Mercedes W11, F1 2020, Formula 1, novos carros da F1 2020, Mercedes 2020, W11

Novos carros da F1 2020 – Mercedes W11

Pilotos da Mercedes na F1 2020:
44 – Lewis Hamilton (ING)
77 – Valtteri Bottas (FIN)

A temporada 2020 pode ser histórica para a Mercedes e para Lewis Hamilton. É que, caso o piloto britânico termine o ano como campeão, ele igualará os sete títulos conquistados por Michael Schumacher na F1.

As chances são boas. Na chamada era híbrida da F1, isto é, de 2014 para cá, todos os anos um piloto da montadora alemã ficou com o título. Além disso, nas 121 corridas disputadas nesse período, a fabricante ganhou 89.

Ou seja, a menos que haja uma improvável reviravolta na F1 2020, Hamilton se encaminha para empatar com Schumacher.

E o que pode sair errado para o britânico?

É difícil apontar alguma fraqueza na Mercedes. Uma das críticas que tem sido feitas a Hamilton é que, quando ele está pressionado, tende a cometer erros. A boa notícia para ele é que desde a aposentadoria de Nico Rosberg, no fim de 2016, não há mais pressão em cima dele. Valtteri Bottas foi contratado justamente por não ser um adversário a altura, enquanto as demais equipes estavam muito atrás para serem uma ameaça real.

Por outro lado, pouco a pouco a diferença da Mercedes para o resto do pelotão tem diminuído. No ano passado, o piloto que mais largou na pole foi Charles Leclerc, da Ferrari, mostrando que a vantagem que montadora alemã tinha em uma só volta rápida em outros anos acabou.

Mas vale lembrar que a equipe de Maranello perdeu desempenho depois que apontaram uma irregularidade em seu motor antes do GP dos EUA. Desde então, a esquadra italiana não largou mais na frente.

Já em termos de ritmo de corrida a Red Bull tem sido uma forte adversária, com Max Verstappen tendo se colocado entre Bottas e Hamilton nas últimas etapas – em que ele terminou – de 2019.

Assim, caso haja uma melhora de Ferrari e Red Bull, o domínio da Mercedes pode estar ameaçado, e Hamilton poderá, depois de três anos, voltar a conviver com a pressão.

Outro problema que a montadora germânica pode ter para este ano – e o mesmo valendo para todas as outras equipes – é a necessidade de se dividir entre 2020 e 2021, já que o novo regulamento da F1 passa a valer no ano que vem, e ninguém quer ficar para trás.

Só que a Mercedes já mostrou que ter um equipamento bom para 2020 é uma de suas prioridades. Prova disso foi a criação do Das, um revolucionário sistema em que o piloto empurra ou puxa o volante do carro, o que altera a cambagem das rodas. O motivo é ganhar velocidade nas retas, ao mesmo tempo em que não força a borracha nos outros trechos dos circuitos.

Entre outras novidades para o carro deste ano estão um sidepod mais enxuto, um sistema de refrigeração mais eficiente, que diminuiu o tamanho da traseira do W11, facilitando a passagem de ar, e pequenas mudanças aerodinâmicas nos aerofólios do próprio sidepod (ver imagem mais abaixo).

PONTOS FORTES DA MERCEDES 2020

É bem complicado apontar somente um ponto forte da Mercedes. Mas um dos grandes diferenciais da marca é ter Lewis Hamilton. O britânico praticamente não tem fraquezas. Consegue fazer voltas voadoras nas classificações – como sua pole no GP da Alemanha de 2019, quando ele estava doente – ao mesmo tempo que não comete erros nas corridas, sendo capaz de manter um ritmo constante do primeiro ao último giro.

Para terminar, a Mercedes também mostrou que na estratégia é capaz de ganhar corridas que pareciam perdidas, como fez no começo do ano passado, com cinco dobradinhas consecutivas, num momento em que se acreditava que a Ferrari tinha o melhor carro.

PONTOS FRACOS DA MERCEDES 2020

Tem algum?

Só resta ver como vai ser o desempenho de Bottas neste ano. Será o piloto que terminou 2018 em quinto na tabela, atrás até mesmo de Kimi Raikkonen, ou será aquele que fez frente a Hamilton em algumas corridas do ano passado, como na Austrália e em Austin?

Lembrando que o contrato do finlandês termina no fim desta temporada, e nomes como Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel também estão sem vaga garantida para 2021.

Mercedes W11, F1 2020, Formula 1, novos carros da F1 2020, Mercedes 2020, W11
Vendo o novo carro da Mercedes para a temporada 2020 da F1, repare como a entrada de ar do sidepod está menor – foto: daimler/divulgação
Mercedes W11, F1 2020, Formula 1, novos carros da F1 2020, Mercedes 2020, W11
Lateral do novo carro da Mercedes para a F1 2020, o W11 – foto: daimler/divulgação
Mercedes W11, F1 2020, Formula 1, novos carros da F1 2020, Mercedes 2020, W11
Em 2020, o aerofólio onde está o símbolo verde da Petronas, na lateral do sidepod do novo carro da Mercedes, agora se une à parte superior horizontal da peça, diferentemente do que acontecia na F1 em 2019 – foto: daimler/divulgação

Abaixo você pode clicar nos links em azul para ver sobre os novos carros da F1 2020:
> Ferrari SF1000
Racing Point RP20
> Red Bull RB16
Haas VF-20
> Alfa Romeo C39
> Renault R.S.20
> Williams FW43
> McLaren MCL35
> AlphaTauri AT01

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s