Kevin Harvasco da Gama

Kevin Harvick só viu um piloto à frente durante a temporada
Kevin Harvick só viu um piloto à frente durante a temporada

Ninguém pode terminar tantas vezes com o segundo lugar e sair impune. Foi o que aconteceu com Kevin Harvick na temporada 2015 da Nascar.

O piloto da Stewart/Haas completou 13 das 36 provas do ano na segunda colocação – um recorde na história da categoria –, incluindo a decisão do título, em Homestead-Miami, neste domingo, dia 22.

O problema para ele é que o vencedor da prova, Kyle Busch, também era um dos quatro que disputava a taça, sagrando-se, assim, campeão.

Os 13 segundos lugares de Harvick, que aconteceram em Daytona, Atlanta, Auto Club, Texas, Richmond, Kansas, Dover, Pocono, Michigan, Bristol, Charlotte, Phoenix e Homestead-Miami, além dos 22 top-5 no ano (mais que qualquer outro piloto) mostraram que o carro de número 4 era um dos mais constantes do grid.

Mas também deixaram claro que o campeão de 2014 tinha dificuldades de vencer, mesmo tendo liderado mais de 2.200 voltas no ano.

Algo que Kyle Busch não teve. O piloto da Joe Gibbs triunfou quatro vezes seguidas pouco depois de se recuperar do acidente que o deixou de fora das 11 primeiras etapas, o que o garantiu no Chase. O quinto e último triunfo do ano veio neste domingo em Homestead.

Assim, nada mais simbólico para um piloto com 13 segundos lugares que ficar com o vice-campeonato.

Não sei quem vai vencer a próxima etapa da GP3, mas sei quem será o segundo
Não sei quem vai vencer a próxima etapa da GP3, mas sei quem será o segundo

HARVICK DA GP3

Neste fim de semana, a GP3 esteve no Bahrein para a penúltima etapa de 2015, e Esteban Ocon acabou perdendo uma sequência de segundos lugares. Entre Silverstone e Sochi, ele foi o segundo em todas as nove corridas disputadas.

Em Sakhir, largou na pole, mas acabou ultrapassado por Marvin Kirchhöfer logo no começo. Parecia que seria o décimo vice na sequência. No entanto, por causa do desgaste dos pneus, foi superado também por Emil Bernstorff na última volta.

Na bateria do domingo, Ocon conseguiu se recuperar, fechando, adivinha, com a segunda posição, atrás apenas de Luca Ghiotto, o líder do campeonato.

Faltando apenas a etapa de Abu Dhabi, Ocon está dois pontos atrás do italiano na tabela. Seria bom que o francês prestasse atenção no que aconteceu na Nascar para não achar que o segundo lugar em Yas Marina possa ser o suficiente para ficar com o título.

Em tempo: Com mais dois segundos lugares Ocon fechará o ano com 12, apenas um a menos que Harvick. A diferença é que o americano disputou 36 corridas contra apenas 18 do francês. É muita vontade de não vencer.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos da Nascar e da GP3, assim como das principais categorias do automobilismo mundial, neste fim de semana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s