Igor Fraga é vice-campeão da F4 Mexicana

Não deu para Igor Fraga. O piloto brasileiro da Prop Car ficou com o vice-campeonato da F4 Mexicana, após uma rodada complicada para ele, no último fim de semana, em Monterrey.

Apesar de ter liderado o treino livre, Fraga se classificou em quarto no grid de largada, enquanto seu principal rival na luta pela taça, Moisés de la Vara, ficou com a pole.

Não que o resultado tenha importado tanto assim. Por causa de um problema no turbo, o brasileiro nem sequer conseguiu participar da primeira bateria, vencida por De La Vara.

Na segunda, Fraga fez uma prova de recuperação, terminando em quarto, mas viu o adversário disparar ainda mais na classificação com novo triunfo.

Para evitar o título do mexicano, o brasileiro precisava terminar a última bateria da rodada tripla, o GP de Monterrey, em segundo, independentemente do resultado do adversário.

Saindo em quarto, Fraga até conseguiu ultrapassar dois adversários, mas, enquanto tentava se aproximar de De La Vara na luta pela vitória, deu uma escapada, caindo novamente para terceiro. Aí já era tarde para tentar nova recuperação, e o brasileiro viu o adversário ficar com o título.

Após a etapa de Monterrey, De La Vara soma 361 pontos, 90 a mais que Fraga, mas como só 75 estarão em jogo na última etapa, no Hermanos Rodríguez, em junho, então o brasileiro não tem mais chance de ser campeão.

Também não há mais luta pelo segundo lugar, já que o representante da Prop Car tem 87 pontos de vantagem para Alexandra Mohnhaupt, sendo que a pilota mexicana abandonou o campeonato na etapa anterior, descontente com a decisão da organização de permitir que De La Vara competisse, apesar de ele ter sido flagrado em um exame antidoping feito nas categorias de acesso da Indy. A justificativa do certame é que o piloto deveria ser punido apenas pela Indy e não pela F4, que é chancelada pela FIA.

Durante a campanha da F4 Mexicana, Fraga perdeu a etapa de Toluca, porque no mesmo dia acontecia a final mundial do game de F1, em Abu Dhabi (junto com o GP), para a qual havia se classificado. Como De La Vara foi campeão com uma rodada de antecipação, então ter ficado fora de três corridas no fim do ano passado não fez tanta diferença.

Agora, Fraga volta as atenções para a USF2000, onde também compete, já que a etapa do GP de Indianápolis acontece nesta sexta e sábado.

Fraga, aliás, não foi o único brasileiro no grid em Monterrey. A rodada também marcou a estreia de Kiko Porto, de 14 anos, na categoria, competindo como companheiro de De La Vara, na equipe EG Martiga.

Porto, que ganhou destaque no kartismo no ano passado ao vencer uma das etapas do Troféu Academia da FIA, marcou o terceiro melhor tempo na classificação em sua primeira corrida de monopostos e estava andando em segundo quando teve um problema mecânico e foi obrigado a abandonar.

Nas outras duas provas, obteve um quinto e um oitavo lugares entre os oito piloto que competiram em Monterrey. Aliás, os grids enxutos foram um problema constante da F4 Mexicana nesta terceira temporada de existência e serve como alerta se a categoria quiser continuar a existir.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da F4 Mexicana em 2018.

E aqui para conferir o que aconteceu nas principais categorias do esporte a motor no último fim de semana, além de como ficaram os campeonatos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s