Enzo Bortoleto de volta à F4 Inglesa

Enzo Bortoleto já teve uma passagem de pouco destaque pela F4 Inglesa
Enzo Bortoleto já teve uma passagem de pouco destaque pela F4 Inglesa

Todo ano algum jovem piloto brasileiro pouco badalado acaba surpreendendo e fechando para correr no automobilismo europeu.

Dá para citar vários nomes assim. Ninguém esperava que Lukas Moraes fosse disputar a F-Abarth em 2013 ou Rafael Martins competisse na F4 MSA na última temporada.

Por causa da crise econômica no Brasil, fiquei pensando se esse piloto surpresa fosse aparecer em 2016. Afinal, com o dólar e o euro em alta, não há muitos atrativos para alguém sair do Brasil rumo a uma carreira incerta na Europa.

A resposta veio bem antes do esperado. Nesta quarta-feira, dia 9, Enzo Bortoleto foi anunciado como novo piloto da Double R para a disputa da temporada 2016 da F4 Inglesa.

Na verdade, se trata do retorno do garoto à categoria. No ano passado, ele participou do campeonato de inverno da F4 Inglesa pela equipe brasileira Petroball e chegou a anunciar que faria a temporada seguinte completa pela esquadra.

Como o time fechou as portas, pois era bancado por uma fornecedora da Petrobras, que passou a operar em marcha lenta por causa dos escândalos de corrupção, Bortoleto não teve tempo de arrumar outra vaga e precisou voltar ao Brasil, tendo participado da Sprint Race.

O problema é que ele agora vai encontrar um campeonato bem diferente daquele que conhecera.

No ano que vem, a F4 Inglesa terá um novo carro, mais potente, considerado um passo intermediário entre os F4 – como o que Bortoleto havia guiado – e os F3. Nos testes com Jolyon Palmer, chegou a ser cinco segundos mais rápido que o modelo anterior por volta em Snetterton.

Assim, o grid da F4 vai reunindo pilotos com certa bagagem no automobilismo, atraídos por mais desempenho. Companheiro de Bortoleto em 2016, o também brasileiro Matheus Leist fez uma boa temporada na F4 MSA, com duas vitórias, e tem passagem pela F3 Brasil.

Campeão mundial de kart em 2014, Lando Norris é outro que estará na F4 Inglesa no ano que vem.

Já Bortoleto passou um ano longe dos monopostos e não teve uma boa passagem pela categoria. No torneio de inverno, foi o último entre os oito pilotos que participaram de todas as provas, com um quarto lugar como melhor resultado.

É difícil, portanto, pensar em vitórias e título como disse ao ser anunciado.

Em tempo: com Matheus Leist e Enzo Bortoleto, não é verdade que a Double R vai mudar de nome em 2016 para Double BR.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s