primeiras corridas da rodada tripla e completou a primeira fila da outra prova, ao lado do compatriota. Não conseguiu sua primeira vitória, mas impressionou com dois terceiros e um quarto lugar, um ótimo resultado para um estreante na categoria.

De quebra, ele pulou para a nona colocação da tabela, com 103 pontos. Lembrando que ele poderia estar ainda mais na frente, uma vez que ficou de fora da primeira etapa da temporada, em Road America, porque não conseguiu entrar nos EUA a tempo devido às fronteiras estarem fechadas em decorrência da pandemia.

Agora a expectativa é que os dois brasileiros consigam manter a boa fase e continuar lutando por vitórias nas próximas etapas da USF2000. A categoria ainda anda neste ano em Mid-Ohio, New Jersey e St. Petersburgo.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da USF2000 em Indianápolis, assim como os das principais categorias do automobilismo mundial no fim de semana.

foto do topo: usf2000

Foto de Kiko Porto
Kiko Porto conquistou suas primeiras poles na USF2000 – foto: kmcom/deforce/divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s