Néstor Girolami não venceu, mas convenceu no fim de semana
Néstor Girolami não venceu, mas convenceu no fim de semana

A Stock Car não foi à pista, mas acabou como a grande vencedora deste fim de semana.

É que os quatro primeiros colocados da corrida de duplas, disputada em março, em Goiânia, tiveram bons resultados.

Vencedor ao lado de Ricardo Maurício em janeiro, Néstor Girolami foi quem teve o resultado mais discreto.

O argentino fez a segunda etapa da carreira no WTCC, em Vila Rica, em Portugal. Competindo com um Honda Civic, o piloto conquistou o oitavo lugar na segunda bateria, a melhor posição final da equipe Nika em 2015.

O desempenho foi importante para o piloto, que planeja continuar no Mundial nos próximos anos.

Segundo colocado em Interlagos, Mark Winterbottom segue dominante na V8 Supercars. O parceiro de Marcos Gomes no começo do ano venceu as duas baterias da etapa de Queensland e agora tem 248 pontos de vantagem para Craig Lowndes, o vice-líder, na tabela.

Quem também se deu bem em uma rodada dupla foi António Félix da Costa. Depois de terminar em terceiro com Allam Khodair em São Paulo, o luso enfim ganhou a primeira no DTM, em Zandvoort, em um fim de semana em que a BMW esteve imbatível.

Félix da Costa ainda acumulou uma pole e um segundo lugar.

E voltando ao WTCC, José María López segue firme na luta pelo bicampeonato. Quarto colocado em Interlagos ao lado de Cacá Bueno, o argentino finalizou a primeira bateria da etapa portuguesa na frente.

Com o quinto lugar na corrida complementar, aumentou a diferença para Yvan Muller para 55 pontos.

Outro piloto que andou na Stock Car no começo do ano e se deu bem neste fim de semana foi Felipe Giaffone. Apesar de ter abandonado ao lado de Denis Navarro no começo do ano, foi o ganhador da corrida da F-Truck em Goiânia.

Você pode clicar aqui para ver os resultados completos do automobilismo mundial neste fim de semana.