foto de Braden Eves

A queda dos favoritos na USF2000 2019

Kyle Kirkwood foi campeão da temporada 2018 da USF2000 (categoria que equivale à F4 para quem quer um dia chegar à Indy) com 12 vitórias em 14 corridas disputadas – sendo 11 triunfos consecutivos nas últimas 11 etapas.

Com esses números, a equipe Cape levou um piloto ao título do campeonato de acesso pelo oitavo ano consecutivo.

Kirkwood, em 2018, também ficou com o caneco da F3 Americas com 15 primeiros lugares em 17 corridas e triunfou no Encore, prova extra-campeonato de fim de ano da Imsa). Neste ano, ele se mandou para a Indy Pro 2000, onde é um dos fortes candidatos à taça.

Para seu lugar na USF2000, a Cape assinou com três americanos: o veterano Darren Keane, o novato Reece Gold e o promissor Braden Eves.

E coube a Eves ficar com o carro de número 8, usado por Kirkwood no ano anterior.

Quem é Braden Eves da USF2000?

Eves é um piloto que teve algum destaque na F4 USA, em 2017, quando disputou somente oito das 20 corridas realizadas e só não chegou ao pódio em duas oportunidades.

Sua temporada 2018, porém, foi bastante prejudicada por causa de um aneurisma abaixo da clavícula esquerda, que praticamente o impedia de usar o braço esquerdo tanto dentro quanto fora do carro. Depois de meses de dor até receber um diagnóstico correto, o piloto precisou passar por duas cirurgias e ficar mais quase dois meses de molho antes de poder voltar a competir.

Recuperado, neste ano ele ganhou a grande chance da carreira ao assumir o carro de Kirkwood em busca de dar à Cape o nono título na USF2000.

Mas se a temporada começou bem para ele, com quatro vitórias nas quatro primeiras corridas, as últimas etapas têm sido um terror. Somando as rodadas duplas de Toronto e Mid-Ohio, ele não foi ao pódio nenhuma vez e só terminou no top-5 em uma única oportunidade.

Como resultado, viu sua vantagem na tabela desabar para apenas nove pontos para o neozelandês Hunter McElrea, vencedor da bolsa da Mazda no fim da temporada passada.

Como McElrea anda pela equipe Pabst e vem de uma sequência de duas vitórias e três poles nas últimas seis etapas, dá para dizer que há, sim, uma chance real de a Cape ser derrotada na temporada 2019 da USF2000.

Restam apenas duas rodadas duplas: em Portland e em Laguna Seca. Então, caso queira repetir os passos de Kirkwood e garantir a taça no fim do ano, Eves precisa deixar a má fase para trás o quanto antes e voltar a brigar pelas primeiras colocações.

E para a Cape fica o alerta que expandir de um carro na temporada passada para três em 2019 – e foram quatro em Mid-Ohio – pode até fazer sentido financeiramente, mas do lado competitivo o resultado tem deixado a desejar.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da USF2000 em Mid-Ohio, assim como os das principais categorias do automobilismo mundial no último fim de semana.

foto do topo: usf2000

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s