foto de Kimi Raikkonen, de Ferrari, em Mônaco

Por que a F1 não treina em Mônaco na sexta-feira?

Uma pergunta que é feita todos os anos é por que a F1 não treina em Mônaco na sexta-feira.

Aproveitando que a principal categoria do automobilismo mundial volta ao principado neste fim de semana, é uma boa oportunidade para responder.

O GP de Mônaco tem uma programação muito parecida com as demais etapas. São três treinos livres, a classificação e a corrida. Só que os dois primeiros treinos acontecem na quinta-feira. Há uma pausa na sexta, e o terceiro, assim como o que define o grid de largada, é realizado só no sábado, com o GP no domingo.

São duas as justificativas para esse cronograma incomum. A primeira é religiosa. Durante muitos anos, o GP de Mônaco era disputado sempre no fim de semana do feriado do Dia da Ascensão do Senhor. Esse feriado é celebrado 40 dias após a Páscoa, então sempre cai em uma quinta-feira. Logo os quatro dias da F1 no principado serviam para coincidir com os quatro dias de descanso e comemorações.

Nos anos 2000, a corrida foi fixada no último domingo de maio, independentemente de quando for o feriado. Mas a tradição dos quatro dias de atividade de pista foi mantida – também a pedido do comércio monegasco, interessado no intenso movimento de turistas durante o fim de semana de GP.

Mas o feriado não responde por que a F1 não treina em Mônaco na quinta-feira – ele apenas diz por que a categoria anda já na quinta.

A outra justificativa, assim, é para liberar o trânsito na região do principado. Nas sextas, acontecem os treinos das categorias preliminares, como Porsche Supercup e F-Renault, além da primeira corrida da F2. Mas são apenas pela manhã. Depois, as ruas são abertas para os carros normalmente.

Como há gente que não guarda o feriado e outras que voltam ao trabalho na sexta em outros pontos da Europa, essas pessoas podem retornar ao principado no fim da tarde desse dia a tempo das demais atividades do fim de semana.

Além de liberar o trânsito, o cronograma de quatro dias em Mônaco permitiu que a sexta se transformasse no dia em que pilotos e equipes da F1 participam de festas e eventos nos hotéis e iates dos patrocinadores e de figurões.

Uma das festas mais concorridas era a de Vijay Mallya, antigo dono da Force India. E a própria pista é aberta para algumas festas, como o do La Rascasse. Dá até para imaginar que nos primeiros treinos do sábado os carros encontrem a pista melada de cerveja.

Também foi em uma sexta-feira, que há alguns anos as câmeras flagravam Ron Dennis e Lewis Hamilton juntos, meses antes do britânico ser anunciado pela McLaren.

foto do topo: pat guiney/kimi raikkonen at noghés, CC BY 2.0

La Rascasse
Pode não parecer, mas essa é uma das curvas mais tradicionais de Mônco
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s