Conor Daly causou a bandeira amarela que mudou o fim de prova em Road America
Conor Daly causou a bandeira amarela que mudou o fim de prova em Road America

*** É interessante notar como a bandeira amarela causada por Conor Daly mudou a etapa da Indy em Road America. As primeiras 40 voltas foram razoavelmente monótonas nas primeiras posições, enquanto as dez últimas teve até brigar pela vitória.

*** E Tony Kanaan disse, com razão, que o resultado da prova poderia ter sido outro se o carro de Daly tivesse sido retirado mais rápido da pista. Os fiscais se atrapalharam no resgate do equipamento, o que deixou o safety-car por mais uma ou duas voltas na pista. Foi o suficiente para que o brasileiro não chegassem em Will Power.

*** Graham Rahal, em terceiro, repetiu a mesma posição obtida na última etapa da Champ Car em Road America, em 2007, antes da reunificação da Indy.

*** Apesar do aguardado retorno da Indy a Road America, a audiência televisiva da prova nos EUA foi a quarta pior do ano. Só superou Long Beach, Phoenix e Barber e marcou menos da metade da segunda bateria de Detroit.

*** A grande vitória do fim de semana, no entanto, ficou com Tony Stewart, próximo de se garantir no Chase desse ano com um triunfo em Sonoma. A corrida foi marcada por uma batalha sensacional nas últimas voltas. Assista:

*** A outra cena do fim de semana foi a briga entre John Wes Townley e Spencer Gallagher na Truck Series. Foi patética, com os dois não levando jeito nenhum para sair na mão. A Nascar deve anunciar punições nesta semana.

*** Pedro Piquet recebeu um ponto na carteira e uma reprimenda por causa o primeiro acidente da terceira bateria da etapa de Norisring da F3 Euro. Ele decolou após acertar a traseira de Ryan Tveter e coletou Niko Kari em seguida.

*** Quem venceu em Norisring foi Lucas Di Grassi. O brasileiro disputou um campeonato com carros da Audi como convidado e ganhou a prova do domingo. No sábado, fechou em segundo, atrás do alemão Dennis Marschall.

*** Ricardo Baptista subiu no pódio da Blancpain Endurance Series neste fim de semana ao lado de Jan Magnussen e Filipe Albuquerque. Eles terminaram em terceiro em Paul Ricard. A vitória ficou com a McLaren de Shane Van Gisbergen, Come Ledogar e Rob Bell.

*** Após vencer as 24 Horas de Le Mans há uma semana, Romain Dumas vai mostrando que é um piloto versátil. Agora ele se tornou o ganhador da famosa subida de montanha de Pikes Peak, nos EUA.

*** Caio Collet terminou na segunda posição na etapa do Europeu de kart, na divisão OK Junior em Portimão. Com o resultado, ele assumiu a segunda posição do campeonato, mas está 16 pontos atrás do líder, o dinamarquês Noah Watt.

*** O outro brasileiro na competição, Gianluca Petecof, não passou à final na mesma OK Junior.

*** Richard Verschoor venceu as três corridas da F3 Espanhola, em Aragón, em um grid com apenas oito carros.

*** E no WTCC, Daniel Nagy enfim estreou pela equipe Zengo com um Honda de 2015 depois que a montadora japonesa enviou as peças que faltavam.

*** Na Pirelli World Challenge, mesmo com apenas um carro depois do gravíssimo acidente de Andrew Palmer em Lime Rock, a Bentley teve um bom fim de semana em Road America. Adderly Fong largou na pole e conquistou um segundo e um terceiro lugares.

*** Ainda na PWC, a Dodge voltou à categoria com um Viper pilotado por Michael McCann. O empresário-piloto retornou ao certame após oito anos.

*** Outro retorno foi o das cores da equipe Flying Lizard em um Porsche. A escuderia opera as três McLaren da equipe K-PAX, mas inscreveu um Porsche na divisão GTA, conquistando dois terceiros lugares.

*** A Mazda vai usar um esquema de pintura retrô na etapa de Watkins Glen da Imsa, com um dos carros pintados em laranja e verde, igual a máquina que venceu as 24 Horas de Le Mans de 1991.

*** Você pode clicar aqui para ver os resultados das principais categorias do automobilismo mundial neste fim de semana.