Polêmica entre os inscritos para o GP de Macau

Conhecido como a Copa do Mundo de F3, o tradicional GP de Macau de F3 terá algumas caras bem conhecidas na edição deste ano.

Uma delas é a de Felix Rosenqvist, atual bicampeão da prova. Se preparando para enfrentar o Circuito da Guia pela sétima vez na carreira, o sueco substituirá Lance Stroll no principal carro da equipe Prema. É, portanto, mais do que favorito ao tri.

Neste ano, Rosenqvist enfim deixou a F3 e andou na Indy Lights, Blancpain GT Series e, com a promoção de Esteban Ocon para a F1, assumiu um dos carros da Mercedes no DTM.

Outro que também anda no principal campeonato de carros de turismo da Alemanha e que estará presente em Macau é Daniel Juncadella, vencedor do GP de 2011.

E Alexander Sims, ganhador das 24 Horas de Spa-Francorchamps e especulado em uma das vagas da BMW na Imsa no ano que vem, completa o trio de veteranos.

A presença dos três abre a discussão se a corrida em Macau deveria permitir pilotos profissionais no grid, ainda mais em um ano em que Nelsinho Piquet foi vetado em uma etapa da F3 Euro por ser experiente demais.

É claro que Fortec e Double (para quem Sims e Juncadella vão correr, respectivamente) apostam em veteranos para tentar superar o fraco desempenho que estão tendo. As duas escuderias, por exemplo, nem sequer conseguiram atrair competidores para a temporada completa da F3 Euro.

Falando na F3 Euro, para o ano que vem a categoria estabeleceu um limite de idade de 25 anos, uma forma de evitar uma nova empreitada de Nelsinho. Do trio, apenas Sims, de 28 anos, estaria banido. Os outros ainda completam 25 em 2016, mesma idade de Jann Mardenborough e Daiki Sasaki, inscritos pelo time japonês B-Max.

Fora que Rosenqvist e Juncadella nem sequer poderiam voltar à F3 Euro porque são antigos campeões da categoria. Mas a exceção é aberta em Macau.

E a presença dos veteranos acaba ofuscando outra boa história da prova: a estreia de Lando Norris na F3.

Será que o britânico, inscrito pela Carlin, consegue vencer logo de cara? Com um grid tão experiente, será complicado. Mas ele disputou de forma integral quatro categorias nos monopostos até hoje e foi campeão de todas.

Outros novatos em Macau são Jake Hughes, da GP3, e Dan Ticktum, que deve correr pela Double R após completar o banimento de 12 meses do esporte a motor. No ano passado, ele já estava sob observação quando saiu ultrapassando alguns carros atrás do safety-car para bater de propósito em um piloto (Ricky Collard) que o havia tocado nele.

Quanto aos brasileiros, há apenas um inscrito: Pedro Piquet. Sergio Sette Câmara, que fez a melhor volta da prova no ano passado, ficou de fora. As equipes podem escolher apenas três pilotos para correr, e a Motopark terá Niko Kari, Guanyu Zhou e Joel Eriksson.

Confira a lista completa de inscritos do GP de Macau de F3:

macau-gp

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s