A Maserati do GT Inglês
A Maserati do GT Inglês

A Maserati, montadora que anda meio em baixa no automobilismo desde a década passada, vai ensaiando uma volta ao topo do esporte a motor.

A popular fabricante italiana foi a estrela de um anúncio surpreendente na última semana e vai disputar a divisão GT4 do campeonato inglês de carros GT pela nova equipe Ebor.

O time, formado pelo gentleman driver Marcus Hoggarth e pela veterana do GT inglês Abbie Eaton, deve alinhar um modelo GranTurismo MC GT4 por toda a temporada. Eles vão enfrentar Porsche, Aston Martin e Ginetta na divisão.

E essa não será a única Maserati na pista em 2016. A montadora italiana planeja dar o primeiro passo nessa retomada ao automobilismo internacional em categorias GT4. Para esse ano, a expectativa é de 20 máquinas da marca em torneios em todo o mundo.

A maior parte delas deve se concentrar no europeu de GT4. Os dois certames, aliás, dividem o fim de semana nas etapas de Silverstone e Spa-Francorchamps, em junho e julho.

Nos Estados Unidos, a fabricante será representada na divisão GTS da Pirelli World Challenge. Apesar de ser apenas uma classe com pouco destaque, a GTS pode representar um primeiro passo da montadora nos campeonatos de GT e endurance dos EUA. Outras marcas, como Kia, Mazda, Ford e Lamborghini, seguiram caminhos similares nos últimos anos.

No ano passado, a montadora chegou a testar Freddie Hunt (filho de James Hunt) e Gianmarco Raimondo (ex-F-BMW e Euroformula Open) no torneio americano.

A montadora ainda conta com o Trofeo Maserati, disputado de forma mundial, mas reunindo apenas pilotos amadores e sem o mesmo destaque da última década.

O grande momento recente da empresa no esporte a motor foi os seis títulos seguidos no FIA GT e no Mundial de GT1, entre 2005 e 2010, graças à equipe Vitaphone Racing Team, que inscreveu o modelo MC12, de enorme sucesso.

Na época, o carro gerou certa controvérsia. Como apenas os modelos de rua eram liberados para disputar essas categorias, a Maserati basicamente produziu um carro de corrida para ser usado na rua, estando assim dentro do regulamento. Apenas 62 MC12 foram feitos.