*** Seja distração ou força do hábito, mas Sebastian Vettel pegou o boné destinado ao vencedor no pódio do GP da Itália. Aliás, o último triunfo do alemão na F1 está prestes a completar um ano. Foi no GP de Cingapura do ano passado.

*** Ainda em Monza, Antonio Giovinazzi conquistou uma polêmica vitória após ser excluído da classificação e largado da última fila na GP2. É que o safety-car errou o piloto que liderava a prova e entrou na frente de Pierre Gasly, o quarto colocado e que já havia feito o pit-stop. Assim, o francês não pôde acelerar durante a bandeira amarela, o que permitiu ao italiano, que ainda não havia feito a parada, ir ao pit-lane, perder menos tempo e voltar na frente.

*** Outro detalhe da GP2 é que Sergio Canamasas, conhecido por se envolver em acidentes, dessa vez levou a pior em uma batida com Arthur Pic e capotou violentamente.

*** Vencedor em Watkins Glen, Scott Dixon teve um raro fim de semana de domínio total da Indy. Além do primeiro lugar da corrida, foi o mais veloz nos três treinos livres, no warm-up e fez a pole-position.

*** Helio Castroneves encerrou um incômodo jejum que durava desde 2010: de não subir ao pódio nas quatro etapas finais da temporada. Com dois vices no período, ele terminou em terceiro na etapa da Indy em Watkins Glen.

*** Durante a corrida, um comentário de Paul Tracy deixou a transmissão americana, da qual o canadense faz parte, constrangida. Ele afirmou que o único carro que Marco Andretti conseguiria pegar [para a próxima temporada] seria um Uber.

*** É sempre bom lembrar que Bruno Senna, Filipe Albuquerque e Ricardo Gonzalez venceram na divisão LMP2 do WEC, no México, contra um adversário que não tem um piloto amador no trio: o Signatech de Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre e Stéphane Richelmi.

*** Bruno Junqueira estreou na LMP2 e terminou em quinto, ao lado dos mexicanos Roberto González e Luís Diaz.

*** Outra estreia do fim de semana foi a de Néstor Girolami, da Stock Car, pela Volvo, no WTCC. Ele liderou os dois treinos livres e terminou em nono e em quinto nas duas baterias em Motegi. O melhor resultado dele na Stock até agora é um décimo lugar.

*** Com dez vitórias consecutivas, Richard Verschoor se tornou o campeão da F4 Norte-Europeia, com uma rodada de antecipação. Ele dominou a etapa da Suécia com três triunfos. Ele também pode ser o campeão da F4 Espanhola, categoria que usa o mesmo equipamento do norte-europeu.

*** A Nascar teve uma etapa temática em Darlington com diversos carros usando pinturas retrô. Mas, pelo segundo ano seguido, o vencedor (Martin Truex Jr.) era um dos poucos na pista a não ter entrado na brincadeira.

*** Ryan Blaney foi um pouco além. Ele participou de um dos treinos livres sem usar luvas, assim como diversos pilotos das antigas. Foi multado pela Nascar em US$ 1 mil.

*** Mas o grande momento da Nascar no fim de semana foi a chegada da Truck Series, em Mosport, com John Hunter Nemechek batendo em Cole Custer na última curva, e os dois brigando pouco tempo depois.

*** Apesar de Victor Schoma ter terminado o sábado entre os dez primeiros, os brasileiros não foram bem no Troféu Academia, de kart, da FIA. Henri Forest fechou a etapa da Suécia em 22º e Schoma, em 30º.

*** A vitória na Suécia ficou com o holandês Kas Haverkort, mas o título após três etapas foi para o britânico Callum Bradshaw. Foi no Troféu Academia que Pedro Piquet surgiu há quatro anos. O torneio já teve Charles Leclerc e Richard Verschoor como campeões.

*** Um detalhe curioso é que a melhor volta da decisão ficou com um piloto chamado Senna. Mas não é nenhum brasileiro, muito menos parente distante de Ayrton. Foi o holandês Senna van Walstijn.

*** E no Mundial de Kart, também disputado na Suécia, Rubens Barrichello foi o 24º na divisão KZ. O título ficou com o italiano Paolo de Conto.

*** E se você perdeu algum resultado das principais categorias do automobilismo mundial neste fim de semana, basta clicar aqui para conferir.