foto Sergio Sette Câmara

O melhor fim de semana de Sette Câmara na F2 2019

Sergio Sette Câmara, pela primeira vez na carreira, foi o maior pontuador em uma etapa da F2, em Paul Ricard.

Na França, ele marcou 28 pontos, sendo 18 obtidos pelo segundo lugar no sábado, quatro como bônus da pole-position e outros seis pelo quinto posto no domingo.

Vencedor da corrida principal, Nyck de Vries estacionou nos 27 (25 do triunfo e dois da volta mais rápida), uma vez que não pontuou na segunda bateria. Entre os demais pilotos, Jack Aitken anotou 23, Guanyu Zhou ficou com 22 e, vitorioso no domingo, Anthoine Hubert levou 19.

Luta pelo título da F2 2019

Com os resultados em Paul Ricard, Sette Câmara pulou para a quarta colocação no campeonato, com 80 pontos, mas ainda está bem atrás de De Vries, o líder, com 121. Ou seja, significa que o holandês precisa ter problemas em alguma etapa até o fim do ano para que o brasileiro entre de verdade na briga pela taça.

Afinal, mesmo com Sette Câmara sendo o maior pontuador na França, a diferença para De Vries diminuiu um único ponto. Assim, em condições normais, é improvável que caia de forma significativa.

Mas, por mais que o título seja importante, o futuro desses jovens pilotos não depende necessariamente dele. Terminar a temporada da F2 entre os três primeiros colocados garante a superlicença, documento obrigatório para correr na F1, para qualquer competidor.

Além disso, o brasileiro já tem dez dos 40 pontos necessários para obter o certificado, por causa de seu desempenho em 2018 – lembrando que a FIA distribui esses pontos com base no resultado dos competidores após cada campeonato, não tem nada a ver com os obtidos em cada corrida.

Assim, se ele fechar a temporada em quarto, vai receber os 30 que faltam e estará apto a ser titular na F1 já em 2020.

Por isso é tão importante Sette Câmara, atual piloto de testes da McLaren, estar sempre entre os maiores pontuadores das etapas. É uma forma de ele se consolidar entre os quatro primeiros na tabela, permitindo que seu passaporte rumo à principal categoria do automobilismo mundial seja carimbado.

Em tempo, pelas novas regras da superlicença que entram em vigor em 2020, não será o fim do mundo caso o brasileiro seja só o quinto na F2 neste ano. Com esse resultado, ele somaria mais 20 pontos, ficando com 30 dos 40 necessários para tirar o documento.

E, de acordo com o novo regulamento, quem participar de algum treino livre da F1 a partir do ano que vem, somará um ponto. Isto é, caso Sette Câmara seja escalado pela McLaren – ou por alguma outra equipe – para dez dessas atividades, então chegará aos 40 da superlicença. Em que pese não ser tão comum um piloto de testes tomar parte de tantos treinos assim em uma só temporada – para isso vai precisar desembolsar muito dinheiro.

Sette Câmara poderá manter a boa fase na F2 já no próximo fim de semana, no Red Bull Ring, que sedia a sexta das 12 etapas programadas para 2019.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da F2 em Paul Ricard, assim como os das principais categorias do automobilismo mundial no fim de semana.

foto do topo: dutch photo agency/quick comunicação/divulgação

foto Fórmula 2
Sergio Sette Câmara perdeu a liderança na largada em Paul Ricard, mas se recuperou e fechou em segundo – foto: joe portlock/lat images/f2/quick comunicação/divulgação

Um comentário sobre “O melhor fim de semana de Sette Câmara na F2 2019

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s