Castigo para servir de exemplo

Como punir – por causar um acidente no qual acabou abandonando – um piloto que não estava na luta pelo título na última corrida da temporada?

Esse foi o dilema enfrentado pelos comissários de prova da Adac, entidade que organiza alguns dos principais certames da Alemanha.

Na segunda bateria da rodada em Hockenheimring, no último fim de semana, eles precisaram julgar o caso de Dries Vanthoor – irmão mais novo de Laurens Vanthoor, da Porsche – por ter sido o responsável por um mini big-one no começo da prova.

A situação era complicada. Largando da segunda colocação com seu Audi, o belga bateu na Mercedes de Maximilian Gotz, que lutava pelo título contra outro carro da Audi e um da Porsche. O germânico, inclusive, seria campeão se vencesse.

Além das implicações na tabela de pontos, o acidente ainda tirou outros dois competidores da prova.

Como Vanthoor abandonou, não fazia sentido os comissários o punirem com acréscimo de tempo. E, por ser a última etapa de 2018, também não dava para o belga ser penalizado com a perda de posições no grid de largada da próxima prova, pena de praxe em casos nos quais quem causou o acidente não completou a corrida.

Uma opção seria desclassificar o piloto belga do campeonato, mas seria uma punição dura demais – embora tenho certeza que a Mercedes aprovaria.

A solução encontrada foi simples, criativa e pode ser eficiente.

“O piloto precisará comparecer (com o seu carro) a uma etapa do campeonato alemão de kart de 2019 e explicar por que ele precisa estar ali e mostrar a todos o seu carro”, foi o que os comissários escreveram (veja abaixo).

Não deixa de ser uma boa forma de fazer os jovens competidores entenderem que não se ganha uma corrida na primeira curva.

A propósito, mesmo com Vanthoor tendo tirado a Mercedes da luta pelo título, não deu para a Audi. A dupla formada pelos irmãos Sheldon e Kelvin van der Linde até ficou com a vitória, mas com a quinta colocação obtida na prova, o duo formado por Robert Renaur e Mathieu Jaminet garantiu a taça por um único ponto.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da Adac GT Masters em Hockenheimring, assim como os das principais categorias do esporte a motor no último fim de semana.

Anúncios

2 comentários sobre “Castigo para servir de exemplo

  1. Em 1997, Schumacher foi desclassificado do campeonato após um acidente de corrida, em que ele perdeu o campeonato.
    Acho que a decisão da ADAC mostra o absurdo que foi a punição retroativa ao alemão.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s