F3 Euro 2016

Ok, a Prema vai ser campeã, o resto pode voltar para casa. Ou não?
Ok, a Prema vai ser campeã, o resto pode voltar para casa. Ou não?

Uma das principais categorias de base do automobilismo europeu, a F3 Euro começa neste fim de semana em Paul Ricard.

A categoria, que revelou Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e, mais recentemente, Max Verstappen, tentará responder uma importante pergunta neste ano: será que alguém pode parar a Prema?

Para tentar diminuir o domínio da esquadra italiana, que venceu os últimos cinco campeonatos, com Roberto Merhi, Daniel Juncadella, Raffaele Marciello, Esteban Ocon e Felix Rosenqvist, houve algumas mudanças de regras.

Neste ano, por exemplo, os times não podem testar em pistas do campeonato antes das etapas. A Prema, no ano passado, era acusada de levar carros da antiga F-Masters – categoria que revelou Jérôme D’Ambrosio e depois virou a GP3 – cheios de componentes da F3 para dias e dias de testes.

Assim, os pilotos podiam não só conhecer a pista, mas desenvolver o acerto do carro muito antes dos adversários. No Algarve, por exemplo, onde as outras equipes mal puderam treinar antes da etapa, a Prema fez 1-2-3-4.

Apesar da mudança de regra, a equipe italiana tem bons motivos para continuar na frente. É que ela conta com investimentos pesados da família de Lance Stroll.

Não é a única equipe com esse tipo de mecenas. A Hitech voltou à atividade graças principalmente ao pai de Nikita Mazepin. E a Van Amersfoort, de Pedro Piquet, inaugurou uma nova sede bancada pela família de Kami Laliberté, da F4 Alemã.

Pelo dinheiro a mais, essas equipes são consideradas as três grandes da F3 e, portanto, favoritas ao título.

Pedro Piquet correrá pela poderosa Van Amersfoort
Pedro Piquet correrá pela poderosa Van Amersfoort

Quem pode desbancá-las, mesmo correndo por fora, é a tradicional Carlin. Embora o plantel da escuderia inglesa, com Ryan Tveter, Alessio Lorandi, Raoul Hyman e Peter Li Zhi Cong pareça o mais fraco dos últimos anos.

A quinta força na F3 Euro é a Motopark, que terá Sergio Sette Câmara, o outro brasileiro no certame.

Em 2016, o piloto mineiro está fazendo parte do Red Bull Junior Team. Considerando o rigor de Helmut Marko, o responsável pelo programa de jovens pilotos, Sette Câmara precisa vencer corridas e lutar pelo título se quiser ter uma chance em breve na F1.

E esse é o tamanho do problema do brasileiro: estar na quinta principal equipe do grid e precisar ser campeão. Não é uma tarefa fácil, portanto, mas ele foi o mais rápido na manhã de treinos desta quinta, dia 31, em Paul Ricard e andou bem durante a pré-temporada, em Vallelunga.

Câmara terá companheiros fortíssimos de equipe. Niko Kari, também da Red Bull, é o atual campeão da F4 Norte-Europeia. Guanyu Zhou integra a Academia da Ferrari e Joel Eriksson é irmão de Jimmy Eriksson, da GP2.

Como dito acima, o outro brasileiro na categoria é Piquet, que estreia no certame após o bicampeonato da F3 Brasil.

Ele estará pela poderosa Van Amersfoort e terá apoio da Mercedes, que todos os anos ajuda alguns jovens pilotos na categoria. É um jeito de atraí-los, mas principalmente de olho no DTM, algo muito distante da F1.

Como novato, o objetivo de Piquet será ser competitivo e, quem sabe, lutar por uma vitória ou outra. Qualquer resultado melhor nesse momento é lucro.

Sergio Sette Câmara terá o apoio da Red Bull. E a pressão por vitórias e por títulos
Sergio Sette Câmara terá o apoio da Red Bull. E a pressão por vitórias e por títulos

Quanto ao título, é difícil que ele não continue com a Prema. Lance Stroll, que deixou a Academia da Ferrari no último ano para ser piloto em desenvolvimento da Williams, é o favorito à taça, após ter vencido a F4 Italiana e a Toyota Racing Series nos últimos anos.

Antes protegido da Mücke, Maximilian Gunther estará no segundo carro da equipe e é bom prestar atenção nele. O único alemão do grid nessa corrida de abetura (David Beckmann ainda não tem idade para competir) foi o mais rápido nos treinos desta quinta.

O terceiro piloto do time é Nick Cassidy, atual campeão da F3 Japonesa e um velho conhecido da Toyota Racing Series. Atual vencedor da F4 Italiana, Ralf Aron completa o plantel.

A outra grande, a Hitech terá George Russell, Ben Banicoat e Nikita Mazepin. O primeiro, que foi companheiro de Max Verstappen no kart, ainda tenta se firmar na carreira, o segundo por algum motivo abriu mão de andar pela Prema e o terceiro é rico. É a aposta de risco. Se tudo se encaixar, a equipe pode ser campeã. Ou o projeto pode acabar antes mesmo do fim da temporada.

Dispensado pela Red Bull, Callum Ilott correrá pela Van Amersfoort, sendo companheiro de Piquet, e estará de olho em mostrar que Helmut Marko errou ao dispensá-lo. Já escrevi aqui no World of Motorsport uma vez que concordo com ele.

O time ainda terá Harrison Newey, filho de Adrian Newey, e Anthoine Hubert, campeão da F4 Francesa em 2013.

Arjun Maini, na T-Sport, fecha os 21 carros dessa primeira etapa.

A categoria neste ano, aliás, tem um grid muito menor que os quase 40 pilotos do ano passado. É verdade que o alto custo para perder para a Prema (e para Hitech e Van Amersfoort) afastou as equipes, mas também é um sinal do estado geral do automobilismo mundial.

Como está cada vez mais difícil chegar à F1 (só pagando muito caro ou com o apoio de alguma equipe), os pilotos estão deixando as categorias de base cada vez mais cedo para correr em GTs e protótipos, modalidades que tiveram um boom de inscrições em 2016 (menos na França).

Assim, a F3 Euro está com um grid enxuto, mas o mesmo acontece com GP2, GP3, F-V8 3.5 e F-Renault. O desafio da FIA, portanto, será engordar essas categorias no ano que vem.

Você já sabe, mas não custa lembrar. Todos os resultados da F3 Euro estarão na Agenda da velocidade, aqui no blog. Nos fins de semana, basta acessá-la para saber quem andou na frente. Aqui você vê os resultados completos, de todos os pilotos do grid, não apenas quem foi o vencedor e onde terminou os brasileiros.

Anúncios

3 comentários sobre “F3 Euro 2016

  1. What do you expect from Ralf Aron? I see him low-profile but a strong driver. He have a point on his side: Prema Powerteam, but Maïsano didnt do well with Prema.

    Very very interesting grid. The best of the all time maybe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s