Como está o grid da F3 Brasil 2016

Carlos Cunha Filho segue na CF3 por mais um ano
Carlos Cunha Filho segue na CF3 por mais um ano

Alguém um pouco mais atento deve ter percebido que a F3 Brasil, o principal campeonato do automobilismo brasileiro, não está fazendo parte do calendário da Stock Car, neste fim de semana, na etapa de abertura de Curitiba.

Neste ano, o certame começa um pouco mais tarde, no dia 10 de abril, atendendo a um pedido das equipes. Elas queriam mais tempo para se preparar para a temporada e menos tempo de inatividade entre as etapas.

Em 2015, por exemplo, a rodada de abertura foi disputada nos dias 7 e 8 de fevereiro, em Curitiba, enquanto a decisão aconteceu mais de dez meses depois, em Interlagos. Entre as provas de Curitiba e do Velopark foram quase três meses sem corridas.

Com mais tempo antes da primeira corrida de 2016, os times estão se preparando para este que é o primeiro ano da F3 brasileira sem a presença de Pedro Piquet.

Atual campeã, a Cesário já anunciou dois pilotos. Terá os retornos de Matheus Iorio, um dos favoritos ao título, e de Guilherme Samaia, atual campeão da divisão Light. A escuderia também pretende colocar mais um F309 e dois F301 na pista.

Artur Fortunato vai correr pela Fortec, não, pera
Artur Fortunato vai correr pela Fortec, não, pera

A Cesário também é responsável por preparar o carro da CF3, que terá Carlos Cunha Filho mais uma vez. Aos 16 anos, ele foi um dos destaques do ano passado, ao terminar em terceiro na tabela de pontos.

As outras equipes têm apenas um piloto anunciado cada.

A RR assinou com Luiz Felipe Branquinho, um dos bons nomes do kartismo nos últimos anos. Ele não disse em qual divisão vai competir.

Matheus Muniz, vice-campeão da Light no ano passado, deve seguir com a Prop Car, de Dárcio dos Santos, enquanto Artur Fortunato continua na própria equipe por mais um ano. O piloto-dirigente disse que também planeja inscrever um carro na divisão Light, mas precisa que chegue algum piloto com patrocínio.

Campeã da última temporada da F3 Sudamericana com Felipe Guimarães, a Hitech terá George Russell, Nikita Mazepin e Ben Barnicoat. Brincadeira. Os três jovens promissores vão competir pela HitechGP, na F3 Euro.

O time é comandado por de David Hayle, antigo dono da Hitech, e pelo ex-piloto Oliver Oakes. O pai de Mazepin é quem banca o projeto.

No Brasil, a Hitech ainda não anunciou pilotos, mas no ano passado inscreveu Christian Hahn que tem treinado com o carro da F3 de maneira extensiva neste começo de ano.

Também não seria uma surpresa ver Leonardo de Souza e a equipe Kemba, ao menos nas provas realizadas no sul do país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s