foto de Nestor Girolami comemorando vitória

O ano da Argentina no automobilismo

Ainda estamos no fim de abril, mas, se depender do que aconteceu nesses primeiros meses do ano, os argentinos podem ficar bastante animados com o desempenho dos seus pilotos em algumas das principais categorias do automobilismo mundial.

Quer dizer, não é tão raro assim representantes do país vizinho irem bem em torneios pelo mundo. Pechito López, por exemplo, dominou os anos finais do WTCC, conquistando o título de 2014 a 2016. E Marcos Siebert ficou com a taça da F4 Italiana ao derrotar um tal Mick Schumacher (que não participou de todas as etapas, mas errou mais do que podia ao longo da campanha).

Mas a diferença das conquistas de López e de Siebert e que dessa vez o domínio dos argentinos veio em peso.

Até agora, o principal destaque da Argentina vem sendo no WTCR. Após duas vitórias na etapa de Hungaroring, no fim de semana, Nestor Girolami, que há alguns anos passou pela Stock Car sem muito destaque, assumiu a liderança do campeonato, com 100 pontos marcados.

Ele tem dez pontos a mais que o compatriota Esteban Guerrieri, que foi primeiro na prova de abertura do ano, no Marrocos. Considerado sucessor de Pechito nos carros de turismo, o vice-líder tem apostado na consistência para lutar pelo título das últimas temporadas.

Sucesso da Honda no WTCR

Mas, se a expectativa para o WTCR 2019 era de domínio da Hyundai e com a Lynk & Co como principal adversária, como os dois argentinos, companheiros de equipe na Honda, estão se saindo tão bem?

Em primeiro lugar, o talento e a experiência deles estão fazendo a diferença na comparação com os demais competidores da marca japonesa. Tiago Monteiro, que voltou às pistas em 2019 após um grave acidente sofrido há mais de um ano, é só o 16º na tabela, dois postos à frente do húngaro Atila Tassi.

E o segundo é que a equalização dos veículos (Balance of Performance) penalizou mais os Hyundai, por causa do sucesso do ano passado, que os Honda. Os carros da marca sul-coreana precisam carregar 30 kg a mais de peso e têm 2,5% a menos de potencia que os da concorrente japonesa.

Se a organização do WTCR entender que alguma fabricante está levando vantagem, nada impede que o BoP seja corrigido. Mas, enquanto isso não ocorre, a dupla argentina já abriu uma boa vantagem no campeonato.

Argentina na F4 2019

E não é só em categorias profissionais que os pilotos do país vizinho estão se dando bem. Na F4 Espanhola, certame de base que viu o número de participantes aumentar bastante em 2019, está tendo a mesma coisa.

Após seis corridas realizadas até agora, a impressão é que os competidores portenhos poderiam ter ganhado todas elas. Só não aconteceu porque Franco Colapinto, protegido de Fernando Alonso, foi punido em uma das baterias da rodada de abertura, em Navarra, e se acidentou na outra, quando tinha o equipamento dominante.

Já neste fim de semana, coube ao também argentino Giorgio Carrara varrer (como é chamado quando um piloto ganha todas as provas disputadas em uma mesma etapa) as três baterias de Paul Ricard.

Carrara, no entanto, não deve tomar parte de todas as rodadas do campeonato da Espanha. Ele só correu em Paul Ricard como preparação para a abertura da F4 Italiana, seu foco neste ano, que começa agora em maio.

Na Itália, ele é considerado um dos principais favoritos à taça. Afinal, compete pela equipe Jenzer, a mesma que levou Siebert ao título contra Schumacher, e é bastante experiente: vai para sua terceira campanha completa na categoria. erá um adversário e tanto para o brasileiro Gianluca Petecof, apontado como favorito ao título.

E nos próximos anos pode ser que o domínio dos pilotos do país vizinho no esporte a motor se torne ainda mais comum. É que a partir de julho começa a temporada 2019 da F4 Argentina, usando o mesmo equipamento homologado pela FIA que as versões britânica e chinesa, entre outras. E seu maior atrativo é distribuir pontos na superlicença, documento obrigatório para quem um dia quiser chegar à F1. Ou seja, enquanto Girolami, Guerrieri, Colapinto e Carrara se destacam, a nova geração de competidores será preparada.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos do WTCR em Hungaroring, assim como os das principais categoria do automobilismo mundial no fim de semana.

foto do topo: honda/divulgação

foto do carro azul de Giorgio Carrara
Giorgio Carrara é um dos favoritos na F4 Italiana 2019 – foto: aci sport/divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s