Vencendo Mônaco e Indianápolis no mesmo ano

 

Graças a Daniel Ricciardo e Will Power, a Austrália varreu em 2018 o super fim de semana de automobilismo, com vitórias no GP de Mônaco da F1 e nas 500 Milhas de Indianápolis no mesmo ano.

A façanha australiana começou quando o piloto da Red Bull triunfou praticamente de ponta a ponta nas ruas do Principado e terminou com o representante da Penske ultrapassando Ed Carpenter, com cerca de metade da Indy 500 disputada, para receber a bandeira quadriculada na frente no oval americano.

Mas você lembra quando foi a última vez que pilotos de um mesmo país tinham vencido em Mônaco e em Indianápolis no mesmo ano?

Essa não é uma tarefa muito fácil de ser realizada. Enquanto os americanos têm muito sucesso na Indy, há anos eles nem sequer figuram no grid da F1. Do outro lado, alemães, finlandeses e espanhóis (ou espanhol, no caso) têm se destacado na principal categoria do automobilismo mundial, mas são raros os representantes desses países que vão tentar seguir carreira do outro lado do oceano Atlântico.

Assim, um bom chute seria os britânicos. Até porque, nos últimos anos, Lewis Hamilton, Jenson Button e David Coulthard triunfaram em Mônaco, enquanto Dan Wheldon e Dario Franchitti venceram várias vezes em Indianápolis.

Só que nunca foi no mesmo ano. Hamilton ganhou no Principado em 2008 e em 2016, anos em que o neozelandês Scott Dixon e o americano Alexander Rossi, respectivamente, conquistaram o primeiro posto na Indy. Button levou em 2009, quando o brasileiro Helio Castroneves saiu-se vitorioso nos EUA. Já Coulthard foi o primeiro em 2000 (ganhou o colombiano Juan Pablo Montoya nas 500 Milhas) e em 2002 (Castroneves).

Com esse desencontro entre os britânicos, a última vez que dois pilotos de um mesmo país venceram o GP de Mônaco e as 500 Milhas em um mesmo ano foi em 1993, com os brasileiros Ayrton Senna e Emerson Fittipaldi.

Naquele ano, Senna conquistou sua quinta vitória consecutiva no Principado. Correndo pela McLaren, ele foi beneficiado pelos abandonos de Alain Prost, que havia sido punido após queimar a largada, e do então líder Michael Schumacher para cruzar a linha de chegada com 52s de vantagem para Damon Hill, o segundo colocado.

Sete dias depois coube a Fittipaldi, da Penske, superar o holandês Arie Luyendyk e vencer pela segunda vez na carreira as 500 Milhas. O triunfo, aliás, foi cheio de polêmica, já que o brasileiro se recusou a beber o leite dado ao vencedor – uma tradição de Indianápolis. No lugar, quis suco de laranja, produto no qual ele investia aqui no Brasil. Durante muito tempo, Emerson foi vaiado nos EUA pela desfeita.

Senna e Fittipaldi, aliás, são a única dupla da história a terem vencido o combo Mônaco/Indianápolis mais de uma vez no mesmo ano. A primeira varrida deles tinha sido em 1989, mas já era de se esperar, uma vez que o tricampeão da F1 dominou no Principado por cinco anos seguidos.

Antes dos brasileiros, os britânicos já tinham feito a dobradinha duas vezes. Em 1965, Jim Clark venceu as 500 Milhas de Indianápolis e viu o compatriota Graham Hill levar a melhor em Mônaco, enquanto no ano seguinte foi a vez de Hill tomar leite nos EUA, com Jackie Stewart sendo o primeiro na Europa.

Por fim, vale falar de 1931, única vez na história em que um monegasco – Louis Chiron – ganhou em Mônaco e um americano – Loius Schneider -, em Indianápolis. Curiosamente, eles também eram xarás.

Fazendo um parêntese, na década de 1930, ainda não existia a F1 – só foi fundada em 1950 -, mas diversas corridas – os Grand Prix – eram disputadas na Europa e em outras partes do mundo. Só não havia um campeonato. A vitória é que interessava. A F1 veio justamente para unificar esses GPs, com um só pacote de regras e um troféu de campeão para quem somasse o maior número de pontos no fim de cada ano.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos do GP de Mônaco e das 500 Milhas de Indianápolis de 2018, assim como os das principais categorias do automobilismo mundial no último fim de semana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s