foto da MotoGP

F2 e MotoGP: o coronavírus no esporte a motor

Dá para dizer que neste fim de semana o coronavírus chegou oficialmente às principais categorias do automobilismo mundial.

Até então, apenas a Formula E, entre os grandes campeonatos, é que já tinha sido afetada ao cancelar a etapa de Sanya, na China, marcada para março. Lembrando que o país asiático é o epicentro da doença.

Mas agora outras categorias é que estão precisando lidar com as consequências da doença. Primeiro, o piloto dinamarquês Christian Lundgaard ficou de fora dos treinos coletivos da F2, no Bahrein, porque todos os hóspedes do hotel em que ele está, na Espanha, foram colocados em uma quarentena de 14 dias.

Pelas informações divulgadas até agora, Lundgaard não foi infectado pelo coronavírus. O que aconteceu é que dois turistas vindos da Itália e que estão hospedados no mesmo hotel que ele apresentaram os sintomas da doença.

Como o coronavírus é transmitido muito facilmente, e o contágio pode acontecer mesmo quando a pessoa ainda não apresentou os sintomas da doença, por questão de saúde as autoridades espanholas decidiram isolar o hotel onde o dinamarquês está por duas semanas.

Fazendo um parêntese, esse prazo não é por acaso. Os 14 dias são o máximo de tempo de incubação – de uma pessoa ser contaminada até ela desenvolver a doença – registrado do vírus. Ou seja, se passado esse tempo ela continuar bem, é porque não foi contagiada.

E esse prazo tem tudo a ver com o segundo caso de coronavírus no esporte a motor no fim de semana, que foi o cancelamento da rodada de abertura da MotoGP, marcada para a próxima semana no Qatar.

MotoGP e o coronavírus

O motivo do cancelamento é que o Qatar determinou que todos os viajantes vindos da Itália – segundo país do mundo com mais casos registrados da doença até agora – precisam ser colocados na quarentena de 14 dias automaticamente.

A medida, é claro, afeta equipes como Ducati e Aprilia, cujas sedes ficam na Itália. Como a corrida estava marcada para o próximo fim de semana, não haveria tempo para os funcionários desses times desembarcarem no Qatar, passarem pela quarentena obrigatória e irem para a pista.

Por outro lado, os times e pilotos da Moto2 e Moto3 já estão no Qatar, porque a pré-temporada dessas categorias acontece justamente no país do Oriente Médio. Como não precisam passar pelo isolamento, as corridas desses dois certames vão acontecer normalmente.

Mesmo destino teve a segunda etapa deste ano, que iria acontecer na Tailândia, mas agora foi adiada.

E a própria MotoGP pode ter de cancelar ainda mais etapas neste começo de 2020, caso outros países adotem medidas similares às do Qatar. O mesmo pode acontecer com a F1, uma vez que Ferrari e AlphaTauri são sediadas na Itália.

Se isso acontecer, não há alternativa. As determinações de cada país e as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) são soberanas, e não é possível “dar um jeitinho” para que a corrida aconteça.

Já o caso de Lundgaard é um pouco mais preocupante, pensando na competição. O piloto deu azar de estar hospedado no mesmo local que duas pessoas infectadas pelo coronavírus. Só mostra que é impossível controlar 100% do tempo onde os competidores vão e quem estará nesses lugares.

Agora, imagine que durante a temporada seja um Lewis Hamilton, um Charles Leclerc ou um Marc Márquez que acabe na mesma situação – isolado em um hotel durante 14 dias, porque algum outro hóspede desenvolveu a doença.

Eles poderiam perder até duas etapas de suas categorias, complicando bastante a situação deles na luta pelo título.

Os episódios da MotoGP e de Lundgaard, portanto, levantam a questão sobre se é possível, neste momento, os campeonatos ignorarem o coronavírus e começarem suas temporadas normalmente.

foto do topo: honda/divulgação

Christian Lundgaard REnault
Christian Lundgaard se tornou um dos primeiros pilotos afetados pelo coronavírus em 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s