foto Audi DTM

O DTM e o WTCR vão desaparecer após o coronavírus?

Duas das principais categorias de carros de turismo do automobilismo mundial, o DTM e o WTCR, enfrentam crises gravíssimas e correm o risco de desaparecer em 2021, quando se espera que a pandemia do novo coronavírus já tenha passado.

Se esses campeonatos, que já foram considerado os principais de sua modalidade, estão ameaçados, fica a dúvida se pode ser o fim dos certames de carros baseados em modelos de rua.

Embora ainda seja muito cedo para responder essa questão, é preciso lembrar que as crises do WTCR e do DTM são antigas, anteriores à pandemia.

A categoria alemã, que acumulou recordes de audiência e atraiu diversos nomes da F1 entre o fim dos anos 2000 e o início da década de 2010, já dava sinais de esgotamento desde meados da década passada. Por causa de corridas menos competitivas, poucas ultrapassagens e muito jogo de equipe, o público foi minguando, e as montadoras começaram a fazer acordo entre elas para inscrever menos carros e economizar.

Nada disso foi suficiente para que a Mercedes continuasse. Em 2017, ela anunciou que no fim do ano seguinte abandonaria a categoria. Não poderia ter sido um baque maior. Tinha sido a própria marca que, em 2000, comandou a recriação do DTM, porque precisava de um campeonato para exibir seus carros ao público alemão. Por isso ela deu um ano de lambuja para que a organização encontrasse substitutas.

Na esteira da saída da Mercedes, Aston Martin durou apenas um ano, e a Audi anunciou que vai embora após 2020.

A crise do WTCR que nunca acaba

O WTCR passou por situação parecida. A categoria foi criada em 2018, como uma fusão entre o WTCC (que já vinha há anos mal das pernas e conhecido como um dos campeonatos mais chatos do mundo pelo domínio primeiro da Chevrolet e depois da Citroën) com o TCR, que pregava o baixo custo como mote principal para atrair participantes.

Em um primeiro momento, a união deu certo. Em 2019, foram sete montadoras presentes e 26 pilotos participaram de praticamente todas as etapas.

Mas já estava claro que a filosofia de custo baixo tinha ficado para trás. Em 2018, a Hyundai, até então com pouquíssima tradição nas pistas, surgiu como nova força do WTCR ao não poupar investimentos em sua empreitada. Tanto que a marca praticamente estreou até aqui um modelo por ano. E, em 2019, apareceu a Lynk & Co., a cereja do bolo da gastança, que montou uma equipe para ela e contratou pilotos caríssimos.

Com os custos aumentando, a saída de montadoras menos dispostas a torrar dinheiro se tornou inevitável. Para 2020, Volkswagen, Audi e Alfa Romeo já anunciaram que vão sair da categoria. Se houve algum carro dessas marcas competindo, será por equipes privadas, sem dinheiro das fábricas.

Para tentar controlar a escalada no orçamento, a organização do WTCR já tinha anunciado que em 2020 as etapas seriam disputadas em rodadas duplas, não mais triplas. E, por causa da pandemia, agora serão apenas seis etapas no ano, todas na Europa.

Além disso, em comum DTM e WTCR foram afetadas pelas determinação do Grupo Volkswagen de só investir em campeonatos elétricos, fazendo com que Audi, VW e Cupra, pertencentes ao grupo, abandonassem os campeonatos que estavam.

Ou seja, mesmo em um 2020 sem coronavírus, estes campeonatos já enfrentavam crises que poderiam ameaçar suas existências. A pandemia da covid-19 serviu para acelerar a queda deles.

Enquanto isso, outros torneios de carros de turismo também estão enfrentando as consequências do coronavírus, mas sendo menos afetados. Até agora, apenas uma equipe fechou as portas na Supercars, da Austrália, embora em algum momento a categoria vá precisar decidir o que fazer após a GM ter determinado o fim da marca Holden.

E, por ora, no BTCC, o principal certame da modalidade do Reino Unido, não há notícias de equipes caindo fora por causa da crise provocada pela pandemia, nem na Stock Car, aqui no Brasil.

foto do topo: michael kunkel/audi/divulgação

foto WTCR
Grid de quase 30 carros do WTCR não deverá se repetir tão cedo – foto: cyan racing/divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s