Marc Márquez, Honda, MotoGP, salário, quanto ganha

O novo salário de Marc Márquez na MotoGP

Marc Márquez foi o grande vencedor do mercado de pilotos para a temporada 2021 da MotoGP. Não só porque ele garantiu o equipamento de ponta da Honda por mais quatro anos mas também porque teve um bom aumento de salário.

Mas o mais curioso dessa história é que quem revelou quanto Márquez vai ganhar foi o diretor-esportivo da Ducati, Paolo Ciabatti.

Em uma entrevista ao site GPOne, no fim do mês passado, quando as equipes da MotoGP começavam a voltar à pista após a pausa forçada pela pandemia do novo coronavírus, o dirigente disse que a Ducati no começo do ano chegou a sondar o espanhol para ver se ele estaria livre no mercado, mas descobriu que a prioridade dele era continuar na montadora japonesa.

E para garantir seus serviços, a Honda ofereceu um aumento salarial, para que ele passe a ganhar de 15 a 20 milhões de euros por ano. No vínculo anterior, que se encerra no fim de 2020, o salário de Márquez era por volta de 10 milhões de euros por temporada.

Pode parecer um caminhão de dinheiro, mas faz todo sentido a Honda estar disposta a gastar tanto assim para contar com o espanhol por mais quatro temporadas. Márquez completa 28 anos em 2020 e ainda tem pela frente mais alguns campeonatos em alto nível antes de sofrer com o declínio causado pela idade.

Mas, mais do que isso, a Honda ficou conhecida por ser uma moto difícil de se guiar. Ela foi construída para se adaptar às necessidades de Márquez, mas tem sido complicada de ser domada pelos demais pilotos da fabricante.

É só ver que nos dois últimos anos, o espanhol disputou 37 corridas da MotoGP e ganhou 21. Ao mesmo tempo, seus companheiros fracassaram. Em 2018, Dani Pedrosa foi o 11º no campeonato, sem subir ao pódio, enquanto Jorge Lorenzo, no ano seguinte, foi ainda pior: 19º na tabela e jamais tendo fechado uma prova entre os dez primeiros. E em 2020 o contratado foi o Álex Márquez, irmão mais novo de Marc, novato na categoria.

Ou seja, renovar com Márquez tinha se tornado fundamental para continuar a obter bons resultados na MotoGP.

Problemas de salário na Ducati na MotoGP

Falando em dinheiro, é justamente nesse ponto que a Ducati tem enfrentado problemas para renovar com Andrea Dovizioso. Vice-campeão nos últimos três anos, o italiano não tem aceitado ter seu salário reduzido no novo vínculo.

Já a Ducati argumenta que, por causa da crise econômica causada pela pandemia, ela precisa economizar em todas as frentes, inclusive na hora de pagar ao italiano.

O problema para ambos é se o barato sair caro. Pois a Ducati precisa de um piloto como Dovizioso para conseguir disputar contra Márquez e a Honda, enquanto o italiano não terá outro equipamento de ponta à disposição no grid para suas últimas tentativas de ser campeão.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da volta da temporada 2020 da MotoGP, em Jerez.

E nesta semana eu participei do Flag To Flag, o podcast da jornalista Juliana Tesser, especializada em MotoGP, para discutir o mercado de pilotos para a temporada 2021. A conversa também contou com César Barros, ex-piloto e irmão do Alexandre Barros, e você pode escutar aqui embaixo.

Marc Márquez, MotoGP, Honda, 2020, campeão, salário
Com mais quatro anos de contrato com a Honda, Marc Márquez pode chegar a 12 títulos da MotoGP. Será que ele alcançará o recorde de 15 de Giacomo Agostini? – fotos do post: honda/divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s