O retorno mais aguardado da Indy 500

Não foi Helio Castroneves nem Danica Patrick. O principal retorno à Indy neste primeiro fim de semana das 500 Milhas de Indianápolis foi o Bump Day.

O treino que define os 33 classificados e quem vai voltar para casa mais cedo na principal etapa da categoria americana não acontecia desde 2011, último ano com mais inscritos que o número de vagas no grid.

Desde então, a Indy 500 teve duas edições com 34 competidores participando dos treinos livres, mas em ambas um piloto não tomou parte da classificação. Ou seja, foram 33 carros disputando 33 vagas no grid.

E neste fim de semana o Bump Day mostrou por que era tão aguardado. Nos minutos finais da sessão classificatória, Oriol Servià, Conor Daly, James Hinchcliffe e Pippa Mann disputaram as duas últimas vagas no grid.

Pelas regras do Bump Day, cada piloto tem direito a uma tentativa de marcar tempo. Mas ele pode fazer uma nova tomada de tempo, desde que abra mão do resultado já obtido. Depois que todos já tinham feito suas primeiras voltas, Daly retornou à pista e conseguiu se colocar entre os 33 melhores, mas logo foi “bumpado” por Servià.

Quando Daly voltou, teve velocidade suficiente para ficar com o 32º tempo, derrubando Hinchcliffe para o 34º lugar.

Dois problemas afetaram o desempenho do canadense na classificação. O primeiro foi o rendimento do motor Honda ser inferior ao da Chevrolet. E o segundo foi a chuva ter aparecido bem na hora em que ele ia fazer a tomada de tempo. Ou seja, o asfalto foi lavado pela água, e estava com bem menos aderência – mais lento – quando o piloto do carro número 5 foi à pista pela primeira vez.

Quando caiu para o 34º posto, Hinchcliffe até tentou uma nova saída, mas retornou aos boxes por causa de um problema no pneu. Aí não deu mais tempo, e ele ficou sem se classificar para a Indy 500, assim como Pippa Mann.

Com a volta do Bump Day, havia a expectativa de uma disputa emocionante pelas últimas vagas na Indy 500, mas ninguém esperava que um dos favoritos, como o canadense, ficasse de fora.

Talvez nem mesmo a equipe de Sam Schmidt cogitou estar nessa situação. Nessas horas de desespero, faltou tentar o impossível. Por exemplo, algum integrante do time negociar com as outras escuderias para que os pilotos já garantidos não voltassem à pista para melhorar seus tempos, permitindo que Hinchcliffe fizesse uma nova tentativa.

Nessas bagunças típicas da classificação americana, em 2011, no último Bump Day, a Dragon trocou Scott Speed por Patrick Carpentier, de última hora. Não deu. No ano anterior, Sebastián Saavedra já estava no hospital, após sofrer um acidente em sua última tentativa, quando soube que tinha se classificado para a prova.

Mas isso não quer dizer que Hinchcliffe, pole da Indy 500 de 2016, esteja fora da corrida. As regras permitem que ele compre a vaga de outro piloto. A própria equipe de Sam Schmidt tem outros dois carros – sem contar o de Robert Wickens – garantido entre os 33, facilitando uma troca de competidor.

Seria muito ruim para a Indy se isso acontecesse. Afinal, se o canadense comprar a vaga vai passar a impressão que o Bump Day na prática não serve para nada, uma vez que basta pagar para participar das 500 Milhas.

Melhor fazer como a Penske em 1995. Na época, contando com Emerson Fittipaldi e Al Unser Jr, a escuderia era favorita à vitória, mas foi eliminada no Bump Day. Em vez de tentar comprar um lugar no grid, os dois pilotos precisaram assistir à corrida pela TV na semana seguinte.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos de Indianápolis, além dos das principais categorias do esporte a motor no fim de semana.

Abaixo você pode ver outros textos do especial Indy 500 2018:
Quando a Ferrari quase foi para a Indy
Danica Patrick se aposenta como uma das maiores da história

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s