Um brasileiro pilotando para a Sauber

Depois de Felipe Massa, Felipe Nasr e Pedro Paulo Diniz, a Sauber tem mais um brasileiro como titular de seus carros.

Mas não é que a vaga de Charles Leclerc ou de Marcus Ericsson esteja a perigo. Trata-se da versão virtual da escuderia, que pretende participar de diversos campeonatos de games, os chamados eSports.

Para isso, a escuderia anunciou neste mês a contratação do mineiro Phelipe Reis, de 18 anos, conhecido como Zoom no jogo (ele já usou o nick de HardBR). Atualmente, ele é o primeiro colocado da atual temporada do Forza Racing Championship, de Xbox One.

Pela Sauber, Reis vai poder treinar na Veloce, empresa criada por Jean-Éric Vergne, atual campeão da Formula E, para desenvolver os gamers profissionais e deverá participar de eventos promocionais durante o fim de semana do GP do Brasil, em novembro.

Além do brasileiro, a Sauber conta com os irmãos Salih e Sonuc Saltunc – que integram a divisão do jogo F1 da escuderia – e com Allert van der Wal.

Reis é o segundo gamer do país a ganhar destaque nesse momento em que os campeonatos reais estão cada vez mais espaço para suas versões virtuais, até como uma forma de atrair uma audiência mais jovem.

No ano passado, Igor Fraga havia disputado a final mundial do F1, que aconteceu durante o fim de semana do GP de Abu Dhabi. Mas neste ano o piloto tem se dedicado às pistas de verdade. Foi vice-campeão da F4 Mexicana e luta, neste fim de semana em Portland, para terminar a USF2000 também em segundo lugar – Kyle Kirkwood já garantiu o título e a bolsa para a Pro Mazda 2019.

DOS GAMES PARA OS CIRCUITOS

Enquanto Reis foi anunciado pela Sauber, o holandês Freek Schothorst fez o caminho inverso e assinou com a equipe MP para competir na rodada deste fim de semana da F-Renault Eurocup, em Hungaroring. No ano passado, ele foi o segundo colocado em um campeonato criado pela McLaren para descobrir o gamer mais rápido do mundo.

Irmão de Steijn e Pieter Schothorst, que também já disputaram a categoria e hoje se dedicam a provas de carros GT, ele afirmou que seu objetivo é um dia chegar à F1 e mostrar que o ambiente virtual podem ser um caminho alternativo ao kart para quem quer fazer carreira no esporte a motor.

No começo do ano, Schothorst tomou parte da rodada de abertura da F4 Norte-Europeia, quando conquistou dois pódios em três corridas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s