As vitórias do Brasil em 2016

A cada ano coloco aqui no World of Motorsport todas as vitórias conquistadas por pilotos brasileiros nos últimos 12 meses.

E na comparação com o ano passado, os representantes do país não foram bem na última temporada. Se, em 2015, 26 brasileiros conquistaram 55 vitórias no automobilismo internacional, dessa vez 20 pilotos chegaram na frente em 45 oportunidades.

É o segundo ano seguido com queda no número de vitórias dos brasileiros.

Não há uma explicação óbvia, mas ela passa pela diminuição dos representantes do país em categorias do automobilismo internacional. Um exemplo é a F4 Sudamericana, que corre no Uruguai, pertinho do Brasil. No ano passado, Pedro Cardoso, Pedro Caland e Leandro Guedes, somados, venceram dez etapas na categoria. Em 2016, nenhum representante do país subiu no degrau mais alto do pódio.

No entanto, talvez a estatística que deva ligar algum alerta é que apenas Lucas di Grassi, entre os pilotos profissionais do Brasil, venceu mais que duas corridas neste ano. Ele teve cinco conquistas, número menor apenas que Adriano Medeiros, campeão de um torneio para carros antigos de F-Ford no Reino Unido.

Também com cinco vitórias apareceu Nicolas Costa, piloto júnior da Lamborghini e que foi o primeiro colocado em uma das divisões de acesso do GT Italiano.

Campeão da F3 Inglesa, Matheus Leist teve quatro triunfos, seguido por Victor Franzoni, que teve três em sua campanha da USF2000.

O outro piloto brasileiro a conquistar um título em 2016 foi Pietro Fittipaldi, no MRF Challenge em fevereiro. Como a categoria corre entre os últimos meses de um ano e os primeiros do outro, entrou na lista apenas as vitórias do neto de Emerson após a virada de ano.

Coincidentemente, Bruno Senna, Pipo Derani e Oswaldo Negri, representantes do país nas provas de longa duração, tiveram dois primeiros lugares cada.

O triunfo mais curioso foi de Tarso Marques, que venceu uma das etapas da Boss GP em Imola. Essa é uma categoria voltada para pilotos amadores –não que Tarso seja amador– e permite todo tipo de monoposto. Há modelos antigos de GP2, World Series by Renault e até F1, sendo que o brasileiro pilotou a Benetton de 1997 para ficar com a vitória.

Lembrando que é muito difícil ficar de olho em todos os representantes do país no automobilismo internacional, portanto posso ter me esquecido de alguém. Daí basta avisar nos comentários que atualizo o post.

vitorias-do-brasil-2016

No Brasil

288846_622141_dudabairros_6818

Com o domínio da Cesário, mais uma vez o piloto que mais venceu corridas no país veio da F3. Se no ano passado foi Pedro Piquet, dessa vez Matheus Iorio fez muito bem a passagem de bastão em obteve dez primeiros lugares.

Com a F-Truck sendo dividida em duas corridas, Felipe Giaffone e Paulo Salustiano tiveram sete triunfos cada, dois a mais que Felipe Fraga, campeão da Stock Car.

Outros dois pilotos da Stock tiveram três vitórias em 2016: Rubens Barrichello e Gabriel Casagrande. Curiosamente, os primeiros lugares do jovem piloto paranaense vieram em outras categorias: dois no Brasileiro de Marcas e um no Brasileiro de Turismo.

vitorias-no-brasil-em-2016

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s