foto da Ferrari da equipe HubAuto

A carreira internacional de Marcos Gomes

Houve uma época em que os pilotos brasileiros precisavam escolher entre seguir carreira internacional ou voltar a competir aqui no país – principalmente na Stock Car – onde, de certa forma, ficavam isolados do que acontecia no resto do mundo.

Ainda bem que hoje não é mais assim. Atual bicampeão da Stock Car, Daniel Serra, por exemplo, ganhou neste ano as 24 Horas de Le Mans e a Petit Le Mans, da Imsa, ambas na classe destinada aos carros GT.

E Felipe Fraga, vice da categoria brasileira em 2018, levou a melhor na divisão Silver Cup da Blancpain Endurance Series e também na soma dos pontos apenas das corridas de longa duração da Imsa – chamada de Endurance Cup -, esta última na GTD.

Isso sem falar em Allam Khodair que há anos tem sido o companheiro de Marcelo Hahn nas provas de GT na Europa, quando não há choque de datas coma Stock Car.

Quem agora está seguindo os passos dos compatriotas é Marcos Gomes. O campeão da Stock Car de 2015 foi anunciado como um dos pilotos da Ferrari da escuderia HubAuto, de Taiwan, na temporada 2019-2020 da Asian Le Mans Series.

Marcos Gomes no endurance

Essa, na verdade, não será a primeira participação de Gomes em provas de longa duração neste ano. Ele já havia largado na pole-position da divisão GTD das 24 Horas de Daytona, em fevereiro, e obteve dois pódios em quatro provas da Blancpain GT Asia, na Coreia do Sul e na China.

Nessas etapas na Ásia, Gomes correu justamente pela HubAuto, o que facilitou seu acordo para fazer também a Asian Le Mans Series. Neste campeonato, o brasileiro integrará um trio que também conta com Davide Rigon, piloto de fábrica da Ferrari, e com Morris Chen, um gentleman driver vindo de Taiwan, assim como a própria escuderia.

Só que Gomes talvez só estreie na segunda etapa do certame asiático. É que a prova de abertura da Asian Le Mans Series, as 4 Horas de Xangai, acontece justamente na mesma data que a penúltima etapa da Stock Car, em Goiânia. E evidentemente é impossível que ele tente disputar as duas categorias no mesmo fim de semana por causa das distâncias entre os dois países.

Como ocupa a 11ª colocação na tabela de pontos da Stock neste ano e não tem mais chances de ser campeão, Gomes poderia optar por pular a etapa de Goiânia e focar só na Ásia, mas aí vai depender do contrato que tem com a equipe KTF aqui no Brasil e com as negociações para 2020.

Independentemente da escolha do piloto, fica a expectativa de outros brasileiros também tentarem carreira internacional, ao mesmo tempo em que disputam a Stock Car. Até porque a própria categoria brasileira acaba beneficiada. Ver seus principais pilotos indo bem fora do país serve para promovê-la e mostrar que tem, sim, um grid muito forte.

foto do topo: tokumeigakarinoaoshima/own work, CC BY-SA 4.0

Foto Marcos Gomes
Na Stock Car, Marcos Gomes mudou de equipe e compete pela KTF em 2019 – foto: duda bairros/vicar

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s