O que esperar do retorno de Pietro Fittipaldi à Indy

Menos de três meses após quebrar as duas pernas em um grave acidente na etapa de Spa-Francorchamps, do WEC, Pietro Fittipaldi está de volta às pistas. Neste fim de semana, o brasileiro disputa a corrida da Indy em Mid-Ohio.

Mas muita coisa mudou na categoria americana nesse período. A primeira é que enquanto o piloto se recuperava da lesão, nove provas foram disputadas. Tempo em que os adversários tiveram para pegar a mão e desenvolver o novo carro.

Como desde o começo Fittipaldi não estava escalado para disputar todas as etapas, adaptação já seria um problema para ele neste ano, ainda mais que o brasileiro nunca foi de brigar por resultados em sua primeira campanha nas categorias pelas quais assou.

Mas o acordo original com a equipe Dale Coyne, para quem compete, previa que o brasileiro fizesse todos os treinos para as 500 Milhas de Indianápolis e corresse na maior parte das vezes duas etapas seguidas, para ter continuidade no trabalho.

Agora, esse atraso não terá como ser recuperado, uma vez que ele ficou de molho nos últimos meses.

Enquanto volta às competições um pouco atrás dos demais competidores, no que mais o brasileiro deve prestar atenção neste fim de semana?

O primeiro aspecto é conferir se ele ainda é o mesmo piloto de antes do acidente. Isto é, se tem a mesma confiança para levar o equipamento ao limite sem medo de uma nova batida.

Quando Rubens Barrichello teve a grave batida no fatídico GP de San Marino de 1994, ele buscou voltar ao carro o quanto antes, porque queria conferir se ainda tinha condições de pilotar em alto nível. Não só teve, como marcou uma pole-position – em Spa-Francorchamps – naquele mesmo ano.

Mas essa é uma resposta que dá para Fittipaldi ter pela telemetria, comparando com o histórico dele de antes do acidente e com o do companheiro de equipe, Sébastien Bourdais, embora o próprio piloto costume sentir se há algo de errado.

Outro ponto é ver como ele se comporta em uma corrida. Até agora, o atual campeão da World Series só participou de testes – na mesma pista de Mid-Ohio – desde o acidente. Vai ser a chance de avaliar como se sai em situações com outros carros na pista em disputa por posição, além de largada e pit-stops.

Aliás, essa é a primeira prova que o brasileiro fará em um misto na Indy. Sua estreia tinha sido, em abril, no oval de Phoenix. Então há uma série de procedimentos que ele precisará se acostumar, incluindo a largada lançada, inédita para ele.

Na primeira etapa deste ano, em São Petersburgo, Robert Wickens, Jordan King e Matheus Leist não tiveram problema com a adaptação à largada lançada nem às peculiaridades dos EUA, com economia de combustível e muito mais bandeiras amarelas e presenças do safety-car. O canadense, inclusive, liderou boa parte da prova até o acidente com Alexander Rossi no fim.

Mas, com nove corridas em cerca de dois meses, Wickens, King e Leist estão mais experientes, portanto não seria um problema se neste retorno Fittipadi ainda estivesse um pouco atrás deles. Por isso, um bom objetivo para essas cinco últimas rodadas do ano é terminar na frente dos demais novatos – tirando do canadense, que tem brigado por pódios e vitórias.

Um último fator para ficar de olho é que, apesar de Bourdais ter dominado o primeiro treino livre desta sexta, houve uma queda de desempenho da Dale Coyne desde o começo do ano. Nas cinco primeiras etapas da temporada, o francês conquistou uma pole, uma vitória e outros dois top-5. Desde então, acumula um único top-10, além de ter abandonado as 500 Milhas.

No outro carro da escuderia, nem Zachary Claman DeMelo, nem Santino Ferrucci, ambos também estreantes, chegaram entre os dez primeiros até agora. Ou seja, terminar no top-10 em alguma das últimas etapas de 2018 pode ser complicado para o brasileiro.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da Indy em Mid-Ohio, assim como os das principais categorias do esporte a motor neste fim de semana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s