foto F1 2019

A F1 terá novas equipes em 2021?

Será que a F1 terá novas equipes a partir de 2021? Nas últimas semanas, dois grupos anunciaram interesse em participar da principal categoria do automobilismo mundial nos próximos anos.

O primeiro é o Panthera, vindo da Ásia, mas que deverá ter sede em Silverstone. Ele é comandado por Benjamin Durand, antigo diretor da SMP, equipe russa que estava no WEC até a temporada passada. Eles até já contrataram o projetista Tim Milne, que fez parte da Manor antes de a escuderia deixar a F1.

A segunda iniciativa é a Campos, que atualmente disputa a F2 e a F3. Para tentar chegar à F1, ela diz contar com os investimentos de uma empresa chamada Monaco Increase Management, fundada por Salvatore Gandolfo, um dos parceiros comerciais de Adrián Campos (dono do time) e que atualmente se dedica a gerenciar a carreira de pilotos.

A escuderia, aliás, já havia tentado entrar na F1 em 2010, mas ficou sem dinheiro. Acabou comprada por um empresário espanhol e virou Hispania.

Para responder se essas equipes terão chances de um dia fazerem parte da F1, antes é preciso entender por que elas querem estrear em 2021. Não é por acaso nem tem a ver com a falta de tempo para deixar um carro pronto já para 2020.

É que em 2021 haverá a mudança de chave na F1, dando início, de fato, à era Liberty.

Apesar de a Liberty ter comprado a categoria em 2016, a maior parte dos contratos comerciais que estão em vigor foram assinados na época em que Bernie Ecclestone a comandava.

Esses contratos valem até o fim de 2020, e para o ano seguinte a Liberty prepara mudanças profundas. Além de um novo regulamento técnico para os carros, haverá novidades na parte financeira, com a introdução de um teto orçamentário de US$ 175 milhões por temporada e uma distribuição da premiação menos desigual entre as equipes.

O objetivo é fazer com que as escuderias tenham uma vida financeira saudável e possam sobreviver na F1 sem precisar de artifícios como patrocinadores de origem questionável ou pilotos extremamente ricos.

Assim, se as mudanças nas regras derem certo, as equipes vão poder gastar menos para serem competitivas e vão ganhar mais dinheiro da premiação. Assim, tem surgido grupos interessados em entrar na F1, como os dois citados no começo deste texto.

Problemas para novas equipes na F1

Só que há alguns obstáculos para eles. Em primeiro lugar, a Liberty já afirmou que não gostaria que novos times chegassem já em 2021. Como esse é o ano da mudança das regras, o ideal seria que servisse para adaptação e para eventuais ajustes no regulamento. Só depois é que haveria espaço para os novatos.

O segundo problema é que recentemente a F1 soltou um comunicado dizendo que, apesar das notícias sobre Campos e Panthera, não há negociações adiantas com nenhuma nova equipe.

Para uma nova escuderia ser aceita na F1, ela precisa passar por um processo de inscrição longo e difícil. E um dos quesitos mais complicados é mostrar de antemão que tem o dinheiro necessário não só para começar do zero mas também um plano de negócios estruturado para sobreviver por anos.

Ou seja, não basta só dizer que quer participar e espera conseguir o orçamento necessário com dinheiro de governos e de pilotos pagantes. É preciso mostrar que esses acordos já estão bem adiantados.

E há boas razões para que esse processo seja tão complicado. O primeiro é que as atuais equipes querem proteger o dinheiro que vão receber da Liberty. Atualmente, o montante é dividido entre dez times. Caso duas novas escuderias entrem na F1, o mesmo valor passa a ser distribuído entre 12, então todo mundo vai ganhar menos.

A outra é evitar a chegada de times pequenos, que não vão conseguir marcar o tempo mínimo para se classificarem para suas primeiras corridas e acabam falindo logo depois. Esquadras assim eram comuns até a década de 1990, mas desde então os requisitos para um time entrar no campeonato se tornaram mais duros.

Assim, o mais provável é que Panthera e Campos divulgaram, nas últimas semanas, as notícias dizendo que querem correr na F1 justamente para chamar atenção, facilitando a busca de possíveis investidores e patrocinadores.

Não que eles não tenham chances de um dia disputar a principal categoria do automobilismo mundial. Mas essas iniciativas devem estar num estágio tão embrionário que nem devem ter comunicado oficialmente à Liberty o interesse de participarem do campeonato.

Para terminar, vale uma explicação. Quem aceita a inscrição de uma equipe na F1 é a FIA, não a Liberty. Mas nos últimos anos as duas entidades se tornaram aliadas, e é improvável que a federação interacional vá tomar alguma decisão contrária aos interesses dos donos da principal categoria do automobilismo mundial.

Assim, com Panthera e Campos ou não, fica a expectativa de vermos novas esquadras se juntando à principal categoria do automobilismo mundial, seja em 2022, seja um pouco mais adiante.

Em tempo: para sonhar, você pode clicar aqui e acessar o post em que eu sugeri três novas equipes que poderiam entrar na F1 nos próximos anos para movimentar o campeonato.

foto do topo: james moy photography/xpb/renault/divulgação

foto do carro da HRT de Bruno Senna
A Campos tentou entrar na F1 em 2010, quase faliu, virou HRT e teve até Bruno Senna como piloto – foto: morio/own work, CC BY-SA 3.0

 

 

 

3 comentários sobre “A F1 terá novas equipes em 2021?

  1. Sinceramente eu acho que 20 carros é um ótimo número de carros para um campeonato. De nada adianta a entrada de times nanicos e muito dificilmente aparecerá alguém para emular o modelo de negócios da Hass. Inclusive, li em alguns veículos que Gene Hass está procurando compradores para a equipe.

    Curtir

      1. 20 carros, sendo competitivo, é bem mais interessante do que 30 sendo que só um punhado chances de vencer. Para não ir muito longe, olha só a tristeza que foi a F3 esse ano. Fala sério, quem vai ficar contando número de carros na pista?

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s