2016 World of Motorsport Rookie of the Year

Quando criei o World of Motorsport, em 2010, me inspirei nos esportes americanos para montar um sistema de pontuação para analisar o desempenho dos pilotos novatos na F1, já que a principal categoria do automobilismo mundial não tem uma classificação à parte para os estreantes.

Assim, após cada GP do ano, tenho pontuado os novatos no clássico 10-6-4-3-2-1, que foi usado pela F1 na década de 1990, além de dar bônus para cada ponto que marcassem no campeonato normal.

Um piloto que chegasse em nono e fosse o mais bem classificado entre os calouros, por exemplo, leva 12 pontos: dez referentes à liderança entre os novatos e mais dois pelo nono posto.

Nessas regras, em 2010, Vitaly Petrov – então na Renault – superou Nico Hülkenberg e Kamui Kobayashi para terminar como novato do ano e, no campeonato seguinte, Paul Di Resta venceu Sergio Pérez e Pastor Maldonado.

É curioso ver como, passados alguns anos, nem sempre o piloto que teve o melhor desempenho em seu ano de estreia seguiu na F1. Petrov e Di Resta já estão longe da categoria, enquanto Hulkenberg e Pérez, coincidentemente, foram companheiros de equipe nos últimos anos.

Continuando, sem maiores surpresas Jean-Éric Vergne bateu Charles Pic, na fraca Marussia, em 2012 .

No ano seguinte, foi a vez de Esteban Gutiérrez ser o Rookie of the Year, embora Valtteri Bottas tenha terminado na frente na pontuação oficial da F1. Tanto Williams quanto Sauber tinham carros muito ruins naquela temporada, e Bottas acabou prejudicado também pela mudança de composto da Pirelli no meio do campeonato.

Em 2014, Kevin Magnussen superou Daniil Kvyat e Marcus Ericsson fazendo uso de uma McLaren capaz de chegar constantemente no top-10. Enquanto, no ano passado, sem nenhuma surpresa, Max Verstappen venceu o prêmio, ao superar Carlos Sainz Jr. e Felipe Nasr.

Ter um carro bom foi determinante, em 2016, para a escolha do novato do ano. Afinal, por pior que fosse a Renault, Jolyon Palmer teve um equipamento muito melhor que a Manor de Pascal Wehrlein, Esteban Ocon e Rio Haryanto, os outros três estreantes da temporada.

E olha que a vida de Palmer – que já não era muito complicada – ficou ainda mais tranquila, uma vez que Haryanto disputou apenas as 12 primeiras provas do ano, antes de passar o carro para Ocon.

Aliás, se dividirmos a temporada em duas metades, antes e depois do GP da Alemanha (o último disputado pelo indonésio na F1), os resultados são bem contrastantes.

Ainda com Haryanto no grid e levando o esquema de pontos do prêmio, Wehrlein aparece na liderança, com 93, cinco a mais que Palmer.

No entanto, nas últimas nove corridas o alemão perdeu rendimento. Ele não só foi ultrapassado por Palmer, mas somou menos pontos até mesmo que Ocon – 58 a 50 entre os carros da Manor.

Daí dá para começar a entender por que a Force India preferiu o francês (três vezes o melhor novato classificado em nove corridas disputadas) para 2017, no lugar de Nico Hulkenberg, que foi para a Renault.

Para terminar, houve ainda um quinto estreante em 2016: Stoffel Vandoorne. O belga substituiu Fernando Alonso no GP do Bahrein, mas não entra na disputa para o Rookie of the Year do blog por ter feito uma única corrida. Ele competirá pelo prêmio normalmente em 2017, caso dispute mais etapas.

00116019_12482
Tenho a impressão que no futuro vou olhar para 2016 e perceber que Palmer terminou na frente de Ocon e Wehrlein aqui…

Assim, com 161 pontos marcados, Jolyon Palmer conquistou o prêmio World of Motorsport Rookie of the Year de 2016.

Confira abaixo a pontuação etapa por etapa do Rookie of the Year (clique na tabela para ampliar, se necessário):

rookie

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s