Novos carros da F1 2016 – Mercedes W07 Hybrid

A maior novidade no carro da Mercedes da F1 2016 é a gigantesca entrada de ar
A maior novidade no carro da Mercedes da F1 2016 é a gigantesca entrada de ar da tampa do motor

Não é comum uma equipe de F1 apresentar um novo carro, e a torcida ser para que ele seja lento. Mas é o que está acontecendo com a Mercedes e seu novo W07 Hybrid.

Após dois anos de domínio da esquadra alemã, a expectativa dos torcedores é que algum engenheiro tenha desenhado um parafuso errado, que os ajustes do motor tenham sido feito na pressa, enfim, qualquer coisa para deixar o carro mais lento e dar mais emoção à categoria.

Mas para não dar chances ao azar e assegurar mais uma temporada cheia de vitórias para Lewis Hamilton e Nico Rosberg, a Mercedes criou o W07 Hybrid e já avisou que as principais mudanças com relação ao equipamento do ano passado não são visíveis, isto é, estão debaixo da carenagem.

No que o olho consegue ver, é a entrada de ar da tampa do motor que chama mais atenção. A Mercedes optou por uma peça gigantesca na comparação com as rivais.

O motivo não é novidade. Nos últimos anos, o time tem sofrido em pistas com temperatura elevada, como Malásia e Cingapura, já que uma de suas estratégias é comprometer a refrigeração dos componentes ao máximo em benefício de desempenho.

Dá para perceber as mudanças na Mercedes no retrovisor, monkey seat e aleta do sidepod
Dá para perceber as mudanças na Mercedes no retrovisor, monkey seat e aleta do sidepod

Para começar a corrigir essa deficiência em locais mais quentes, no fim do ano passado a Mercedes voltou a usar a tampa do motor com duas entradas de ar extras na lateral, como duas orelhas. Agora, elas foram colocadas dentro do único buraco, que cresceu.

Como resultado da nova estratégia de refrigeração via uma única entrada de ar gigante, a Mercedes foi capaz de criar sidepods bem mais curtos e recortados para ganhos aerodinâmicos.

E é por ter conseguido montar os componentes internos do carro em um espaço menor, beneficiando o design da carenagem, que a Mercedes diz que as maiores novidades estão onde não dá pra ver.

Ainda falando sobre os sidepods, aquela aleta na parte da frente cresceu e é uma das maiores entre os carros apresentados neste ano. Outro pequeno truque foi aproximar os retrovisores do cockpit, permitindo que eles ganhassem uma pequena cauda aerodinâmica.

Por fim, mudanças na parte dianteira e traseira do carro. Apesar de o W07 Hybrid ter sido apresentado com o bico do ano passado, a equipe já estreou uma nova peça nos treinos em Barcelona, embora não tenha declarado quando será usada nas corridas.

O novo bico da Mercedes 2016 em destaque
O novo bico da Mercedes 2016 em destaque

Na parte de trás, o monkey seat, a estrutura posicionada na saída do escapamento, ganhou uma segunda camada, para dar mais estabilidade e aderência ao equipamento.

Embora a Mercedes não tenha liderado nenhum dia dos testes em Barcelona, é difícil pensar que a equipe tenha cometido algum erro no carro e ficará de fora da briga pelo título deste ano.

Carros da F1 2016 – basta clicar no link em azul para ver a análise de cada um:
Williams FW38
Ferrari SF16-H
Haas VF-16
McLaren MP4-31
Sauber C35

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s