Carlos Checa nas quatro rodas

Um dos principais adversários do brasileiro Alexandre Barros na época da Motovelocidade, o espanhol Carlos Checa trocou as duas pelas quatro rodas no último fim de semana, no circuito de Nordschleife, na Alemanha.

Tendo pilotado pela Ducati nos últimos anos de sua carreira, por quem conquistou o título da Superbike, ele foi chamado pela Audi (afinal as duas montadoras fazem parte do Grupo Volkswagen) para participar do campeonato monomarca da fabricante alemã, preliminar das 24 Horas de Nurburgring.

E mesmo em sua estreia nas competições de quatro rodas o espanhol, hoje piloto de ralis, não fez feio. Checa tomou parte da divisão GT4, contra outro quatro pilotos. Na primeira prova terminou em segundo, 2s atrás do vencedor, o alemão Stefan Wieninger, por causa de bandeiras amarelas.

Na segunda bateria, Checa repetiu o segundo posto, mas mais de 20s atrás de Wieninger.

Após as provas, o espanhol afirmou que agora espera um convite da Audi para testar o modelo GT3 da montadora e, quem sabe, até participar de algumas corridas com ele.

Checa, aliás, não foi o único nome famoso competindo. Carsten Tilke, filho do projetista de circuitos da F1 Hermann Tilke, também fez parte do grid, conquistando dois terceiros lugares na classificação geral, a bordo de uma máquina GT3. O ganhador das duas corridas foi o tailandês Bhurit Bhirombhakdi, que garantiu vaga nas 24 Horas de Spa-Francorchamps, de 2019, pela Audi.

Não é incomum pilotos da MotoGP experimentarem carros em algum momento de suas carreiras – ou então depois que já se aposentaram. Por exemplo, no fim do ano passado, Marc Márquez, atual campeão da categoria, guiou um carro da F3 Japonesa em um evento da Honda.

Mas minha história favorita é a de Pol Espargaró, hoje piloto da KTM na MotoGP. Quando ele foi campeão da Moto2, em 2013, combinou com Sito Pons, chefe de sua equipe, para testar um dos carros da World Series do time como prêmio.

Na época, a Pons competia  tanto na Moto2 quanto na World Series. O dirigente, claro, concordou. Só não esperava que Espargaró batesse o carro, destruindo-o.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s