A McLaren errou. E continua errando

Ao que tudo indica, Vandoorne vai continuar assistindo à F1 do lado de fora da pista
Ao que tudo indica, Vandoorne vai continuar assistindo à F1 do lado de fora da pista

A McLaren lembra o técnico Dunga. Em 2010, quando Neymar e Paulo Henrique Ganso estavam surgindo no futebol, o treinador da seleção brasileira preferiu levar para a Copa do Mundo veteranos calejados como Grafite, Nilmar e Kléberson. Resultado: o time ficou fora das semifinais.

A equipe inglesa também tem seus Neymares e Gansos. São Stoffel Vandoorne e Kevin Magnussen.

Quando a McLaren escolheu manter Jenson Button para a temporada 2016 da F1 e não dar uma chance a Vandoorne, foi equivalente à opção de Dunga por Grafite no lugar de Neymar.

Vandoorne é um piloto muito acima da média. Rápido e inteligente, tem uma rara característica de se adaptar de imediato a um novo carro. Foi assim que conquistou títulos e vices na carreira, mesmo quando era um estreante nas categorias.

Para a McLaren, porém, esse currículo não é o bastante. No ano que vem, o belga, que dominou a GP2 completamente em 2015, provavelmente ficará sem competir, acompanhado tudo do paddock.

Talvez em 2017 chegará a hora de ele ser titular. E, nesse momento, a esquadra de Woking terá desperdiçado dois anos do desenvolvimento do jovem piloto. Como eu escrevi no World of Motorsport no ano passado, a equipe errou ao não promovê-lo para 2015. E continuará errando no ano que vem.

Se Vandoorne receber uma chance na F1 e estourar, quando olharmos para o passado, a McLaren será motivo de piada por ter contado com o belga no seu elenco, mas sem aproveitá-lo. Da mesma forma, Dunga foi motivo de chacota por não levar a dupla então no Santos à Copa.

Se eu fosse a Renault, de volta à F1 e precisando de um piloto para a vaga de Romain Grosjean em 2016, não pensaria duas vezes em pagar a rescisão salarial de Vandoorne. No lugar do belga,  aceitaria a proposta sem pensar.

Mas as coisas complicam quando vemos que o empresário de Vandoorne é o sócio de Jenson Button. Por qual razão ele faria lobby para o garoto ter uma chance na F1 no lugar do inglês? E por qual razão ele iria conversar om a Renault e reforçar uma rival?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s